A web está em permanente evolução e para muitos empresários, isso significa a necessidade de estar atualizado em relação a todas as mudanças que o Google apresenta. Se você não se adaptar, pode ficar para trás. O Google AMP, a iniciativa móvel para acelerar a web, está agora prestes a celebrar o seu primeiro aniversário. Como está muito mais estável do que há seis meses, achámos que esse seria um bom momento para compartilhar com você alguns passos sobre como começar usando o Google AMP no WordPress, assim como alguns dos prós e contras dessa nova plataforma.

O que é o Google AMP?

Google AMP (Accelerated Mobile Pages Project) foi lançado pela primeira vez em outubro de 2015. O projeto assenta em AMP HTML, um novo framework open source que foi inteiramente construído com base em tecnologias web já existentes, possibilitando aos websites tornarem suas páginas web mais leves. Explicando de forma básica, ele consegue oferecer uma versão mais simples e menos sobrecarregada da sua página atual.

Desde o primeiro dia, a velocidade tem sido um dos grandes focos do AMP. É indubitavelmente das coisas mais frustrantes na web móvel – algo comprovado por pesquisas recentes do Google que mostram que 53% das pessoas abandonam um site que não consegue carregar em três segundos ou menos. Essa é a pior situação para usuários, empresas, editores, websites e para a web móvel como um todo. – David Besbris, líder do projeto AMP no Google

Com base no mais recente relatório de Desempenho do Retalho Online da Akamai, cada décimo de segundo importa. Mesmo com um ligeiro aumento no tempo de carregamento da página para 2.8 segundos, foi registrada uma queda de 2.4% na taxa de conversão.

Correlação entre as taxas de velocidade e conversão em dispositivos móveis

Correlação entre as taxas de velocidade e conversão em dispositivos móveis

Muitas empresas de grandes dimensões adotaram o Google AMP no ano passado, incluindo WordPress, Reddit, eBay, Pinterest, Washington Post, Wired, Gizmodo, etc. Segundo o Google, o Slate aumentou seus visitantes únicos mensais em 44% e houve um aumento de 73% nas visitas mensais por visitante único.

Quando uma página é apresentada via AMP no Google ela mostra o símbolo AMP do lado, como exemplificado na demonstração do New York Times. Vale a pena lembrar que você precisa estar em um dispositivo móvel para testar isso. Também pode usar o emulador de dispositivo nas devtools do Chrome. A marcação de dados estruturados permite que o Google apresente seu conteúdo de forma mais latentes nos resultados de busca. Por exemplo, os artigos AMP que incluam as propriedades corretas de marcação podem obter o desejado lugar no carrossel das SERPs, como mostrado abaixo.

Carrossel do Google AMP

Carrossel do Google AMP

E aqui fica um exemplo de como uma página AMP surge no site do The New York Times. Como pode ver, ela é muito básica e simples, que é exatamente o objetivo do AMP. Isso garante que a página carrega rápido e proporciona melhor usabilidade.

Exemplo de página do Google AMP

Exemplo de página do Google AMP

À semelhança de qualquer nova plataforma, você deve pesar os prós e contras e decidir se é a medida correta para sua empresa ou website.

Vantagens do Google AMP

  • O AMP é gratuito e open source.
  • O AMP consegue melhorar definitivamente os tempos de carregamento do seu site WordPress.E é importante recordar que a velocidade é um fator de classificação.
  • Melhores colocações nas SERPs com possibilidade de carrossel para ter um melhor CTR.Em uma implementação com uma editora popular, o Google AMP aumentou as CTRs em 600%!
  • O Google AMP aplica muitas práticas recomendadas de desempenho web, como a prevenção de grandes frameworks CSS e JS.
  • Pode ter um impacto positivo nas suas conversões.
  • Foram aplicadas muitas melhorias no ano passado e as opções de publicidade agora estão imediatamente disponíveis no Google AMP.Isso significa que revistas e novas publicações podem manter ou até aumentar sua receita do Google AdSense.
  • Otimização automática de imagem (até mesmo conversão para o formato WebP!)
  • O AMP Lite apresenta uma otimização adicional para conexões lentas de rede. O Google testemunhou uma redução combinada de 45% em bytes.

