Em 2019, o formato em vídeo não perdeu sua força e continua sendo um dos melhores recursos para implementar sua estratégia de marketing. Até o momento, o YouTube é o segundo site mais visitado no mundo, atrás apenas do Google, que é o proprietário da plataforma. E devido ao fato de o YouTube ser um mecanismo de pesquisa, os vídeos exigem tanta otimização quanto páginas normais.

Além disso, otimizar vídeos não só resulta em posicionamentos mais altos no YouTube, mas também aumenta significativamente as chances de aparecer nos resultados de pesquisa do Google e ter mais tráfego.

Por isso, se você deseja aprender mais sobre otimização no YouTube para impulsionar a visibilidade da sua marca, continue lendo este artigo.

Passo 1: Conduza uma Pesquisa de Palavras-Chave no YouTube

Trabalhe com inteligência, não com esforço. Essa é a abordagem que você deve adotar quando se trata de marketing.

1. Encontre Palavras-Chave Relacionadas

Assim como em muitos outros fatores de SEO, a otimização de vídeo começa com uma pesquisa detalhada de palavras-chave. Neste passo, você precisa encontrar as palavras-chave mais relevantes para seu nicho e aquelas que os usuários tendem a usar quando pesquisam por um produto ou serviço similar ao seu.

Uma das ferramentas mais confiáveis para essa tarefa é o Planejador de Palavras-Chave do Google. Essa ferramenta te oferece diversas variações de palavras-chave juntamente com suas taxas de competitividade, baseadas nos termos raiz que você digita.

Planejador de Palavras-Chave do Google

Planejador de Palavras-Chave do Google

2. Analise as Tendências de Pesquisa

Outra forma de enriquecer sua lista de palavras-chave com frases-alvo poderosas e ter uma ideia das tendências de pesquisa em sua indústria é utilizar o recurso “autocompletar” do YouTube. Esse método é especialmente útil, pois permite que você colete palavras-chave que as pessoas realmente digitam no YouTube.

Também é possível ir até os vídeos mais populares que são similares aos seus e copiar as palavras-chaves para as quais eles estão otimizados. Além disso, com a ajuda do recurso “autocompletar” do YouTube, você consegue reunir boas ideais para vídeos futuros.

Autocompletar no YouTube

Autocompletar no YouTube

Google Trends também é uma ferramenta sensacional para analisar tendências de pesquisa e comparar palavras-chave de acordo com sua popularidade. Para fazer com que a ferramenta te forneça dados específicos do YouTube, você precisa alterar a opção de Pesquisa na Web para Pesquisa do YouTube.

Além de te fornecer um entendimento sobre qual é a tendência em seu nicho no momento, a ferramenta exibe como o número mensal de pesquisas muda com o tempo e estima a popularidade da palavra-chave em determinadas áreas geográficas. Google Trends também se torna muito conveniente quando você possui uma lista de palavras-chave e deseja compará-las entre si para verificar sua popularidade.

Google Trends para YouTube

Google Trends para YouTube

3. Colete Palavras-Chave de Vídeo

Tenho certeza que você percebe frequentemente que vídeos do YouTube aparecem entre os resultados nas páginas do Google para algumas palavras-chave específicas. Na verdade, entre 20-40% do tráfego do YouTube é gerado por pesquisa orgânica. Por isso, coletar e otimizar vídeos para tais palavras-chave pode aumentar significativamente suas chances de lutar por um lugar nos resultados de pesquisa orgânica no Google.

Palavras-chave de vídeos na pesquisa do Google

Palavras-chave de vídeos na pesquisa do Google

A melhor forma de coletar tais termos é inserir suas palavras-chave no Rank Tracker e observar se as páginas de resultados apresentam algum vídeo – é assim que você pode identificar palavras-chave que são mais propensas a apresentarem um vídeo nos resultados da pesquisa orgânica.

Monitorar classificação de palavras-chave para o YouTube

Monitorar classificação de palavras-chave para o YouTube

Passo 2: Otimize os Metadados do Vídeo

Você pode gostar ou não, mas desde que Google e YouTube implementaram aprendizado de máquina para reconhecer objetos, o YouTube agora é capaz de identificar objetos em seu vídeo enquanto estima sua relevância para uma consulta de pesquisa em particular. Basicamente, os metadados do vídeo perderam um pouco de sua força, o que não significa que não devem ser otimizados.

