Aqui na Kinsta, tomamos a decisão de transferir toda a nossa infraestrutura para o Google Cloud Platform no início de 2016 e nos tornamos o primeiro provedor de hospedagem gerenciada do WordPress a utilizar exclusivamente esta plataforma. Ao fazer isso, garantimos um alto nível de redundância e ter controle granular sobre nossos servidores e ao mesmo tempo, ter a capacidade de ajustar nosso ambiente de hospedagem. Assim, tornamos os sites dos clientes mais rápidos, estáveis, seguros e completamente isolados. O Google Cloud Platform não apenas nos permite acessar uma das maiores redes do mundo, mas também garante que os clientes tenham menos tempo de inatividade, já que podemos utilizar migrações em tempo real de máquinas virtuais. Hoje, queremos aprofundar algumas das vantagens de usar a Hospedagem no Google Cloud para sua empresa.

Google Cloud

Recentemente, a SADA Systems entrevistou mais de 200 gerentes de TI sobre o uso de serviços de nuvem pública, e descobriu que 84% dos pesquisados ​​estão utilizando atualmente a infraestrutura de nuvem pública, ao invés data centers corporativos. “Todos os sinais apontam para o crescimento da adoção da nuvem pública e a TI corporativa se torna mais confortável com a perspectiva de executar seus dados mais confidenciais nessa infraestrutura”, diz Tony Safoian, presidente e CEO da SADA Systems.

it gerentes usam o google cloud

Até mesmo a Cisco prevê que, até 2020, o tráfego na nuvem representará 92% de todo o tráfego da rede data centers. De acordo com o Google Trends (visto abaixo), o interesse em torno do próprio Google Cloud Platform tem crescido muito rapidamente nos últimos dois anos. Mais e mais empresas estão migrando porque, na maioria dos casos, a solução é mais segura, flexível e econômica. Ela economiza dinheiro para a equipe de TI e permite dimensionamento quase instantâneo de qualquer plataforma ou solução on-line.

Popularidade do Google Cloud Platform

Popularidade do Google Cloud Platform

A Hospedagem no Google Cloud ou na Compute Engine, é apenas um dos muitos serviços fornecidos pelo Google Cloud Platform. Ele também oferece seu App Engine, armazenamento, DNS, CDN e uma infinidade de outros serviços e produtos. O Google Cloud Platform consiste de um conjunto de servidores físicos, além de recursos virtuais, como máquinas virtuais (VMs), presentes nos data centers do Google ao redor do mundo. Usamos o modelo de implantação multirregional do Google Cloud Platform. Isso significa que você pode escolher um data center diferente para cada um dos seus sites do WordPress.

Algumas empresas notáveis ​​que usam o Google Cloud Platform (Compute Engine ou App Engine) incluem: Spotify, HSBC, Home Depot, Snapchat, HTC, Best Buy, Philips, Coca-Cola, Domino’s, Feedly, ShareThis, Sony Music e Ubisoft. Até mesmo a Apple foi vista removendo alguns de seus serviços da AWS, gastando entre US$400 milhões e US$ 600 milhões no Google Cloud Platform, embora isso não possa ser confirmado de forma independente.

Evernote tomou a decisão de migrar seus 200 milhões de usuários. Ben McCormack, Vice-Presidente de Operações da Evernote, declarou no blog da empresa: “O Evernote obterá melhorias significativas de desempenho, segurança, eficiência e escalabilidade. Mudar para a nuvem também nos permite concentrar tempo e recursos nas coisas mais importantes”.

O eBay também está exportando mais de 1 bilhão de itens de seu catálogo para o Google Cloud Platform. Veja uma lista completa de estudos de caso e empresas que utilizam diferentes serviços no Google Cloud Platform.

Não conseguimos oferecer esse tipo de experiência e esse tipo de desempenho nos 22 anos em que estivemos por aqui. – eBay, Google Next 2017

Até mesmo a Apple usa o Google Cloud Platform para fazer o armazenamento de dados para seus serviços do iCloud.

Depois que você realmente agrega as diferenças de rede e a economia de ter recursos mais flexíveis, a diferença [com o Google Cloud] foi drástica. – Derek Lyon, diretor de infra-estrutura de dados, Twitter

O CEO da Google, Sundar Pichai, disse que o Google Cloud Platform é uma das três principais prioridades da empresa. A partir de 2019, a taxa de execução anual do Google Cloud Platform é superior a US$ 8 bilhões. Isso é de US$ 4 bilhões em 2018.