Desvantagens do Google AMP

  • no futuro.Isso pode ser encarado como uma desvantagem ou vantagem.
  • O AMP pode ter uma implementação complicada e se revela complexo caso você não seja um desenvolvedor. Felizmente a plataforma WordPress é um pouco mais simples do que outras.
  • Apresenta uma nova plataforma independente e funcionalidades com as quais você precisa de se preocupar. O que aconteceu com a simples otimização dos nossos sites móveis?
  • Pode prejudicar ou afetar suas conversões.
  • Há relatos de que o Google AMP bagunça as estatísticas no Google Analytics.
  • Teve gente que ficou com um engajamento ruim e taxas de rejeição mais altas.
  • Ainda tem scripts e aplicativos de terceiros que podem não ser suportados.
  • Não existe suporte para alguns navegadores mais antigos, como o Internet Explorer 11. Eles assumiram de uma forma geral, suportarão as duas versões mais recentes dos principais navegadores, como o Chrome, Firefox, Edge, Safari e Opera. E suportam versões desktop, celular, tablet e web view dos respetivos navegadores.
  • Leia a opinião de Jan Dawson sobre o porquê de o Google AMP estar dificultando e não simplificando a publicação web.
  • Leiao artigo de Alex Kras sobre alguns dos problemas do Google AMP, juntamente com uma resposta do líder tecnológico no projeto AMP no Google.
  • Tim Kadlec compartilha sua opinião sobre o Google AMP e a necessidade de existir uma melhor alternativa: políticas de desempenho de conteúdo.

Desde fevereiro de 2017, o Google AMP decidiu exibir os URLs diretos do editor. Anteriormente apenas exibia a versão do Google associada ao cache. Isso fez com que as pessoas aumentassem suas preocupações relacionadas com o branding. Felizmente o Google também notou isso e fez uma alteração. Agora, o campo de URL de um navegador continuará mostrando um URL do Google. Contudo, a área do cabeçalho AMP exibirá um ícone de link ou cadeado, designado por botão “âncora”. Ao clicar nele, o URL direto do editor será exibido para que possa ser facilmente copiado e colado. Ainda não é uma solução perfeita, mas é melhor do que nada.

google amp publisher URL

Fonte da imagem: Google Developer Blog

Aqui fica outro exemplo da perda de branding.

Também é importante notar que se a única página mobile existente for uma versão AMP, o Google seguirá usando a versão desktop para indexação, mesmo quando o Google altera seu índice para índice móvel em primeiro lugar.

Como Configurar o Google AMP no WordPress

É atualmente muito mais fácil implementar o Google AMP no WordPress do que há seis meses. Foi feito muito progresso nos plugins WordPress e na plataforma. Contudo, você precisa lembrar de validar seu código no Google para mostrar a versão do AMP do seu site nas SERPs. Um plugin transformará sua postagem em uma versão AMP, mas é o Google quem decide mostrar a versão AMP.

Ou seja, seu artigo WordPress recebe um URL diferente. Tudo isso é feito automaticamente pelo plugin WordPress. Normalmente, é acrescentado /amp ou /?amp à sua postagem atual. Eis um exemplo:

URL Original da Postagem no Blog: https://domain.com/blog-post
URL da Postagem AMP no Blog: https://domain.com/blog-post/amp/

Plugins WordPress do Google AMP

De momento, o repositório tem 2 plugins populares do WordPress que podem ajudar você a configurar o Google AMP. O primeiro é o plugin oficial gratuito AMP, desenvolvido pela equipe Automattic.

Plugin oficial do Google AMP da Automattic

Plugin oficial do Google AMP da Automattic

No momento em que esse artigo é escrito, possui mais de 200,000 instalações ativas com uma classificação de 3,5 estrelas. Você pode baixá-lo no Repositório WordPress ou procurar por ele no seu painel do WordPress em “Adicionar Novos” plugins. Você pode personalizar ligeiramente o visual no editor “Aparência AMP” (como exibido abaixo). No entanto, suas opções no plugin são bastante limitadas e cabe a você saber como pode implementar filtros adicionais para recursos como o AdSense ou o Google Analytics.

