Se você está entediado em sua função atual de desenvolvimento, a transição para um trabalho de desenvolvimento full-stack pode ser a melhor coisa que você poderia fazer por sua carreira.

De acordo com o Relatório de Empregos Emergentes 2020 do LinkedIn, os empregos de desenvolvedor estão em lugar na lista de empregos em crescimento. Pesquisas do Bureau of Labor Statistics (BLS) dos EUA mostram uma trajetória semelhante, pois estimam que os empregos de desenvolvimento e design na web aumentarão 8% até 2029.

Mas o que é um desenvolvedor full-stack, o que eles fazem, e como você se torna um? Continue lendo, e nós lhe diremos tudo o que você precisa saber sobre como ser um desenvolvedor full-stack.

Vamos mergulhar!

O que significa “Full-Stack”?

Antes de se tornar um desenvolvedor full-stack, você precisa entender o termo “full-stack” Desenvolvedores trabalhando em uma capacidade “full-stack” trabalham tanto em projetos de desenvolvimento frontend quanto backend.

Projetos de desenvolvimento frontend (ou desenvolvimento do lado do cliente) incluem qualquer coisa que os usuários vejam. Inclui sites e aplicativos web com as quais os clientes interagem (como a interface de um aplicativo web de eCommerce).

Os projetos de desenvolvimento backend (ou desenvolvimento no lado do servidor) incluem qualquer parte dos bastidores de um site ou aplicativo web. Especificamente, o desenvolvimento backend foca em três coisas:

  1. O servidor: O computador que roda o backend do site
  2. O banco de dados: O espaço onde o site armazena seus dados
  3. Aplicativo: A ferramenta que se comunica com o servidor e o banco de dados

Como desenvolvedores full-stack trabalham tanto em projetos frontend quanto backend, eles precisam usar tanto linguagens e ferramentas de programação frontend quanto backend em seu trabalho.

Isso inclui linguagens como HTML, JavaScript e CSS para desenvolvimento frontend e linguagens de programação como Java, Python e Ruby para desenvolvimento backend.

Mas, além da codificação, o que os desenvolvedores full-stack fazem no dia-a-dia?

Aborrecido em seu papel atual? 😴 Veja o que uma carreira em desenvolvimento full-stack poderia ter para oferecer 👀Click to Tweet

O que faz um desenvolvedor full-stack?

As responsabilidades diárias que você pode esperar como um desenvolvedor full-stack serão diferentes com base na empresa para a qual você trabalha, na sua indústria e na sua experiência. Todos estes fatores influenciarão o tipo de trabalho que seu empregador lhe dá.

No entanto, se você olhar para as postagens de empregos para desenvolvedores full-stack, você vai notar que muitas posições compartilham dez responsabilidades típicas. Estas incluem:

  • Projetando a arquitetura de novos sites e programas baseados na web.
  • Desenvolvendo interfaces de programação de aplicativos (APIs). As APIs são intermediários de software que ajudam os aplicativos a se comunicarem entre si.
  • Trabalhando com usuários para entender suas necessidades tecnológicas ao projetar novos sites ou programas.
  • Desenvolvendo atualizações para melhorar a usabilidade e as capacidades do backend de um site.
  • Manter o frontend de um site para garantir que ele funcione.
  • Otimizar os sites para ter certeza de que eles sejam amigáveis ao celular.
  • Trabalhar com designers gráficos para desenvolver sites atraentes e funcionais.
  • Criar servidores e bancos de dados para sites.
  • Supervisionar um projeto através de cada fase do ciclo de vida de desenvolvimento de sistemas (SDLC).
  • Trabalhar com outros profissionais (incluindo engenheiros DevOps, especialistas em cibersegurança, designers gráficos e outros desenvolvedores web).

Naturalmente, como os desenvolvedores full-stack têm uma extensa gama de responsabilidades no trabalho, eles são compensados razoavelmente bem.

Vamos cobrir a seguir o salário médio de um desenvolvedor full-stack.

Quanto os desenvolvedores full-stack ganham?