Na verdade, eles são de grande importância para nós, pois se trata exatamente do que os usuários levam em consideração quando decidem clicar ou não em seu vídeo. Além disso, é recomendável fazer o upload do arquivo com seus metadados já otimizados ao invés de fazer isso 48 horas após seu lançamento. Do contrário, o algoritmo o marcará como irrelevante.

Por isso, aqui está como você pode otimizar os metadados dos seus vídeos para satisfazer tanto os usuários quanto o YouTube.

1. Crie um Título Rico em Palavras-Chave

Imagino que não seja nenhuma surpresa que o título do vídeo seja o primeiro e às vezes o único detalhe que os usuários observam quando estimam a relevância de um vídeo. Portanto, um título perfeito deve incluir as palavras-chave nas quais você deseja ranquear, bem como resumir o assunto do seu vídeo. Tente fazê-lo chamar atenção, mas não faça promessas falsas ou escreva exageros (não crie clickbaits intencionalmente). Também é uma boa ideia verificar os títulos dos vídeos de seus concorrentes para obter inspiração.

Via de regra, vídeos com palavras-chave exatas no título apresentam melhor desempenho no que diz respeito ao ranqueamento. A explicação é simples: os usuários veem exatamente o que digitaram na barra de pesquisa, fazendo com que tais vídeos pareçam mais relevantes para eles.

Além disso, seus títulos não devem exceder o limite de 60 caracteres, pois, do contrário, serão simplesmente cortados.

2. Otimize a Descrição

Embora as descrições de vídeos possam ter até mil caracteres, os primeiros 100 (duas ou três linhas de texto) são os mais importantes, porque essa é a quantidade de texto que os usuários conseguem ler antes de precisaram clicar em “Mostrar mais”. É por isso que é importante posicionar suas palavras-chave, CTAs e links para suas contas nas mídias sociais próximas ao início da descrição.

Outra opção é incluir uma transcrição em sua descrição. No entanto, eu não recomendaria confiar totalmente nas transcrições automatizadas do YouTube. Certifique-se de revisá-las cuidadosamente ou considere usar um serviço de transcrição como o TranscribeMe para fazer todo o trabalho por você.

3. Crie uma Miniatura Personalizada

A miniatura é o primeiro detalhe que entra na mente dos usuários, uma vez que informações visuais são percebidas muito mais rapidamente que textos. E frequentemente ocorre de as pessoas julgarem um livro pela capa e decidirem se devem assistir ou ignorar seu vídeo com base na qualidade, valor informacional e visual estético da sua miniatura. É por isso que não recomendo que escolha uma das miniaturas que o YouTube gera automaticamente – ao invés disso, crie a sua própria.

Em primeiro lugar, para fazer uma miniatura ter uma aparência igualmente boa em todos os dispositivos, certifique-se de que ela atenda aos requisitos técnicos listados abaixo:

  • 1280×720 pixels
  • Proporção 16:9
  • < 2 MB
  • Formato .jpg, .gif, .bmp, or .png

Obviamente, sua miniatura deve ser atrativa para fazer com que o usuário queira clicar em seu vídeo. Também é uma boa ideia adicionar um pouco de texto nela para torná-la mais informativa.

4. Adicione Tags ao Vídeo

Otimizar as tags de seus vídeos ajuda os usuários a encontrá-los – elas até aparecem como “palavras-chave” no código fonte. A melhor forma de obter uma ideia de quais tags adicionar aos seus vídeos é observar o que sua concorrência está usando – basta instalar o TubeBuddy e a ferramenta te mostrará as tags exatas para as quais um vídeo está otimizado.

Tags de vídeo no YouTube

Tags de vídeo no YouTube

Tags de vídeo no YouTube

Quando você chega até a otimização em si, é melhor começar com tags mais longas e específicas (por exemplo, “como treinar um filhote de labrador”) e, em seguida, reduzi-las para frases mais amplas (como “treinamento de cães”). E não se esqueça de incluir as pessoas apresentadas em seu vídeo, bem como o nome da sua marca nas tags.

5. Adicione Hashtags

Usar hashtags é outra forma de impulsionar a capacidade de seus vídeos serem pesquisados. Tudo o que você precisa fazer é adicioná-las às descrições dos seus vídeos e elas aparecerão acima dos títulos. Como as hashtags foram adicionadas recentemente à plataforma, alguns dos seus vídeos mais antigos talvez não estejam otimizados com elas – por isso, certifique-se de ir até eles e fazer a correção.