Estilos de AMP do WordPress

Estilos de AMP do WordPress

Também vale a pena sublinhar que ele suporta apenas postagens, não páginas, embora já tenham anunciado que estão trabalhando para adicionar esse recurso. Abaixo fica um exemplo do visual da nossa postagem no WordPress, após a instalação do plugin.

Previsualização do AMP em WordPress

Previsualização do AMP em WordPress

Se quer uma forma simples de adicionar recursos adicionais, então chegou a altura de recorrer ao plugin AMP for WP. É basicamente uma versão mais avançada do plugin oficial AMP e oferece recursos e suporte adicionais. É desenvolvido por Ahmed Kaludi e Mohammed Kaludi, que têm também uma loja de temas WordPress bem-sucedida.

Plugin AMP for WP para WordPress

Plugin AMP for WP para WordPress

No momento em que esse artigo é escrito, tem mais de 70,000 instalações ativas com uma classificação de 4,6 Estrelas. Você pode baixá-lo no Repositório WordPress ou procurar por ele no seu painel do WordPress em “Adicionar Novos” plugins. Esse plugin permite que tenha muito mais opções de personalização para sua configuração do Google AMP. Além disso, suporta páginas. Abaixo veremos no seu painel as personalizações e recursos disponíveis nas configurações do plugin AMP.

Estamos usando esse plugin na Kinsta! Você pode ver o AMP em execução nesse artigo se entrar em https://kinsta.com/blog/google-amp/amp/. . (Atualização: Desde o início de setembro, não estamos mais executando o AMP em nosso site. Confira nosso estudo de caso sobre a razão de termos optado por desativar o Google AMP). E pode ver abaixo um exemplo nas SERPs de uma postagem do blog da Kinsta. Você pode ver o logotipo do AMP.

Exemplo do AMP na Kinsta nas SERPs

Exemplo do AMP na Kinsta nas SERPs

Geral

Na tela geral, pode adicionar um logotipo, personalizar o tamanho e escolher se deseja ou não que as AMP sejam ativadas nas páginas. Dependendo do seu site e tráfego, pode ativar apenas o AMP no seu blog (tipos de postagem).

Opções gerais de páginas móveis aceleradas

Opções gerais de páginas móveis aceleradas

Página Inicial

Na página inicial, você pode ativar ou desativar o suporte à página inicial, substituir o tamanho da miniatura da homepage e escolher o que deseja que aconteça quando os usuários clicam no logotipo (entre na versão AMP da versão não-AMP).

Homepage do AMP

Homepage do AMP

Construtor de Páginas

Em Construtor de Páginas, pode ativá-lo para permitir que os widgets do AMP sejam utilizados.

Construtor de páginas do AMP

Construtor de páginas do AMP

Design

Em Design, pode ativar o construtor de postagens ou selecionar um modelo pré-desenhado. Pode adicionar HTTPS e também um botão para ligar agora. Existe também uma opção para aplicar CSS personalizado. Por exemplo, no nosso site adicionámos o seguinte código a fim de personalizar a cor do cabeçalho:

.amp-wp-header {background-color:#5CC0C0;}
AMP design

AMP design

Único

Em Único, pode ativar ícones sociais, desativar links, mostrar a biografia do autor e até mesmo alterar opções para postagens relacionadas.

Publicação única do AMP

Publicação única do AMP

Publicidade

Na tela de publicidade, pode ativar o AdSense e escolher a localização dos anúncios. Esse plugin é uma das formas mais fáceis de adicionar o AdSense ao Google AMP. Para quem depende de publicidade para alimentar seus sites, isso pode ser um recurso bem útil.