Vantagens da Hospedagem no Google Cloud

Agora, vamos dar uma olhada em algumas das principais vantagens de usar a Hospedagem no Google Cloud e por que achamos que, atualmente, esta é a melhor solução no mercado no que se refere a preço, desempenho, estabilidade, escalabilidade, backups e segurança.

1. Melhor Preço que a Concorrência

O Google cobra por minutos adicionais (com uma cobrança mínima de 10 minutos), para que você pague apenas pelo tempo de processamento usado. E um grande bônus é que eles oferecem preços com desconto para cargas de trabalho de longa duração, sem exigir um compromisso inicial. Utilize as VMs por um mês e você terá um desconto. Isso o torna a opção perfeita para startups e o setor de TI das empresas reduzirem custos. A AWS, por exemplo, exige pagamentos adiantados, na forma de “instâncias reservadas”, para que você se qualifique para os descontos. E o Azure oferece apenas um desconto de 5% em pagamento adiantado de 12 meses.

Recentemente, Sandeep Dinesh fez uma boa análise de quão baratos são os SSDs do Google Cloud quando se trata de desempenho versus preço e criou uma comparação com a AWS e o Azure. Para começar, as instâncias têm um custo menor no Google Cloud Platform. A Compute Engine, por si só, normalmente é entre 40% a 50% mais barata que a AWS e o Azure.

AWS vs Google Cloud

Quando se trata do Google Cloud Platform, você basicamente obtém mais IOPS por menos de 1/3 do custo. Como você pode ver, a configuração abaixo com a AWS sai por $1.102,50/mês em um contrato de três anos, ao invés dos $470.64/mês do Google Cloud. IOPS é uma métrica para operações de entrada/saída por segundo e com que frequência um dispositivo pode executar tarefas de IO. Na maioria dos casos, quanto maior o número de IOPS, melhor o desempenho.

aws vs google cloud

Azure vs Google Cloud

Quando se trata do Azure é um pouco diferente. Como Sandeep ressalta, você precisa adicionar armazenamento SSD premium para obter o mesmo armazenamento conectado à rede. Mas, novamente, quando você faz uma comparação entre os dois, mais uma vez o custo é de 1/3 para utilizar o Google Cloud Platform em detrimento do Azure. Como você pode ver com essa configuração abaixo, o Azure custa $1.602,68/mês, ao invés dos $532,82/mês do Google Cloud.

azure vs google cloud

A Cloud Spectator, uma empresa de referência em desempenho de nuvem, também fez uma análise detalhada de desempenho de preço em 2017 de provedores norte-americanos. Este relatório incluiu o Google Cloud Platform, Amazon, Azure e a SoftLayer. Eles descobriram que em geral, de pequenas VMs a VMs muito grandes, o Google Cloud era o menos caro. Certifique-se de verificar o estudo para obter mais detalhes sobre configurações e testes.

aws vs google cloud

A Cloud Spectator, uma empresa de referência em desempenho de nuvem, também fez uma análise detalhada de desempenho de preço em 2017 de provedores norte-americanos. Este relatório incluiu o Google Cloud Platform, Amazon, Azure e a SoftLayer. Eles descobriram que em geral, de pequenas VMs a VMs muito grandes, o Google Cloud era o menos caro. Certifique-se de verificar o estudo para obter mais detalhes sobre configurações e testes.

Comparação de preços dos provedores de nuvem

Comparação de preços dos provedores de nuvem

Aqui está outra ótima comparação de preços detalhada, realizada por um período mais longo de tempo pelo Quizlet, que optou por migrar para o Google Cloud Platform em 2015. E a partir de agosto de 2017, o Google Cloud Platform anunciou uma redução nos custos de armazenamento. Os discos locais de estado sólido (SSDs) conectados a máquinas virtuais do Google Compute Engine sob demanda estão até 63% mais baratos. Nos EUA, isso gira em torno de US$0,080 por GB por mês. O mesmo vale para SSDs com instâncias de VM preemptivas, que agora estão até 71% mais baratas.

2. Rede Global de Fibra Óptica + Camadas

Alex fez uma boa descrição em um artigo sobre o Google Cloud Platform no Techcrunch, “O Poder Está na Rede”. Um fator que diferencia a Hospedagem no Google Cloud de alguns concorrentes é que sua rede é uma das maiores do mundo. Will Shulman, co-fundador do MongoLab, falou sobre a rede em um painel no Google I/O, dizendo: “É muito rápido. A outra coisa – tem um backbone distribuído privado entre todos os data centers. Você está falando sobre o backbone do Google, não da Internet”.