Hashtags no YouTube

Hashtags no YouTube

Também é importante que as hashtags que você adiciona reflitam o conteúdo que os usuários esperam encontrar ao digitar o mesmo termo ou clicar nelas. Além disso, é importante perceber que o YouTube limita o número de hashtags a 15 para cada vídeo, portanto não exagere.

Passo 3: Melhore a Retenção e o Engajamento dos Usuários

Desde que o tempo de exibição e a retenção de público se tornaram fatores-chave de ranqueamento, o YouTube passou a recompensar vídeos que mantêm as pessoas por um período maior de tempo, pois atendem melhor aos critérios de conteúdo de qualidade. Além disso, alguns indicadores de engajamento, como os comentários, também têm uma forte correlação com o ranqueamento no YouTube. Por isso, aqui está como você pode impulsionar seu tempo de exibição, retenção de usuários e engajamento em seus vídeos.

1. Otimize para o Tempo de Exibição

A melhor coisa a fazer para começar a otimização do tempo de exibição é analisar seus relatórios de Tempo de Exibição, que são capazes de oferecer informações preciosas sobre a duração média de cada exibição, porcentagem média assistida e retenção do público. Essas métricas ajudarão você a entender o quão engajados são seus espectadores e a identificar pontos fracos em sua estratégia.

Se você observar que os espectadores não passam de sua introdução,  pode significar que ela é muito longa. Se esse for o caso, tente cortar conteúdo desnecessário e vá direto ao ponto.

Para aumentar as sessões gerais em seu canal, considere promover seus demais vídeos diretamente no próprio vídeo ou na descrição. Também é uma boa ideia combinar vídeos que cubram assuntos similares em uma playlist – eles serão reproduzidos automaticamente cada vez que alguém terminar de assistir um vídeo que faz parte da série.

2. Encoraje o Engajamento

Assim como o tempo de exibição, vídeos marcados como “gostei”, inscrições e comentários têm uma forte correlação com o ranqueamento. O primeiro passo para encorajar os espectadores a interagirem com seus vídeos é identificar as áreas para melhoria. E não há forma melhor de fazer isso do que a ajuda oferecida pelo YouTube Analytics – ele permite que você veja exatamente quais vídeos impulsionam inscrições ou cancelamento de inscrições, bem como locais onde o conteúdo do vídeo em particular é mais popular. 

Para encorajar seus espectadores a comentar, faça uma pergunta direta a eles ao final do seu vídeo. E, é claro, certifique-se de respondê-los para estimular ainda mais as discussões e fazer com que o público se sinta ouvido.

Outra estratégia que está ganhando popularidade, principalmente entre blogueiros, é realizar concursos que solicitem que os espectadores marquem o vídeo como “gostei”, se inscrevam no canal e escrevam um comentário no vídeo. É claro que muitos deles cancelarão a inscrição assim que a premiação for distribuída, mas ainda assim um grande número de novos inscritos pode dar ao seu vídeo um impulso significativo no ranqueamento.

3. Melhore Seu Canal

Uma das melhores formas de melhorar seu canal e adicionar interatividade aos seus vídeos é implementar Cards. Eles podem ser de seis tipos diferentes, baseados naquilo que você deseja promover: canal, link, enquete, vídeo, playlist e doações.

YouTube Cards

YouTube Cards

YouTube Cards

Telas de encerramento também podem ajudar muito se você deseja direcionar os espectadores para outros vídeos seus, bem como ganhar algum tempo extra de exibição. Adicione telas de encerramento nos últimos cinco a vinte segundos e promova um vídeo/playlist ou outro canal, encoraje os espectadores a se inscreverem e aponte-os para websites aprovados.

Telas de Encerramento no YouTube

Telas de Encerramento no YouTube

Com 85% dos vídeos no Facebook reproduzidos com o volume desligado, adicionar legendas e closed caption pode se tornar mais uma necessidade que um simples detalhe adicional positivo. Além disso, é uma boa oportunidade para tornar seus vídeos compreensíveis para espectadores com deficiência auditiva ou pessoas que falam outros idiomas. Por isso, sempre considere implementar legendas e closed caption.