Publicidade do AMP

Publicidade do AMP

Menu AMP

Em Menu, pode escolher se deseja ou não adicionar /amp/ no final dos URLs do menu. Talvez queira que seus visitantes permaneçam no seu site habilitado para AMP. Nesse caso, deve ativar essa opção.

menu AMP

menu AMP

Social

No menu Social pode adicionar as redes sociais que deseja exibir no celular para fins de compartilhamento. Para o Facebook, só precisará de registrar um ID de Aplicativo gratuito.

AMP social

AMP social

SEO

A tela de SEO é provavelmente uma das mais importantes, já que diz respeito a forma como Google verá e classificará seu conteúdo AMP. Recomendamos ativar a opção “Descrição Meta”. Se estiver usando o plugin Yoast SEO, recomendamos igualmente ativar as opções “Meta Tags do Yoast” e “Descrição Yoast em ld+Jason”.

Opções de SEO para AMP

Opções de SEO para AMP

Analytics

A tela do Google Analytics permite adicione seus scripts de rastreamento ao Google Analytics, assim como Gerenciador de Tags do Google. Você vai querer fazer isso para assegurar que mantém seus dados de relatórios atualizados.

Analytics no AMP

Analytics no AMP

Também suporta Segment Analytics, Piwik Analytics, Quantcast Measurement, comScore, Effective Measure, StatCounter, HitStats Analytics, Yandex Metrika e Chartbeat Analytics.

Dados Estruturados

A tela de dados estruturados permite personalizar o logotipo padrão de dados estruturados e a imagem da postagem.

Dados Estruturados do AMP

Dados Estruturados do AMP

Formulário de Contato

A tela do formulário de contato permite que você ative o suporte do Contact Form 7.

Formulário de contato do AMP

Formulário de contato do AMP

Notificações

Na tela de notificações, poderá fazer a sua ativação para mostrar um aviso relacionado com os cookies. Isso pode ser útil para quem reside em países com leis de privacidade mais restritivas.

Notificações do AMP

Notificações do AMP

Comentários

Na tela de comentários pode ativar o suporte para sistemas de comentários de terceiros, como comentários do Disqus e Facebook.

Comentários do AMP

Comentários do AMP

Configurações Avançadas

Nas configurações avançadas pode ativar o redirecionamento para dispositivos móveis. Por padrão, o AMP será apenas ativado para usuários móveis que clicarem nas SERPs. Se um usuário de celular navegar diretamente para seu site, ele não conseguirá ver a página ativada para AMP, a menos que você ative o redirecionamento. Você também pode inserir HTML personalizado nessa tela e alterar a ação do link de rodapé.

Configurações avançadas do AMP

Configurações avançadas do AMP

Extensões

Os desenvolvedores também têm extensões premium que você pode comprar para aumentar ainda mais as potencialidades do AMP. Alguns dos mais populares que poderá considerar são as opções de email, botões CTA e suporte para o tipo personalizado de postagem.

Extensões do AMP

Extensões do AMP

E aqui fica o aspeto da nossa publicação com o plugin AMP for WP em execução no blog da Kinsta.

Exemplo do AMPforWP

Exemplo do AMPforWP

Os mesmos desenvolvedores do AMP for WP também lançaram recentemente um novo plugin, o AMP WooCommerce, que permite ativar o AMP na sua loja de comércio eletrônico.

Plugin APP WooCommerce

Plugin APP WooCommerce

Validando Seu Código do Google AMP

Após arrumar a configuração do Google AMP no seu site WordPress, terá de garantir que seu código é validado. Caso contrário, o Google não mostrará a versão AMP nas SERPs. Você pode executar seu site WordPress através da ferramenta Google AMP Validator. O resultado da validação surgirá na parte inferior.

Google AMP validator

Google AMP validator

Pode também baixar a extensão AMP do Chrome que validará cada página. Se aparecer a cor vermelha, poderá clicar e ver rapidamente os erros ou avisos na página.

Erros do Google AMP

Erros do Google AMP

Se não conseguir a validação, poderá encontrar um erro semelhante a esse: “Não é uma página AMP válida”. No exemplo abaixo, isso se deveu à utilização de tags HTML antigas e que já não são mais suportadas. Você pode ver uma lista completa de tags HTML suportadas pelo AMP. As páginas AMP inválidas não terão recursos específicos do AMP nos resultados de pesquisa do Google.