Vamos olhar alguns dados para posições de tempo integral nos EUA especificamente.

De acordo com Glassdoor, o desenvolvedor médio full-stack ganha US$ 98.000 anualmente, e a maioria dos desenvolvedores ganha entre US$ 63.000 e US$ 156.000. O salário médio do Glassdoor é baseado em relatórios de 3.372 salários.

De acordo com o Payscale, o salário base médio de um desenvolvedor full-stack é de US$ 75.057, e muitos desenvolvedores ganham entre US$ 48.000 e US$ 113.000 anualmente.

De acordo com o Indeed, o desenvolvedor médio full-stack ganha US$ 104.396 anualmente. Seus dados são baseados em relatórios de 5.000 salários.

Finalmente, de acordo com o Talent.com, o salário médio de um desenvolvedor full-stack é de US$ 107.434, e a faixa está entre US$ 87.750 – US$ 144.754 anualmente. O salário médio do Talent.com é baseado em 10.000 salários.

Há uma extensa gama de salários médios entre esses sites.

Este desvio é devido a vários fatores, incluindo educação, experiência, responsabilidades no trabalho, a empresa (e sua rentabilidade), a localização do trabalho e se a posição inclui benefícios.

Então, como se compara o salário de um desenvolvedor full-stack com outros empregos?

De acordo com nossos cálculos, o desenvolvedor WordPress médio em tempo integral nos EUA ganha US$ 63.348, o desenvolvedor web médio ganha entre US$ 60.000 – US$ 75.000, e o desenvolvedor PHP médio ganha US$ 63.000 (em uma função júnior) e US$ 94.000 (em uma função sênior).

Isso significa que os desenvolvedores full-stack ganham mais – no entanto, os desenvolvedores full-stack precisam dominar uma gama mais ampla de ferramentas e tecnologias do que outros desenvolvedores.

Vamos cobrir algumas dessas ferramentas agora.

Que habilidades você precisa para se tornar um desenvolvedor full-stack?

Se você quer se tornar um desenvolvedor full-stack de sucesso, existem dez habilidades de desenvolvimento frontend e backend que você deve construir. Estas incluem:

1. A capacidade de codificar em linguagens de frontend

Como os desenvolvedores full-stack frequentemente trabalham no frontend de sites, você precisará dominar as linguagens de desenvolvimento frontend, como por exemplo:

HTML

Os desenvolvedores usam a linguagem Hypertext Markup Language (HTML) para criar a estrutura dos sites. Você usará HTML quando criar páginas web com cabeçalhos, tabelas, listas, caixas de parágrafos e imagens distintas.

CSS

Os desenvolvedores usam Cascading Style Sheets (CSS) para criar as partes estilísticas da interface de usuário do site.

Como um desenvolvedor full-stack, você usará CSS para adicionar elementos estilísticos (como cores e fontes) e ajustar o site para dispositivos móveis e tablets.

Javascript

Os desenvolvedores usam Javascript para criar os elementos de uma página web que interage com um usuário.

Como um desenvolvedor full-stack, você usará Javascript para construir as peças funcionais e desenhar juntos elementos do frontend e backend.

Por exemplo, você pode usar Javascript ao criar botões para os usuários clicarem.

2. Especializar em frameworks e bibliotecas frontend

Durante os projetos de desenvolvimento frontend, os desenvolvedores full-stack usam uma gama de frameworks e ferramentas para trabalhar rapidamente. Naturalmente, seria útil se você aprendesse alguns desses frameworks e ferramentas, inclusive:

Bootstrap

Bootstrap é uma framework de código extenso que oferece código HTML, CSS, e Javascript. Bootstrap é atualmente o framework de frontend mais popular do mundo, por isso é uma excelente ferramenta para o seu arsenal.

Bootstrap website homepage
Bootstrap

jQuery e React

jQuery e React são ambos frameworks que os desenvolvedores usam para projetos JavaScript.

Angular

Angular é uma plataforma e framework que os desenvolvedores usam para construir sites e aplicativos baseados na web. Angular é uma ferramenta muito nova, já que a equipe do Google Angular só a lançou em 2016.