Rede do Google Cloud Platform

Rede do Google Cloud Platform

Em 29 de junho de 2016, o Google anunciou seu investimento no FASTER Cable System, que dá ao Google acesso a até 10Tbps (Terabits por segundo), da largura de banda total de 60Tbps do cabo, entre os EUA e o Japão. Eles utilizam essa estrutura para os clientes do Google Cloud e do Google App. O cabo submarino de 9.000 km que corta o Pacífico é o de maior capacidade já construído, e tem um ponto no Oregon, Estados Unidos e dois pontos de desembarque no Japão. O Google também é um dos seis membros que têm acesso exclusivo a um par de fios ópticos de transmissão de 100Gb/s x 100 comprimentos de onda, entre o Oregon e o Japão.

A capacidade do Google de construir, organizar e operar uma enorme rede de servidores e cabos de fibra ótica com eficiência e velocidade que equilibram a física… Isso é o que faz do Google o Google: sua rede física, seus milhares de quilômetros de fibra e os muitos milhares de servidores que juntos formam a mãe de todas as nuvens. – Wired Magazine

Você provavelmente já entendeu a situação. Quantos outros provedores você conhece que estão colocando seus próprios cabos de fibra ótica sob o Oceano Pacífico? E o melhor é que a velocidade da rede também ajuda a fazer a diferença no custo total. Com a velocidade, vem a capacidade de processar mais dados em menos tempo. Por ter uma infraestrutura e uma rede tão grande é capaz de fornecer preços mais baratos, conforme mostrado anteriormente.

E não apenas isso, mas a partir de agosto de 2017, o Google Cloud Platform lançou suas redes de camada premium e camada padrão separadas. Isso os torna a primeira grande nuvem pública a oferecer uma rede de nuvem em camadas. A camada premium oferece tráfego por meio da rede global altamente confiável e de baixa latência bem provisionada do Google. A redundância é a chave e é por isso que há pelo menos três caminhos independentes (redundância N + 2) entre dois locais na rede do Google, ajudando a garantir que o tráfego continue fluindo entre os locais mesmo em caso de interrupção.

Camada Padrão do Google Cloud Platform

Camada Padrão do Google Cloud Platform

A camada padrão oferece qualidade de rede comparável às das outras grandes nuvens públicas. Ela fornece o tráfego de saída do GCP para as redes de Internet em trânsito (ISP) ao invés da rede do Google.

Camada Padrão do Google Cloud Platform

Camada Padrão do Google Cloud Platform

Aqui está uma avaliação da Cedexis sobre a diferença de latência na camada premium do Google Cloud Platform em relação à camada padrão nos Estados Unidos.

Latência da camada premium vs camada padrão do Google Cloud

Latência da camada premium vs camada padrão do Google Cloud

Aqui está uma avaliação da Cedexis sobre a diferença de taxa de transferência na camada premium do Google Cloud Platform em comparação com a camada padrão nos Estados Unidos.

Taxa de transferência da camada premium vs camada padrão do Google Cloud

Taxa de transferência da camada premium vs camada padrão do Google Cloud

A Kinsta utiliza a camada premium do Google Cloud Platform para todos os nossos clientes, a fim de garantir tempos de carregamento extremamente rápidos, minimizando os saltos de traceroute e diminuindo a distância que os dados precisam percorrer.

3. Migração em Tempo Real para Máquinas Virtuais

Outra grande vantagem da Hospedagem no Google Cloud, especialmente para a forma como o usamos aqui no Kinsta, é a migração em tempo real de máquinas virtuais. A AWS, o Azure ou provedores menores, como o Digital Ocean, oferecem essa funcionalidade. Portanto, esse é um diferencial muito importante para o Google Cloud em comparação com outros fornecedores de nuvem. Como um provedor de hospedagem WordPress, isso significa que estamos basicamente sempre em dia com nossas VMs, sem redução perceptível no desempenho quando elas estão migrando VMs entre máquinas do host em tempo real.

Os benefícios das migrações em tempo real permitem que os engenheiros do Google resolvam melhor os problemas, como corrigir, reparar e atualizar software e hardware sem a necessidade de você se preocupar com reinicializações da máquina. Miche Baker-Harvey, Líder/Gerente de Tecnologia do Google, reuniu uma ótima ilustração das etapas de alto nível envolvidas em uma migração de VMs em tempo real.

Migração de VM em tempo real no Google Cloud

Migração de VM em tempo real no Google Cloud

E além da migração em tempo real de máquinas virtuais, o Google também oferece redimensionamento de discos permanentes, sem qualquer tempo de inatividade. Você pode usar o portal ou a CLI para redimensionar o disco.