Não é uma página AMP válida

Não é uma página AMP válida

Também pode verificar seu site para encontrar problemas do AMP na Google Search Console, na seção “Aparência de Busca”. É importante frisar que muitos usuários reportarem grandes atrasos nos relatórios de AMP na Google Search Console. Isso provavelmente se deve ao fato de ser uma plataforma relativamente recente e o rastreamento não é tão frequente assim.

Relatório AMP na GSC

Relatório AMP na GSC

Se você encontrar erros, o Google enviará um email informando que é necessário adicionar dados estruturados às suas páginas do AMP.

amp errors google search console

Erros de AMP – GSC

SEO do Google AMP

Também pode estar se questionando sobre o SEO, porque agora você tem duas cópias da mesma página ou publicação. Você não precisa de se preocupar com conteúdo duplicado, já que os dois plugins acima usam tags canônicas com o AMP. As tags canônicas informam o Google de que o conteúdo original é a sua versão para computador. O Google detetará automaticamente as páginas AMP no seu site à medida que sua página original é veiculada com uma tag de cabeçalho direcionando o Googlebot para sua página AMP.

Exemplo na sua página original:

<link rel="amphtml" href="https://domain.com/amp/">

Exemplo na sua página AMP:

<link rel="canonical" href="https://domain.com/">

O plugin AMP for WP mencionado acima também funciona muito bem com o plugin Yoast SEO, a fim de adicionar suas tags meta e OG para o SEO e finalidades associadas a redes sociais. Veja o exemplo abaixo.

Tags Meta do Google AMP

Tags Meta do Google AMP

Monitorização New Relic com o Google AMP

Também é importante mencionar, para os clientes que usam o monitoramento New Relic, o qual também usamos aqui na Kinsta, que o validador do Google AMP pode falhar devido a um erro de script de terceiros:

The tag 'script' is disallowed except in specific forms.

Isso acontece porque as páginas HTML formatadas para o Google AMP não podem conter JavaScript de terceiros. O plugin AMP for WP acima mencionado suporta totalmente o New Relic. Mas se precisar de desativar o navegador New Relic em páginas AMP, siga as instruções em Desative o monitoramento do navegador para páginas específicas. Existe também um plugin gratuito para WordPress, Disabled NewRelic For AMP, que pode instalar.

Ativar o AMP para Links Externos Com o Cloudflare

O Cloudflare tem um novo recurso recentemente lançado, que permite ativar links móveis acelerados para links externos que têm o AMP em execução. Um dos benefícios para o seu site é que o conteúdo AMP é carregado em um visualizador diretamente no site vinculado ao conteúdo. Ou seja, depois de o leitor terminar de consumir o conteúdo, ele fechará o visualizador e retornará ao seu site. De certa forma, isso poderia aumentar o tempo no seu site em geral. Você pode ativar isso no painel de desempenho do Cloudflare.

Links para Dispositivos Móveis Acelerados do Cloudflare

Links para Dispositivos Móveis Acelerados do Cloudflare

Resumo

Como viu, existem algumas formas bem simples de instalar o Google AMP e ativá-lo no seu site WordPress. Será que deve apostar no Google AMP imediatamente? Isso depende realmente do seu tipo de site WordPress. Se é uma revista ou um site de notícias, pode fazer sentido implementar isso imediatamente e sair testando as posições do Google AdSense. Se tem um negócio SaaS, pode acabar prejudicando suas conversões se não for cuidadoso. O Google AMP é sem dúvida uma grande mudança, especialmente se já tiver muito tráfego móvel. O nosso conselho é fazer testes, já que essa é a única forma de saber se sua empresa verá resultados positivos ou negativos.

Você tem outras dicas sobre como usar o Google AMP no WordPress? Se sim, gostaríamos que você comentasse! Além disso, dê uma olhada no roteiro AMP oficial.

43
Shares