Angular é uma excelente escolha para desenvolvedores que precisam projetar um site ou aplicativo web que funcione consistentemente entre computadores, telefones e tablets.

Angular website homepage
Angular

3. A capacidade de codificar em linguagens de backend

Como desenvolvedores full-stack também trabalham com o backend de sites, você precisará dominar as linguagens de desenvolvimento backend como:

PHP

Hypertext Preprocessor (PHP) é uma linguagem de script para todos os propósitos usada para desenvolvimento web.

O PHP foi lançado pela primeira vez em 1995 e tem sido razoavelmente popular desde então, já que 79,1% de todos os sites com linguagens conhecidas o utilizam. As pessoas frequentemente comparam o PHP ao Angular (embora o Angular seja para desenvolvimento frontend).

Python

Python é uma linguagem de programação que data de 1991. Python é particularmente útil quando se trabalha com bancos de dados ou na construção de um aplicativo web.

Java

Java é uma linguagem de programação orientada a objetos (OOP) baseada em objetos. Ela foi lançada pela primeira vez em 1995, e 40,2% dos desenvolvedores de software agora a utilizam.

Ruby

O Ruby é outra linguagem de programação para todos os fins que os desenvolvedores full-stack usam. Ruby é uma linguagem open-source que é muito fácil de aprender. 5% de todos os sites com uma linguagem de programação conhecida no lado do servidor usam Ruby.

4. Especializar em frameworks e bibliotecas de backend

Como no desenvolvimento frontend, os desenvolvedores full-stack usam uma gama de frameworkse ferramentas para trabalhar em projetos backend rapidamente.

Naturalmente, você precisará aprender algumas dessas ferramentas e frameworks, inclusive:

The Laravel Framework

A The Laravel Framework é uma framework PHP que dá aos desenvolvedores acesso a uma extensa biblioteca de código pré-escrito. A framework Laravel é de código aberto e segue o padrão arquitetônico MVC (MVC significa “Model, View, Controller”).

Laravel framework on Github
The Laravel Framework no Github

Spring

Spring é uma framework de código aberto que os desenvolvedores usam para construir projetos com Java rapidamente.

A Spring usa uma programação orientada ao aspecto (AOP). O AOP é um paradigma de programação que usa o cross-cutting para criar um programa flexível que se ajusta rapidamente às mudanças.

Django

Django é um framework escalável, seguro e rápido que os desenvolvedores usam para construir projetos com Python. Django é perfeito para a construção de sites, pois pode ajudá-lo a criar qualquer site e funciona com a maioria dos frameworks do lado do cliente.

5. Habilidades com o banco de dados

Durante os projetos de desenvolvimento backend, os desenvolvedores backend precisam construir e gerenciar bancos de dados. Naturalmente, você precisará aprender a usar algumas das mais populares ferramentas de banco de dados, inclusive:

MySQL

O MySQL é um sistema de banco de dados gratuito e de código aberto que os desenvolvedores usam para armazenar bancos de dados web.

É um sistema de gerenciamento de banco de dados relacional que ordena dados em tabelas. O MySQL também faz parte da pilha de software LAMP (que nós cobriremos na próxima seção).

MySQL website homepage
MySQL

Oracle

Oracle é um sistema de gerenciamento de banco de dados popular para grandes projetos e bancos de dados complicados. A Oracle também usa uma abordagem de banco de dados relacional, embora a Oracle tenha projetado seu sistema para funcionar especificamente com bancos de dados complexos.

Se você quiser obter o máximo do MySQL e Oracle, você também precisará aprender a usar a linguagem de consulta estruturada (SQL). SQL ajudará você a se comunicar com as ferramentas de atualização e recuperação de dados rapidamente.

MongoDB

MongoDB é uma ferramenta de banco de dados que os desenvolvedores usam para aplicativos web. Ao contrário de Oracle e MySQL, MongoDB não usa SQL, então você não precisará aprender como usar SQL para usar MongoDB.

6. Especializar em pilhas populares

Como um desenvolvedor full-stack, você precisará aprender a usar pilhas de tecnologia populares.