4. Desempenho Melhorado

Recentemente, Kinsta foi considerado novamente como nível superior nos testes de desempenho anuais de desempenho do WordPress em 2018, da Review Signal. E muito disso é graças ao Google Cloud Platform. Fomos a primeira hospedagem gerenciada do WordPress a usar exclusivamente o Google Cloud e continuamos sendo o único host de nível corporativo que o utiliza. E gostamos de pensar que os resultados falam por si mesmos. Kevin, do Review Signal, colocou 10 mil usuários simultâneos em nossos servidores e como notou no teste Load Storm, Kinsta teve um desempenho basicamente impecável, com tempos de resposta médios, erros mínimos e sem picos.

Mais uma vez um desempenho de alto nível da Kinsta. Tempo perfeito de atividade e testes de carga quase perfeitos. Está começando a parecer redundante escrever isso. – Kevin, Review Signal

E alguns de nossos clientes recebem muito tráfego. Vimos as máquinas do Google Cloud lidarem facilmente com mais de 60 mil visitantes simultâneos, sem nenhum problema.

Veja um exemplo abaixo dos tempos de carregamento que diminuíram significativamente no site de um cliente depois de transferi-lo para o Google Cloud Platform. Antes da migração, ele estava recebendo picos bem acima do intervalo de 1 segundo e depois esse número ficou consistentemente abaixo de 500 ms. Portanto, a migração para o Google Cloud Platform, houve uma redução de 50% nos tempos de carregamento! Essas VMs fazem um bom trabalho ao lidar o que quer que você jogue nelas.

Load time decreasing significantly on a client's site after moving to Google Cloud

Além disso, como usamos os servidores do Google Compute Engine, garantimos escalabilidade automática. Em vez de ficar restrito a 2 a 6 CPUs por VPS, como em outros provedores de hospedagem do WordPress, permitimos que o contêiner do site seja escalonado para quantas CPUs forem necessárias. Para clientes com carga balanceada, um número infinito de CPUs, à medida que nosso sistema acelera dinamicamente mais máquinas e faz o escalonamento de volta quando a onda de tráfego diminui.

Aqui está outro exemplo do que aconteceu quando a Neuralab se mudou para a plataforma da Kinsta com o Google Cloud. Seu tempo de espera, também conhecido como TTFB, diminuiu drasticamente.

E aqui está um exemplo de um site que migrou da Kinsta e do Google Cloud Platform para outro provedor. Eles se depararam, instantaneamente, com maiores tempos de carregamento. Na verdade, alguns clientes saíram e acabaram voltando por causa disso.

Tempos de carga mais altos depois de sair do kinsta

O Google Cloud Platform está tomando a liderança quando se trata de aumentar o espaço na computação em nuvem. Desde janeiro de 2017, você pode aproveitar as GPUs para aprendizado sobre máquinas e computação científica. E em março de 2017, eles lançaram VMs com 64 CPUs virtuais.

5. Segurança de Última Geração

Outra grande vantagem é a segurança. A escolha pelo Google Cloud Platform significa que você obtém o benefício de um modelo de segurança que foi criado ao longo de 15 anos e protege produtos e serviços como o Gmail, Google Search, etc. Atualmente, o Google emprega mais de 500 profissionais de segurança em tempo integral. Niels Provos, engenheiro de segurança do Google, analisou a fundo a segurança do Google Cloud Platform (veja o vídeo abaixo).

Alguns dos recursos de segurança do Google Cloud Platform incluem:

  • Todos os dados são criptografados no tráfego entre o Google, os clientes e data centers, bem como os dados em todos os serviços do Cloud Platform. Os dados armazenados em discos permanentes são criptografados no AES de 256 bits e cada chave de criptografia também é criptografada com um conjunto de chaves mestras, alteradas regularmente.
  • As camadas do aplicativo do Google e de armazenamento exigem que as solicitações provenientes de outros componentes sejam autenticadas e autorizadas.
  • Como o Google tem relações com alguns dos maiores ISPs do mundo, ele consegue melhorar a segurança de seus dados em trânsito, com menos saltos ao longo da Internet pública.
  • Compromisso com certificações de segurança empresarial, com auditorias regulares para conformidade com SSAE16, ISO 27001, ISO 27017, ISO 27018, PCI e HIPAA. Eran Feigenbaum, diretor de segurança da Google declarou: “Certificações como essas fornecem validações de terceiros independentes de nosso compromisso contínuo com a segurança e a privacidade de nível mundial, além de ajudar nossos clientes em seus próprios esforços de conformidade”.

A Kinsta mantém as precauções de segurança em linha com as melhores práticas da indústria. Embora usemos a Google Cloud Platform, isso não significa que tenhamos obtido as mesmas certificações de segurança. Também não estamos em conformidade com a HIPAA neste momento.

