De tempos em tempos, vemos usuários em fóruns e redes sociais reclamando que a hospedagem WordPress gerenciada é um desperdício de dinheiro. O motivo que eles alegam? É muito melhor gerenciar seu próprio servidor. Infelizmente, não mencionam tudo o que isso implica. Para um usuário WordPress casual, esse tipo de declaração com certeza pode causar a impressão errada. Parece algo fácil e barato de ser feito, mas o resultado final é que você provavelmente acabará gastando muito mais tempo e dinheiro do que imagina.

Você provavelmente está pensando “vocês são uma empresa de hospedagem WordPress gerenciada, então não estão sendo um pouco tendenciosos?”. Talvez, mas também temos a vantagem de ver a perspectiva pelos dois lados. Temos sysadmins (administradores de sistemas) na equipe da Kinsta que gerenciam todos os nossos próprios servidores para os clientes e, por isso, sabemos o que é necessário para fazer isso da forma adequada e por que para a maioria de vocês ser um sysadmin é uma má ideia. Na verdade, em alguns casos, pode se tornar um pesadelo completo. Ser um sysadmin requer muita paciência, habilidade e gosto por consertar tudo o que quebra!

Meme sobre sysadmin

Meme sobre sysadmin (Fonte da imagem: quickmeme)

Além de nossa própria equipe, também conseguimos observar todos os feedbacks dos clientes que já tentaram gerenciar tudo por conta própria. Quando chegam a uma hospedagem WordPress gerenciada como a Kinsta, a resposta é quase sempre a mesma: “Vale cada centavo”.

Se estiver ponderando entre gerenciar seu próprio servidor (como um sysadmin) ou optar por um provedor de hospedagem WordPress gerenciada, esse artigo foi feito para você! A seguir, nos aprofundaremos em todas as vantagens e desvantagens de cada opção. Sim, existem coisas boas e ruins nos dois lados.

De certa forma, qualquer pessoa pode ser um sysadmin. Isso não significa, necessariamente, que todos serão bons administradores ou que devem fazer isso. 😉 Mas se uma pessoa é responsável pelo gerenciamento dos servidores onde seus sites WordPress estão hospedados, é muito provável que ela esteja realizando as tarefas de um sysadmin. Abordaremos todas as responsabilidades que acompanham esse trabalho a seguir.

Vantagens de ser um Sysadmin

Logo de cara, você pode dizer que temos uma opinião muito convicta sobre esse tema. Mas não nos leve a mal, ser um sysadmin não é algo totalmente ruim. Na verdade, há algumas vantagens quando comparado ao uso de uma hospedagem WordPress gerenciada.

No entanto, com certeza requer um tipo específico de mentalidade e de indivíduo para ser bom nessa atividade. E por “bom”, queremos dizer alguém que não perca dinheiro ao passar mais tempo consertando e solucionando problemas do que realmente está trabalhando. Seja você o proprietário de uma empresa, um desenvolvedor WordPress ou parte de uma agência, deve se perguntar: “quais são as tarefas mais importantes nas quais devo gastar meu tempo? Tenho as habilidades para ser um sysadmin?”.

1. Barebone/VPS São Muito Baratas

O primeiro motivo para ser seu próprio sysadmin é que o custo bruto de barebone e servidores virtuais privados (VPS) são muito baixos! Se você possui a categoria e o conhecimento técnico, com certeza poderia economizar algum dinheiro.

Por exemplo, se olharmos para VPS da Linode, Digital Ocean ou Vultr, veremos que são disponibilizadas a partir de US$5/mês. Isso é até mais barato que a maioria dos provedores de hospedagem compartilhada. E algumas empresas até oferecem planos pay-as-you-go (pague conforme o uso) baseados nos recursos utilizados.

Preços da Digital Ocean

Preços da Digital Ocean

A ressalva que deve ser feita é que essas máquinas não são do tipo que são simplesmente ligadas e começaram a funcionar. O cliente está pagando pela CPU, RAM, espaço em disco, etc. Embora muitas delas sejam aplicações ativadas com um clique, você é o responsável por todo o resto. É possível tentar facilitar as coisas com uma ferramenta como ServerPilot, mas ela não oferece suporte 24/7 quando mais se precisa. Existe um motivo pelo qual esse método costuma ser chamado de “hospedagem faça você mesmo”.

2. Você Pode Instalar o que Quiser

Obviamente, uma das maiores vantagens de ser seu próprio sysadmin é ter controle total sobre tudo. Você pode instalar e rodar o que desejar no servidor. Precisa de um pacote de software ou uma instalação PHP como Ioncube? Não precisa se preocupar em perder tempo falando com uma equipe de suporte, pode simplesmente usar SSH para acessar seu servidor e fazer a instalação por conta própria.

3. Você Tem Acesso Root Completo

Relacionado ao item anterior, algumas ações requerem acesso root para realizar instalações em servidores. Geralmente, você não recebe acesso root quando utiliza uma hospedagem WordPress gerenciada. Por quê? Porque o provedor não pode estar em risco caso você quebre algo. Um comando incorreto e seu servidor poderia sair do ar. Acesso root é uma espada de dois gumes. No entanto, se você possui as habilidades corretas, ter acesso root completo pode ser conveniente. Às vezes, esse motivo por si só justifica a escolha dos usuários para gerenciarem seus próprios servidores.

