A execução de um site WordPress de forma suave e eficiente envolve a compreensão de elementos técnicos, como limites de memória PHP e PHP Workers. Mas o que exatamente significam esses termos e como eles afetam o desempenho do seu site WordPress?

Pense em seu site WordPress como uma cafeteria movimentada. O limite de memória PHP é como o espaço de armazenamento para grãos de café, leite e outros ingredientes. Se o armazenamento for muito pequeno, seus baristas (processos PHP) terão dificuldade para preparar bebidas de forma eficiente, pois sempre ficam sem suprimentos. Por outro lado, os PHP Workers são como os baristas que você tem na equipe. Mais baristas significam que mais bebidas podem ser preparadas simultaneamente, reduzindo o tempo de espera dos clientes.

Este artigo explica o limite de memória PHP e os PHP Workers, quando você deve ajustá-los para obter o desempenho ideal, e como fazer isso nos servidores da Kinsta.

O que é um limite de memória PHP?

Toda vez que seu site carrega uma página, ativa um plugin ou usa um recurso de tema, os scripts PHP são executados e precisam de memória para funcionar corretamente. O limite de memória PHP determina a quantidade de memória a que seu site WordPress tem acesso.

Você desejará um limite de memória PHP alto o suficiente para que seu site possa lidar com todas as tarefas sem ter problemas como:

  • Carregamento lento de páginas — A falta de memória pode retardar a execução de scripts PHP, levando a tempos de carregamento de página mais longos.
  • Falhas de pluginPlugins com uso intensivo de recursos podem não funcionar corretamente se não tiverem memória suficiente.
  • Tela branca da morte — Quando um script PHP fica sem memória, seu site pode exibir uma tela branca em vez de carregar corretamente.

O que são PHP Workers?

Os PHP Workers são outro componente crucial que afeta o desempenho do seu site WordPress. Workers são processos em segundo plano em um servidor que gerenciam a execução do código PHP que alimenta seu site.

No WordPress, esses workers são responsáveis pela criação de páginas, processamento de tarefas agendadas e muito mais. Eles também geram páginas HTML para atender aos visitantes do seu site e determinam quantas solicitações simultâneas sem cache o site pode atender em dado momento.

Quando um visitante acessa o seu site WordPress, uma solicitação é enviada ao servidor, que é processada por um PHP Worker. Várias solicitações podem ser processadas simultaneamente se o seu site tiver vários PHP Workers. Por exemplo, se o seu site tiver dois PHP Workers e cinco solicitações forem recebidas simultaneamente, duas serão processadas imediatamente, enquanto as outras três aguardarão na fila até que as duas primeiras sejam concluídas.

Esse sistema de fila ajuda a gerenciar o tráfego, mas também significa que um número insuficiente de PHP Workers pode levar a atrasos e tempos de resposta mais lentos quando várias solicitações são feitas ao mesmo tempo.

Gerenciando limites de memória PHP

O limite de memória PHP padrão na Kinsta é de 256 MB, o que é mais do que suficiente para a maioria dos plugins e sites WordPress.

Também é importante saber que, se você definir um limite muito alto, um script mal configurado ou quebrado pode causar problemas sérios quando usar muita memória.

Quando aumentar o limite de memória PHP

Aumentar o limite de memória PHP pode ser essencial para manter o desempenho e a estabilidade do seu site WordPress ao lidar com tarefas que exigem muitos recursos.

Os sinais mais comuns de que o limite de memória PHP precisa ser aumentado é quando você encontra mensagens de erro como “Allowed memory size exhausted”. Isso indica que o limite de memória atual é insuficiente para executar as tarefas.

Aqui está um exemplo de como pode ser essa mensagem de erro:

PHP Fatal error: Allowed memory size of 268435456 bytes exhausted (tried to allocate 20480 bytes)

Essa mensagem significa que o script PHP tentou alocar mais memória do que os 256 MB permitidos (268.435.456 bytes), resultando em um erro de exaustão de memória. O script tentou alocar 20 KB adicionais (20.480 bytes), mas ficou sem memória.

Se o seu site estiver hospedado na Kinsta, esses erros de excesso de memória são registrados automaticamente. Você pode verificar esses erros no painel MyKinsta. Navegue até o seu site e selecione a aba Registros.

Registro de erros do site WordPress no MyKinsta.
Registro de erros do site WordPress no MyKinsta.

Procure por entradas que incluam “PHP Fatal error” e “Allowed memory size exhausted”. Esses registros indicarão o limite exato de memória excedido e a memória adicional que o script tentou alocar.

Ao monitorar esses registros, você pode identificar se o seu site atinge com frequência o limite de memória PHP e decidir se deve aumentar a alocação de memória para garantir a execução tranquila do script.

Como aumentar o limite de memória PHP do seu site

Quando o limite de memória PHP de um site precisa ser aumentado, os clientes da Kinsta podem adquirir um complemento de limite de memória PHP.

Esse complemento aumenta o limite de memória de 256 MB para 512 MB por US$ 50 por site por mês.

Para adquirir esse complemento, entre em contato com a equipe de Gerenciamento de Contas pelo chat em tempo real no painel MyKinsta ou envie um e-mail para [email protected].

Gerenciando PHP Workers

Os PHP Workers são particularmente importantes para sites que não armazenam muito conteúdo em cache. Quanto mais dinâmico for um site, de mais PHP Workers ele precisará. O conteúdo armazenado em cache não requer PHP Workers; só são necessários quando o site consulta o banco de dados para obter ou alterar informações, ou quando precisa executar outros scripts PHP.