E por fim, mas não menos importante, quero chamar sua atenção para a qualidade de seus vídeos. Na verdade, vídeos em formato HD são muito mais apreciados tanto pelo público quanto pelo YouTube – 68,2% dos vídeos na primeira página do YouTube são em HD. Por isso, certifique-se de produzir seu conteúdo em um formato de vídeo em HD caso ainda não tenha feito isso.

Passo 4: Promova Seus Vídeos

Embora a pesquisa de palavras-chave, otimização de metadados e melhoria na retenção de usuários sejam atividades muito importantes, elas dificilmente trazem a você qualquer lucro se seu vídeo não estiver em nenhum lugar onde possa ser visto. Por isso, aqui está como você pode promover seus vídeos e ganhar algumas visualizações extras.

Obviamente, a primeira coisa que vem à mente quando pensamos sobre promoção de conteúdo são as redes sociais. E esse é realmente um bom lugar para começar sua rotina de promoção de vídeos. Em 2018, 500 milhões de pessoas assistiram vídeos no Facebook todos os dias. Já no que diz respeito ao Twitter, Tweets com vídeos são retuitados seis vezes mais que aqueles que apresentam fotos.

Dito isso, redes sociais continuam sendo plataformas muito poderosas para promover vídeos. E se você deseja monitorar a repercussão que seus vídeos causam, considere usar uma ferramenta de monitoramento de mídias sociais, como Awario, Mention ou Brandwatch. Ao configurar um alerta no Awario você consegue monitorar e analisar sua presença nas mídias sociais, bem como obter insights preciosos sobre as estratégias de promoção de vídeo de seus concorrentes. 

Outra estratégia de promoção de vídeo que provou sua efetividade é incorporá-los aos posts de blogs. É assim que você pode ganhar alguns links, bem como lutar para aparecer nos resultados de pesquisas orgânicas. Vídeos e conteúdo juntos significam ganho mútuo.

Os melhores lugares para promover seus vídeos são aqueles em que as pessoas estão procurando ativamente por respostas. Portanto, considere posicionar seus vídeos em sites de perguntas e respostas, como o Quora. Encontre uma pergunta que acredite que seu vídeo aborda e coloque-o ao final de sua resposta. No entanto, também preciso avisá-lo que o Quora é excelente em detectar spams – por isso seja cuidadoso e tenha como objetivo principal ser útil para a comunidade Quora.

Para complementar, considere adicionar seus vídeos em fóruns ou blogs com assuntos relevantes como uma resposta para a pergunta de alguém nos comentários.

Outra forma de receber mais olhares para seus vídeos daqueles que são mais propensos a assisti-los e apreciá-los é anexá-los à sua newsletter. A questão é que tais pessoas já são seus clientes e estão mais propensas a pelo menos clicar em um link para seu vídeo. Se desejar informá-las sobre uma promoção que se aproxima, você pode adicionar um vídeo que explique como usar seu produto ou por que ele é melhor que o da concorrência.

Passo 5: Equipe-se com Ferramentas Poderosas para SEO no YouTube

É claro que com ferramentas poderosas para SEO no YouTube ao seu lado, diversas tarefas que consomem tempo podem ser realizadas muito rapidamente. Por isso, aqui está uma seleção das ferramentas ideais de SEO no YouTube para você conferir.

1. YouTube Analytics

YouTube Analytics: A melhor opção para análise de desempenho geral do canal no YouTube.

YouTube Analytics

YouTube Analytics

Claro que o mais certo é começar com o YouTube Analytics. A ferramenta é insubstituível quando se trata de entender seu público e como ele se engaja com seus vídeos. Também vale mencionar que o YouTube recentemente mudou do “Creator Studio” para o mais simples e intuitivo “YouTube Studio Beta”.

Basicamente, a ferramenta mostra a você o desempenho geral do canal, bem como dados sobre vídeos específicos. O YouTube Analytics também permite que você descubra os hábitos de exibição dos espectadores, analise sua demografia e observe de onde o tráfego vem.

Também há algumas métricas novas como impressões, taxa de cliques por impressões e visitantes únicos que são apresentadas na versão atualizada da ferramenta. Além disso, o novo YouTube Analytics compara o desempenho do seu último vídeo com os anteriores para monitorar seu progresso.

2. Rank Tracker

Rank Tracker: A melhor opção para verificar ranqueamentos no YouTube, pesquisar palavras-chave e analisar palavras-chave.