Você pode ver mais detalhadamente os bastidores no whitepaper de segurança do Google. Kinsta também usa contêineres Linux (LXC) e o LXD para orquestrá-los, além do Google Cloud Platform, o que nos permite isolar completamente não apenas cada conta, mas cada site WordPress. Este é um método muito mais seguro do que o oferecido por outros concorrentes e ajuda a garantir a hospedagem segura do WordPress 24/7. Leia mais sobre como o LXD funciona na publicação de Stéphane Graber sobre LXD 2.0.

6. Dedicação à Expansão Contínua

O Google continuou a desenvolver sua infraestrutura para o Google Cloud Platform. Em 29 de setembro de 2016, anunciaram as localizações de novas Regiões do Google Cloud, estrategicamente alocadas. Estamos muito animados em ver São Paulo e Sydney incluídos na lista, pois isso ajudará a diminuir drasticamente a latência dos clientes da Hospedagem no Google Cloud na América do Sul e na Austrália. Aqui está uma lista atualizada de todas as regiões do GCP:

Em Breve

  • Seul (Coreia do Sul)
  • Salt Lake City (Estados Unidos)
  • Jakarta (Indonésia)
  • Las Vegas (Estados Unidos)
  • Varsóvia (Polônia)

Já Disponíveis

Todos os 20 locais do Google Cloud Platform estão disponíveis para os clientes da Kinsta escolherem onde colocar, estrategicamente, seu site do WordPress.

  • Bélgica
  • Londres (Reino Unido)
  • Council Bluffs, Iowa, EUA (atual)
  • Changhua County (Taiwan)
  • Sydney (Austrália) – Disponível em junho de 2017
  • Oregon (Estados Unidos)
  • Frankfurt (Alemanha)
  • Carolina do Sul (Estados Unidos)
  • São Paulo (Brasil) – Disponível em setembro de 2017
  • Virgínia do Norte (Estados Unidos) – Disponível em maio de 2017
  • Singapura – Disponível em maio de 2017
  • Tóquio (Japão) – Disponível em novembro de 2016
  • Mumbai (Índia) – Disponível em outubro de 2017
  • Montreal (Canadá) – Disponível em janeiro de 2018
  • Holanda – Disponível em janeiro de 2018
  • Hamina (Finlândia) – Disponível a partir de junho de 2018
  • Los Angeles (Estados Unidos) Disponível a partir do mês de julho de 2018
  • Hong Kong – Disponível em novembro de 2018
  • Zürich, Switzerland – Disponível em março de 2019
  • Osaka, Japan – Disponível em abril de 2019
Localização data centers do Google Cloud

Localização data centers do Google Cloud

O Google também afirmou que haverá outras localizações anunciadas em 2018. Nós da Kinsta valorizamos a dedicação do Google na expansão global, pois isso ajuda a diminuir a latência em todos os lugares e garante tempos de carregamento mais rápidos.

Nosso objetivo continua o mesmo: queremos criar uma nuvem mais aberta para todas as empresas e facilitar a criação e a execução de um ótimo software. – Brian Stevens, Vice-Presidente do Google Cloud

7. Backups Redundantes

O Google Cloud Storage foi projetado para uma durabilidade de 99,9999999999% e oferece quatro tipos diferentes de armazenamento: Coldline Storage, Nearline Storage, armazenamento regional e armazenamento multirregional. Ele armazena dados de forma redundante, com verificações automáticas, para garantir a integridade dos dados. A beleza do armazenamento multirregional é que ele também é georedundante, o que significa que o armazenamento em nuvem guarda seus dados de forma redundante em pelo menos duas regiões dentro do das localizações disponíveis. No que diz respeito à hospedagem do Google Cloud, isso garante que você nunca perderá seus dados, mesmo no caso de um desastre.

Resumo

Como você pode ver, há muitas vantagens no que diz respeito à Hospedagem no Google Cloud e à utilização do Google Cloud Platform. Não só é mais barato, mas você também se beneficia de uma das maiores redes do mundo! Isso significa menos latência e preços de computação mais precisos, já que os dados podem ser processados ​​em menos tempo. A migração em tempo real de máquinas virtuais é atualmente um diferencial único e muito importante quando se trata de comparar outros provedores de hospedagem na nuvem. Além disso, com segurança e desempenho de última geração, ele é capaz de lidar com centenas de milhares de conexões simultâneas e você tem uma plataforma que pode ajudar seus negócios a obter sucesso a longo prazo.

Você já teve alguma experiência com a Hospedagem no Google Cloud? Nós gostaríamos de ouvir sobre ela nos comentários.

6.5K
Shares