A infraestrutura com base em containers da Kinsta se traduz em um site executado em um container específico, o qual possui seu próprio crontab. Isso significa que, na Kinsta, permitimos que nossos usuários adicionem trabalhos cron para cada site container.

Se preferir usar o sistema cron integrado no WordPress, veja o nosso artigo sobre como criar e alterar um trabalho cron WordPress.

Como escrever um Cron de Servidor

Uma tarefa adicionada ao separador tem duas partes:

Ao escrever um cron, terá de determinar esses dois fatores: o comando que precisa ser executado e com que frequência ele deve ser agendado.

Se quiser descobrir a sintaxe do crontab, a documentação do crontab do The Open Group é um ótimo sítio para aprender sobre crons e ver alguns exemplos práticos.

Se tiver escrito o comando que pretende adicionar e se preferir usar uma ferramenta gratuita para gerar toda sintaxe crontab, existem várias ferramentas online que você pode usar para gerar o comando completo na sintaxe crontab adequada. O Crontab Generator é uma das nossas ferramentas favoritas que podem ser usadas gratuitamente para esse fim.

Como Adicionar um Cron de Servidor

Após preparar o trabalho cron para adicionar ao container, você tem duas opções:

Para fazer o upload do trabalho você mesmo, só precisa de aceder o container do seu site por SSH e executar esse comando crontab -e. Depois, selecione seu editor de texto preferido (selecione o nano, se não tiver certeza).

Executar o crontab -e e selecionar seu editor de texto preferido.

Executar o crontab -e e selecionar seu editor de texto preferido.

Por último, cole o comando no final da lista.

Depois feche o arquivo. Quando fechar o arquivo, verá uma mensagem como essa confirmando que o crontab foi atualizado:

crontab: installing new crontab

Se não se sentir confortável em usar o SSH, só precisa de abrir um ticket de suporte e pedir à equipe de suporte da Kinsta para adicionar o trabalho ao crontab do seu site.

Políticas da Kinsta para os Crons de Servidor