Isso significa que o armazenamento em cache eficaz pode reduzir significativamente a carga de trabalho dos PHP Workers, fornecendo conteúdo em cache em vez de gerá-lo dinamicamente para cada solicitação.

Na Kinsta, priorizamos o desempenho do seu site implementando várias tecnologias para maximizar o desempenho do PHP. Oferecemos cache de página nos níveis de CDN e servidor, utilizamos servidores premium (máquinas virtuais C2 e C3D) equipados com as CPUs mais rápidas do Google Cloud e garantimos um servidor MySQL altamente otimizado hospedado localmente para reduzir a latência da rede e melhorar a recuperação de dados e as velocidades de processamento.

Quando adicionar PHP Workers

O número de PHP Workers necessários depende de vários fatores, incluindo sua dependência de consultas a bancos de dados, otimização de código e o tipo de tráfego que recebe.

Um site otimizado com código PHP e consultas a banco de dados eficientes processará as solicitações rapidamente, liberando os PHP Workers para a próxima solicitação.

Sites dinâmicos, como lojas de eCommerce, fóruns, sites educativos e de membros normalmente exigem mais PHP Workers do que sites estáticos, do tipo brochura. Além disso, sites mais movimentados geralmente precisam de mais PHP Workers para lidar com o aumento de tráfego.

A adição de PHP Workers pode ajudar a gerenciar o aumento do tráfego e reduzir os tempos de espera para o processamento de solicitações, mas é essencial equilibrar isso com os recursos disponíveis de CPU e RAM. Se o servidor não tiver CPU e RAM suficientes para suportar PHP Workers adicionais, isso pode criar um gargalo, levando a problemas de desempenho.

Com a Kinsta, você pode monitorar a atividade do PHP Worker usando a ferramenta APM da Kinsta para identificar problemas de desempenho e consultas lentas.

Ferramenta APM da Kinsta no MyKinsta.
Ferramenta APM da Kinsta no MyKinsta.

Se o seu site atinge frequentemente seu limite de PHP Workers, talvez você precise adicionar mais PHP Workers ou otimizar o código e as consultas do seu site para melhorar o desempenho.

Como adicionar PHP Workers

Para adicionar PHP Workers ao seu site, você pode atualizar seu plano de hospedagem ou comprar PHP Workers adicionais. Veja como você pode fazer isso:

  • Atualizar seu plano de hospedagem — Cada plano Kinsta tem um número específico de PHP Workers. Fazendo upgrade para um plano de nível superior, você aumenta o número de PHP Workers do seu site. Por exemplo, ao passar de um plano inicial para um plano comercial, você aumentará o número de PHP Workers de dois para quatro.
  • Planos personalizados — Para sites com necessidades específicas, a Kinsta oferece planos personalizados em que você pode especificar o número de PHP Workers necessários. Isso é ideal para sites de alto tráfego ou com conteúdo dinâmico significativo. Entre em contato com a equipe de vendas da Kinsta para discutir suas necessidades e obter uma cotação personalizada.

Ao aumentar o número de PHP Workers, você pode ajudar seu site a lidar com mais solicitações simultâneas, o que leva a um melhor desempenho e a uma experiência de usuário mais tranquila.

No entanto, certifique-se sempre de que seu servidor tenha recursos suficientes de CPU e RAM para suportar os PHP Workers adicionais, evitando criar gargalos de desempenho.

Práticas recomendadas para o gerenciamento de recursos de PHP

O gerenciamento eficaz dos recursos de PHP é fundamental para manter o desempenho e a estabilidade do seu site WordPress.

Aqui estão algumas práticas recomendadas para otimizar sua memória de PHP e o uso de workers:

  1. Cache eficiente — Implementar mecanismos robustos de cache pode reduzir significativamente a carga sobre os PHP Workers. Fornecer conteúdo em cache aos visitantes minimiza o número de solicitações que precisam ser processadas pelos PHP Workers, liberando-os para tarefas mais dinâmicas.
  2. Otimize o código e as consultas — Certifique-se de que o código PHP e as consultas ao banco de dados estejam bem otimizados. A execução eficiente do código e interações simplificadas com o banco de dados reduzem o tempo de processamento, permitindo que os PHP Workers processem mais solicitações em menos tempo.
  3. Atualize as versões do PHP — Atualize regularmente para as versões mais recentes do PHP, que geralmente incluem aprimoramentos de desempenho e melhorias de segurança. As versões mais recentes do PHP geralmente são mais rápidas e mais eficientes.
  4. Monitore o uso de recursos — Use ferramentas como a APM da Kinsta ou o Query Monitor para avaliar o uso de recursos. O monitoramento ajuda a identificar gargalos e ineficiências em tempo real, permitindo tomar medidas corretivas imediatamente.

Resumo

O gerenciamento eficaz dos recursos PHP é crucial para o desempenho e a estabilidade dos sites WordPress hospedados na Kinsta. Este artigo explorou os limites de memória PHP e os PHP Workers, suas funções e como otimizar seu uso.

Para obter recomendações personalizadas ou para aumentar seu limite de memória PHP ou PHP Workers, por favor, inicie um novo ticket ou envie um e-mail para [email protected].

Joel Olawanle Kinsta

Joel is a Frontend developer working at Kinsta as a Technical Editor. He is a passionate teacher with love for open source and has written over 300 technical articles majorly around JavaScript and it's frameworks.