Uma pilha de tecnologia é uma coleção de softwares usados para produzir aplicativos web, projetos e sites. Enquanto as pilhas que você usa dependerão do seu empregador e equipe, você deve se familiarizar com pilhas populares antes de se tornar um desenvolvedor full-stack.

Algumas dessas pilhas populares incluem:

  • A pilha LAMP: Inclui Linux, Apache, MySQL, e PHP
  • A pilha MEAN: Inclui MongoDB, Express.js, Angular.js, e Node.js
  • A pilha MERN: Inclui MongoDB, Express.js, React.js, e Node.js
  • A pilha SERN: Inclui SQL, Express.js, React.js, e Node.js
  • A pilha Django: Inclui Django, Python, e MySQL
  • A pilha Ruby on Rails: Inclui Ruby, SQLite, e Rails

7. Um entendimento do DevOps

Dependendo de sua organização, você pode precisar trabalhar com engenheiros DevOps em seu papel de desenvolvedor full-stack. Os engenheiros do DevOps aplicam uma combinação de ferramentas, práticas e idéias em projetos para ajudá-los a passar do conceito para o lançamento rapidamente.

Naturalmente, você deve entender a framework DevOps se você precisar adotar uma abordagem DevOps.

A abordagem DevOps usa uma versão modificada do SDLC que guia os desenvolvedores através da construção e liberação de atualizações e projetos de forma incremental (engenheiros DevOps se referem a isso como “Integração Contínua/entrega contínua” ou CI/CD).

DevOps life cycle graphic
Ciclo de vida DevOps (Fonte: Atlassian)

Assim que você entender o que é DevOps, você vai querer aprender como obter o máximo da abordagem. Isso significa dominar ferramentas como:

  • Atlassian Bamboo e Jenkins, que automatizam tarefas repetitivas
  • Puppet e Chef, que ajudam os engenheiros da DevOps a configurar diferentes elementos dos sistemas para que sejam consistentes
  • Nagios e Raygun, que permitem aos desenvolvedores acompanhar o desempenho de um projeto após a implantação
  • Docker e Kubernetes, que ajudam os desenvolvedores a empacotar o código e distribuí-lo em containers

8. Um entendimento dos princípios de design UX

Como os desenvolvedores full-stack constroem muitos sites, você precisará aprender como projetar um ótimo site usando os princípios de Design User Experience (UX). Estes princípios incluem:

  • Foco no usuário
  • Consistência de uso
  • Estruturar seu site com hierarquia (isto é, colocar os elementos essenciais em primeiro lugar)
  • Crie seu site para dispositivos móveis e desktop
  • Dar ao usuário o controle sobre sua experiência no site
  • Faça seu site acessível a todos os usuários (ou seja, certifique-se de que as pessoas cegas, surdas e daltônicas possam interagir com seu site)
  • Teste a usabilidade do seu site antes de liberá-lo

9. Experiência com ferramentas para desenvolvedores

Se você tem um histórico de desenvolvimento, você já deve saber como usar ferramentas essenciais para desenvolvedores como BitBucket, GitHub e Git. No entanto, como você fará muito desenvolvimento web como um desenvolvedor full-stack, você também deve aprender a usar ferramentas de desenvolvimento web, como por exemplo:

Precisa de uma hospedagem rápida, confiável e totalmente segura para o seu site WordPress? Kinsta fornece tudo isso e suporte de classe mundial 24/7, por especialistas em WordPress. Confira nossos planos

Você também pode precisar aprender como usar ferramentas de desenvolvimento WordPress como DevKinsta. DevKinsta é um conjunto gratuito de ferramentas que o ajudarão a construir, desenvolver e testar sites WordPress.

Mais de 10.000 profissionais atualmente usam DevKinsta, incluindo web designers, freelancers e desenvolvedores.

DevKinsta website homepage
DevKinsta

10. Grandes habilidades especiais

Finalmente, qualquer desenvolvedor precisa de fantásticas habilidades especiais. Embora o desenvolvimento full-stack seja um trabalho técnico, você precisa trabalhar com colegas e usuários para entregar cada projeto.

