Quando se trata de desenvolver o WordPress em um ambiente local, o XAMPP é uma ferramenta popular e confiável. No entanto, isso não significa que você nunca vai encontrar erros. Um que você pode encontrar é o erro HTTP 404 “The requested resource is not found”.

Se você tem este problema, há várias maneiras de tentar resolvê-lo. Estas soluções não são muito complicadas e não levam muito tempo para serem realizadas. Com um pouco de paciência, você deve estar pronto e funcionando novamente em pouco tempo. Neste artigo, explicaremos qual o erro “The requested resource is not found” no XAMPP. Depois, compartilharemos cinco dicas de como corrigir o problema e colocá-lo de volta no caminho certo.

O que significa o erro HTTP 404 do XAMPP “The requested resource is not found”?

Um erro 404 é um dos muitos códigos de status HTTP que são enviados de um servidor para um cliente. Em geral, um erro 404 indica que o navegador está solicitando algo que não pode ser encontrado no servidor.

Um erro HTTP 404.

Um erro HTTP 404.

Pode ser um desafio determinar a origem de um erro 404, uma vez que existem várias causas potenciais. Estas podem incluir:

  • O domínio não existe mais.
  • O recurso solicitado foi excluído ou movido para uma URL diferente.
  • A URL foi digitada erroneamente no navegador.

É provável que você tenha se deparado com estas situações quando navega na web. No entanto, você pode encontrar erros  404 ao trabalhar com o XAMPP também. Neste caso, você também pode ver a mensagem expressa como Erro 404 “The requested resource is not found”.

Como corrigir o erro HTTP 404 do XAMPP “The requested resource is not found”  (5 Dicas)

Agora que você entendeu o que é este erro particular do XAMPP, vamos explorar como corrigi-lo usando as cinco dicas a seguir.

1. Tenha certeza de que você digitou a URL corretamente

Antes de tentar qualquer outra correção, recomendamos verificar novamente se você não digitou ou incluiu nada desnecessário na URL. Por exemplo, um erro comum é incluir “XAMPP” quando não é necessário:

Um exemplo de URL de hospedeiro local com erros de digitação.

Um exemplo de URL de hospedagem local com erros de digitação.

Os toques de tecla errados são uma causa freqüente deste erro, mas também são fáceis de corrigir. Se você tem certeza de ter inserido a URL correta e ainda está tendo problemas, há algumas outras soluções que você pode tentar.

2. Verifique seu arquivo .htaccess

Um arquivo .htaccess ausente também pode causar um erro 404. Portanto, é importante ter certeza de que o arquivo existe no local correto, especialmente se você vir a versão “The requested resource is not found” do erro.

Para encontrar o arquivo, você pode navegar para a pasta XAMPP em seu computador. Dentro desta pasta, haverá outra chamada htdocs. Esta pasta é provavelmente onde você instalou o WordPress quando inicialmente configurou seu site. Você deve encontrar o arquivo .htaccess lá:

A localização do arquivo .htaccess.

A localização do arquivo .htaccess.

Se você estiver usando um macOS, o arquivo ainda estará na pasta htdocs. Entretanto, você o encontrará através de Applications > Xampp > xamppfiles > htdocs.

Se o arquivo não existir, você precisará criar um. Para fazer isso, abra seu editor de texto preferido e nomeie o arquivo “.htaccess”. O código exato que você precisa colar nele pode variar dependendo de sua configuração, mas deve parecer algo parecido com isto:

# BEGIN WordPress
RewriteEngine On
RewriteRule .* - [E=HTTP_AUTHORIZATION:%{HTTP:Authorization}]
RewriteBase /
RewriteRule ^index.php$ - [L]
RewriteCond %{REQUEST_FILENAME} !-f
RewriteCond %{REQUEST_FILENAME} !-d
RewriteRule . /index.php [L]
# END WordPress

Salve o arquivo na pasta que você criou para o seu site. Mesmo se você não descobrir um problema óbvio com seu arquivo . htaccess, às vezes simplesmente substituí-lo por um novo pode corrigir o erro.

3. Desative e desinstale novos plugins

Quando você instala plugins, eles podem fazer alterações em seu código ou banco de dados que podem causar este erro 404. Começando com seus plugins mais novos, você pode tentar desativá-los ou desinstalá-los para ver se isso resolve o problema.

Os plugins podem ser desativados a partir do painel de administração de seu site local. Para isso, no menu à esquerda da tela, clique em Plugins > Plugins instalados. Para desativar um, clique no link Desativar sob o nome do plugin:

Desativação de um plugin WordPress.

Desativação de um plugin WordPress.

Se você quiser desinstalar um plugin completamente, você pode fazê-lo a partir da mesma tela. Primeiro, desative o plugin, depois clique no link vermelho Excluir que se encontra abaixo do nome do plugin:

A opção de apagar um plugin depois de desativá-lo.

A opção de apagar um plugin depois de desativá-lo.

Mesmo que você não tenha instalado nenhum plugin recentemente, vale a pena tentar, já que as atualizações dos plugins podem, às vezes, causar problemas. Você também pode desativar todos os seus plugins de uma só vez, renomeando a pasta de plugins no diretório do seu site.