Rank Tracker

Rank Tracker

Com Rank Tracker, você pode definir o YouTube como o mecanismo de pesquisa preferencial e acompanhar seu ranqueamento, bem como monitorar seus vídeos nos resultados de SERPs. A ferramenta também permite que você colete palavras-chave através de 23 métodos diferentes de pesquisa de palavras-chave, incluindo o recurso “autocompletar” do YouTube, e compará-las de acordo com os indicadores SEO mais importantes.

Como já mencionei, a ferramenta é incrível para revelar palavras-chave de vídeos e monitorá-los – você consegue observar as palavras-chave exatas que fazem vídeos aparecerem entre os resultados de pesquisas orgânicas. Certifique-se de verificar a métrica exclusiva do Rank Tracker chamada YouTube Keyword Difficulty para identificar e coletar imediatamente palavras-chave fáceis de ranquear.

3. Awario

Awario: A melhor opção para monitorar menções nas mídias sociais.

Awario

Awario

É fato que sinais sociais influenciam bastante o algoritmo de ranqueamento do YouTube. Além disso, menções sem link provavelmente ganharão mais poder no algoritmo de ranqueamento do YouTube, porque já são um sinal de classificação para o Google. Nesse aspecto, você precisa monitorar e analisar seus vídeos nas mídias sociais e presença na Internet e pesquisar por mais menções e fontes de links. Felizmente, o Awario pode te ajudar com as duas tarefas.

Para visualizar a repercussão do seu vídeo nas mídias sociais, basta inserir sua URL ao configurar um alerta. Ou você pode digitar as palavras-chave que pesquisou, monitorá-las com um alerta (com a ajuda da pesquisa Booleana) e encontrar várias oportunidades para promover seus vídeos. Configure a ferramenta para monitorar apenas resultados do YouTube e conduza uma pesquisa aprofundada da concorrência para impulsionar seu ranqueamento.

Além disso, você pode conectar sua conta do YouTube ao Awario para ser capaz de curtir e responder comentários diretamente na ferramenta.

4. Canva

Canva: A melhor opção para criar o design de artes e miniaturas para canais no YouTube.

Canva tool

Canva tool

Canva é um aplicativo gráfico freemium que oferece uma grande seleção de modelos para todos os tipos de efeitos visuais, incluindo personalização de miniaturas de vídeo. O aplicativo possui uma versão gratuita, que é ligeiramente limitada em termos de número de modelos e membros.

No entanto, se você decidir investir em uma conta comercial (US$9,95 mensais para um usuário), receberá acesso a um grande banco de dados de imagens (300 mil imagens), bem como a oportunidade de carregar suas próprias fontes e paletas de cores.

5. TubeBuddy

TubeBuddy: A melhor opção para gerenciamento de canais no YouTube e otimização de vídeos.

TubeBuddy

TubeBuddy

TubeBuddy é uma extensão gratuita que facilita em dez vezes seu trabalho quando se trata de gerenciamento de um canal no YouTube. Por ser uma extensão, você pode operá-la dentro do YouTube sem precisar alterar sua tela para um aplicativo externo. Com a ajuda do TubeBuddy, é possível monitorar estatísticas de vídeos em tempo real, acompanhar compartilhamentos sociais, bem como receber dicas de otimização para seus vídeos.

O melhor detalhe sobre a ferramenta é que ela exibe os dados mencionados acima para todos os vídeos no YouTube. Assim, você pode observar como seus concorrentes otimizam seus vídeos e analisar como você se compara à concorrência.

YouTube é o segundo site mais visitado no mundo. Use SEO para impulsionar seu video marketing! 🎥 Click to Tweet

Resumo

Por hoje é isso que temos a falar sobre SEO no YouTube. Vamos revisar rapidamente tudo o que abordamos.

Comece otimizando seus vídeos com uma pesquisa de palavras-chave adequada, prestando atenção especial às palavras-chave de vídeos. Em seguida, otimize os metadados dos seus vídeos usando essas palavras-chave. Não se esqueça de fazer isso dentro das primeiras 48 horas após fazer seu upload. Uma vez que seu vídeo estiver disponível, certifique-se de promovê-lo e construir links para ele. Por fim, tente otimizar sua própria rotina de SEO no YouTube, equipando-se com um conjunto poderoso de ferramentas para YouTube.

Conhece outras dicas sobre SEO no YouTube ou ferramentas que acredita que deveríamos adicionar no post? Compartilhe conosco nos comentários abaixo.

7
Shares