Naturalmente, você vai precisar:

  • Excelente habilidade de escuta ativa: Para ajudar você a entender as perspectivas das outras pessoas
  • Excelentes habilidades de trabalho em equipe: Para ajudar você a trabalhar com os outros
  • A capacidade de receber feedback construtivo: Você precisará ajustar seu trabalho com base no feedback de colegas e usuários
  • A capacidade de orientar outros desenvolvedores: Seu empregador pode esperar que você empreste sua experiência aos desenvolvedores juniores que ainda estão construindo suas habilidades
  • Habilidades de gerenciamento de tempo: Você pode precisar fazer malabarismos com vários projetos simultaneamente

Então, assumindo que você tenha todas as 10 habilidades que discutimos, por que você deveria aplicá-las no desenvolvimento full-stack?

Por que se tornar um desenvolvedor full-stack?

Como a maioria dos desenvolvedores full-stack ganha mais de US$ 75.000 por ano, o desenvolvimento full-stack é uma carreira lucrativa. Mas ele também oferece outros benefícios.

Como um desenvolvedor full-stack, você vai fazer a ponte entre o desenvolvimento do frontend e o backend. Isso lhe dará uma abordagem única ao desenvolvimento web, já que você trabalhará em cada aspecto de um projeto (ao invés de apenas uma pequena parte).

Muitos desenvolvedores acham esta parte do papel gratificante quando você leva um projeto do conceito ao lançamento.

O desenvolvedor full-stack também é uma excelente carreira para profissionais que gostam de flexionar diferentes músculos no trabalho. Os desenvolvedores full-stack usam inúmeras ferramentas e habilidades e trabalham em uma gama diversificada de projetos – o que significa que seu trabalho será altamente envolvente.

Como você aprenderá muitas habilidades como um desenvolvedor full-stack, você também se tornará um grande trunfo para seu empregador. Naturalmente, se você estiver interessado em progredir em uma função gerencial, o desenvolvimento full-stack pode ser o ponto de partida perfeito (dependendo da sua empresa).

Então, como você começa pelo caminho do full-stack?

Como se tornar um desenvolvedor full-stack

Como você precisará de fortes habilidades de desenvolvimento de software para ter sucesso em uma função de desenvolvedor full-stack, a maioria dos desenvolvedores full-stack transitam para a posição depois de trabalhar em outro trabalho de desenvolvimento de software.

Se você nunca trabalhou como desenvolvedor antes, você pode querer considerar primeiro procurar um trabalho de desenvolvedor web, um desenvolvedor java, um engenheiro de software, um desenvolvedor frontend, ou um trabalho de desenvolvedor backend.

Uma vez que você tenha alguma experiência, você pode fazer a transição para um papel full-stack com estes passos:

Passo 1: Domine o básico

Primeiro, você precisará melhorar suas habilidades de programação. Embora você não precise ser um especialista em todas as línguagens, nós recomendamos melhorar suas habilidades em:

  • CSS
  • Javascript
  • HTML
  • Java
  • Python
  • Ruby

Há muitos recursos que você pode usar para construir suas habilidades de desenvolvimento. Por exemplo, você pode usar recursos como o Projeto Odin, que lhe ensinará o básico do desenvolvimento full-stack e como desenvolver com Ruby on Rails e Javascript.

The Odin Project website homepage
The Odin Project

Como o WordPress agora alimenta 40% de todos os sites na internet, você também deve aprender como usar o WordPress para gerenciar um site, desenvolver um tema e usar plugins.

Embora você possa aprender através do trial-and-error, a melhor maneira de aprender o WordPress é através de um curso online.

Se você nunca usou PHP antes, você deve se familiarizar com ele enquanto aprende WordPress.

Como o WordPress é construído principalmente em PHP, você pode precisar de PHP para o desenvolvimento backend. Fazer um curso é uma ótima maneira de aprender PHP. Você também pode instalar PHP, e construir suas habilidades com o tempo.