4. Verifique seu banco de dados para mudanças

Mesmo que você desinstale um plugin problemático, as alterações feitas em seu site podem continuar a causar problemas. Se você suspeitar que este é o caso, você pode querer verificar o banco de dados de seu site local para verificar mudanças.

Para acessar o banco de dados, você pode digitar http://localhost/phpmyadmin em seu navegador. Alternativamente, a partir do painel de controle do XAMPP, você pode clicar no botão Admin próximo ao MySQL para abrir o phpMyAdmin.

Você pode abrir o phpMyAdmin a partir do painel de controle do XAMPP.

Você pode abrir o phpMyAdmin a partir do painel de controle do XAMPP.

Agora você pode clicar na guia Databases na parte superior da tela. Localize o banco de dados de seu site na lista para visualizar as tabelas que ele contém:

As tabelas padrão do banco de dados do WordPress.

As tabelas padrão do banco de dados do WordPress.

Em seguida, você vai querer percorrer o banco de dados e procurar por qualquer coisa que não deveria estar lá. Alguns plugins adicionarão tabelas totalmente novas ao seu banco de dados. Para remover uma tabela desnecessária, clique no link Drop à sua direita:

Remoção de tabelas de um banco de dados WordPress.

Remoção de tabelas de um banco de dados WordPress.

A maioria dos plugins fará mudanças na tabela wp_options, então você vai querer dar uma olhada nessa entrada. Você também pode verificar as principais tabelas do WordPress. Embora os plugins não devam mudar essas tabelas, é possível, especialmente se você instalou um plugin nulo.

Se você não tem certeza de como deve ser seu banco de dados ou suas tabelas, você pode querer criar um novo site WordPress. Então você pode comparar o novo banco de dados com o seu.

Procurando uma hospedagem WordPress de alto desempenho alimentada pelos servidores mais rápidos da plataforma Google Cloud Platform? Confira nossos planos.

5. Verifique sua configuração do Apache

Se você estiver tendo problemas para abrir um arquivo PHP, sua configuração do Apache pode estar incorreta. Mais especificamente, pode haver um conflito com a porta que o Apache está tentando usar.

O Apache usa a porta 80 por padrão, mas você pode precisar mudá-la se já tiver algo escutando naquela porta. Para encontrar uma porta livre, você pode clicar no botão Netstat no painel de controle do XAMPP:

Uma lista de portos em Netstat.

Uma lista de portos em Netstat.

Se a porta 80 já estiver em uso, ou se você simplesmente preferir deixá-la aberta, você pode ir em frente e escolher um número de porta livre. Usaremos “8080” para este exemplo, mas você pode usar a porta que quiser.

A seguir, você precisará editar o arquivo httpd.conf. Você pode encontrá-lo em C:xpamppapacheconfig se você estiver usando Windows:

A localização do arquivo httpd no Windows.

A localização do arquivo httpd no Windows.

Se você estiver trabalhando em macOS, você pode encontrar este arquivo no diretório /etc/apache2. Você pode localizá-lo usando a opção Go to Folder no Finder.

Depois de encontrar o arquivo, vá em frente e abra-o em seu editor de texto preferido. Há duas linhas que você precisará editar:

Listen 80
ServerName localhost:80

Mude o número da porta Listen para 8080 e o ServerName para localhost:8080. Agora você pode salvar e fechar o arquivo.

Neste ponto, você pode reiniciar o servidor Apache e tentar acessar o localhost:8080 (ou qualquer porta que você estiver usando) em seu navegador. Se não tiver sucesso, você precisará editar o arquivo http-ssl.conf. Os usuários do Windows podem encontrar este arquivo em xampp-apacheconf]xtra.

A localização do arquivo httpd-ssl no Windows.

A localização do arquivo httpd-ssl no Windows.

Mais uma vez, você deve ser capaz de localizar este arquivo em um macOS digitando /etc/apache2 em Finder Go to Folder.

Uma vez localizado, você pode abrir o arquivo em um editor de texto. Há três linhas que você precisará atualizar neste arquivo:

Listen 443
<VirtualHost _default_:443>
ServerName localhost:443

Localize cada uma dessas linhas no arquivo e altere os valores para “8080”. Depois de salvar o arquivo, você pode reiniciar o servidor Apache novamente. Agora você deve ser capaz de acessar o localhost:8080 em seu navegador.

Resumo

O erro “The requested resource is not found” pode, sem dúvida, atrasá-lo quando você está trabalhando com o XAMPP. Há algumas causas possíveis para este problema. Felizmente, as soluções para resolvê-lo não são complicadas.

Neste artigo, abordamos algumas formas de tentar corrigir o erro 404. Você pode começar assegurando que você digitou a URL corretamente, e seguir em frente a partir daí. Com alguma sorte, você estará de volta ao trabalho em pouco tempo.


Economize tempo, custos e otimize o desempenho do seu site com:

  • Ajuda instantânea de especialistas em hospedagem do WordPress, 24/7.
  • Integração do Cloudflare Enterprise.
  • Alcance global com 28 centros de dados em todo o mundo.
  • Otimização com nosso monitoramento integrado de desempenho de aplicativos.

Tudo isso e muito mais em um plano sem contratos de longo prazo, migrações assistidas e uma garantia de 30 dias de devolução do dinheiro. Confira nossos planos ou entre em contato com as vendas com as vendas para encontrar o plano certo para você.