Passo 2: Aprimore seus conhecimentos

Uma vez que você tenha dominado o básico, você deve se preparar para o seu novo papel de desenvolvimento full-stack, melhorando seu conhecimento e construindo suas habilidades. Há muitas maneiras de fazer isso, inclusive:

Screenshot of LinkedIn Learning's full-stack developer course
Curso para desenvolvedores do LinkedIn

Você também deve se juntar à comunidade online de desenvolvimento full-stack através de sites como StackOverFlow e subreddits como r/fullstack. Juntar-se à comunidade o ajudará a aprender observando os outros, pois você pode ver como eles resolvem os problemas.

r/fullstack subreddit page where developers talk online
r/fullstack subreddit page where developers talk online

Passo 3: Crie um portfólio e candidate-se a empregos

A seguir, você deve construir um portfólio digital para mostrar suas habilidades de desenvolvimento full-stack. Idealmente, seu portfólio deveria documentar de dois a quatro de seus projetos de desenvolvimento web.

Os melhores portfólios são bastante simples, como eles incluem:

  • Um link para cada site ou projeto
  • Uma explicação detalhada das ferramentas e processos que você usou para cada projeto
  • Qualquer reflexão que você tenha sobre o processo (ou seja, o que funcionou bem, quaisquer desafios que você enfrentou, o que você aprendeu com ele)

Assim que você terminar seu portfólio, adicione-o ao seu currículo e comece a se candidatar a empregos full-stack. Você pode encontrar posições de full-stack em sites como:

Dicas para ajudar você a conseguir um emprego

Procurar por um trabalho de desenvolvimento full-stack quando você ainda está entrando no campo pode ser assustador. Aqui estão algumas dicas para ajudar você a conseguir o papel perfeito:

  • Não se preocupe em dominar cada ferramenta ou linguagem, e priorize aquelas que lhe servirão melhor no trabalho que você deseja
  • Considere a adoção de um nicho com base em suas habilidades (por exemplo, marca você mesmo como um desenvolvedor WordPress full-stack).
  • Participe de conferências de stack completo para trabalhar em rede e encontrar um mentor
  • Fale com o seu gerente sobre assumir mais responsabilidades de desenvolvedor full-stack em seu trabalho atual, se possível, pois isso o ajudará na transição para uma função full-stack mais fácil
  • Desenvolva seu site de portfólio a partir do zero para mostrar suas habilidades
Você sabia que os empregos de desenvolvimento e design na web crescerão 8% até 2029? 📈 Intrigado? Confira tudo isso aqui... 👀Click to Tweet

Resumo

Se você é um desenvolvedor à procura de um desafio, a transição para um trabalho de desenvolvimento full-stack pode ser um excelente passo para a sua carreira.

As posições de desenvolvimento full-stack são exigentes, mas recompensadoras quando você pega um projeto e o constrói a partir do zero.

Tornar-se um desenvolvedor também é um grande passo na carreira de longo prazo, já que a BLS estima que os empregos de desenvolvimento de software crescerão 22% de 2019-2029.

Para ter sucesso como desenvolvedor, você precisará dominar linguagens de programação como HTML, CSS, Javascript, Python, Java, e Ruby. Você também precisará aprender a usar frameworks como Spring, Laravel, Bootstrap, e ferramentas de desenvolvimento web como DevKinsta.

É claro que essa não é uma lista extensa, então se você puder pensar em qualquer outra ferramenta que os novos desenvolvedores full-stack devem saber, por favor, compartilhe-as nos comentários abaixo.


Economize tempo, custos e otimize o desempenho do seu site com:

  • Ajuda instantânea de especialistas em hospedagem do WordPress, 24/7.
  • Integração do Cloudflare Enterprise.
  • Alcance global com 32 centros de dados em todo o mundo.
  • Otimização com nosso monitoramento integrado de desempenho de aplicativos.

Tudo isso e muito mais em um plano sem contratos de longo prazo, migrações assistidas e uma garantia de 30 dias de devolução do dinheiro. Confira nossos planos ou entre em contato com as vendas com as vendas para encontrar o plano certo para você.