4. É Possível Conseguir um Desempenho Incrível

Outra vantagem é que, se for configurado de forma adequada (e isso costuma exigir muito trabalho e conhecimento), você pode conseguir um desempenho incrível gerenciando seus próprios servidores. Isso ocorre porque recursos barebone geralmente são baratos e, como você gerencia tudo, pode garantir que nenhum recurso seja compartilhado com outros sites. Na verdade, muitos usuários tendem a exagerar e compram mais recursos do que seus sites WordPress realmente utilizam.

Desvantagens de ser um Sysadmin

Agora é hora de abordarmos as diversas desvantagens que acompanham um sysadmin. E sim, como você provavelmente já adivinhou, existem muito mais desvantagens que vantagens. Mas isso também mostra por que o trabalho de um sysadmin é tão importante. Você só tem que se perguntar: “essa pessoa deveria ser eu?”.

Ser um sysadmin requer muita paciência, habilidade e gosto por consertar as coisas quando elas quebram! 😩 Click to Tweet

Também mostraremos como você pode concluir cada uma das tarefas quase sem nenhum esforço com a Kinsta.

1. Instalação e Configuração do Servidor São Responsabilidades Completamente Suas

Sempre que precisar de um novo servidor, configurá-lo será uma responsabilidade completamente sua. Se estiver usando uma máquina barebone ou um provedor VPS, isso geralmente significa configurar uma máquina nova. Portanto, é bom que saiba quanto de RAM, CPU e PHP workers seu site WordPress precisa de acordo com seu tráfego. Também é necessário saber os requisitos de memória (buffer pools do InnoDB para o banco de dados, requisitos de memória do sistema, requisitos de php-fpm workers, etc.).

Quando tudo estiver rodando, você precisará fazer as configurações. Dependendo de sua necessidade, isso pode incluir todos os tipos de tarefas, como:

  • Atribuir um endereço IP
  • Configurar registros DNS
  • Instalar Nginx/Apache (confira nosso confronto no servidor web: Nginx vs Apache)
  • Instalar PHP
  • Instalar pacotes de software, como Node ou Yarn
  • Instalar extensões PHP, como Ioncube ou Recode
  • Atualizar para a última versão do MySQL ou MariaDB

Se estiver usando uma máquina barebone, instalar (e atualizar) e configurar todos os serviços necessários para o WordPress pode levar dias. Se usar um instalador automático, ainda assim não terá ideia de como manter as máquinas atualizadas ou protegidas. O mesmo vale para as configurações de MySQL e php-fpm. Saber exatamente o que alterar e qual o valor da alteração pode fazer uma diferença imensa.

Muitas pessoas não percebem tudo o que ocorre nos bastidores. Na Kinsta, compilamos de maneira personalizada um monte de pacotes Linux para obter o desempenho máximo. Isso é quase impossível de fazer por conta própria, portanto você já começaria perdendo desempenho desde o início. Nosso conjunto de regras Nginx foi construído com base em nossa experiência em rodar dezenas de milhares de sites WordPress de alto tráfego. Esses conjuntos de regras incluem de tudo, de ajustes de segurança até desempenho.

Também temos mais de 30 pacotes de software e extensões PHP diferentes que costumam ser usados pelos clientes. E para aqueles que não estão familiarizados com instalação de software pelo lado do servidor, saibam que não se trata de instalações realizadas com um clique. Para ter uma noção melhor, listamos abaixo quais são os passos comuns necessários para instalar o Ioncube (extensão PHP) se o fizer por conta própria:

  1. Faça o download e extraia o Ioncube para o servidor
  2. Copie os arquivos para diretórios PHP
  3. Edite os arquivos php.ini
  4. Teste e recarregue o Nginx
  5. Reinicie o mecanismo PHP atual
  6. Verifique os registros, limpe o cache, etc.

Em outras palavras, se você está gerenciando seus próprios servidores, certifique-se de reservar algum tempo para fazer novas configurações quando for necessário. E depois de tudo isso, ainda precisará instalar e configurar seu site WordPress.

Lançando um Site Novo na Kinsta

Se optar por uma hospedagem WordPress gerenciada como a Kinsta, nunca mais precisará configurar nada no servidor. Você poderá lançar um novo site WordPress a qualquer momento. Basta entrar no painel MyKinsta e clicar em “Adicionar um site”. Sua tarefa mais difícil será simplesmente tentar escolher, de maneira estratégica, uma das 20 localizações diferentes de data centers que oferecemos para hospedar seu site.

Lançar um novo site WordPress na Kinsta

Lançar um novo site WordPress na Kinsta

Precisa que um pacote de software novo ou uma extensão PHP como Ioncube seja instalada? O mais provável é que eles já estejam rodando nos servidores da Kinsta. Mas se não estiverem, você pode abrir um ticket junto à nossa equipe de suporte e os instalaremos em questão de minutos!

2. Você Precisa Cuidar dos Backups

Quando se gerencia seus próprios servidores, é provável que você tenha que encontrar sua própria solução de backup. Alguns provedores podem oferecer um serviço extra que faça isso, mas ele costuma estar longe de ser perfeito. Por exemplo, se você estiver usando Droplets da Digital Ocean, são oferecidos apenas snapshots semanais da sua máquina. E a empresa também adiciona 20% do custo de Droplet. E todo mundo concorda que backups semanais estão longe de serem suficientes.

E isso é apenas para o backup do servidor. A maioria de vocês também precisaria configurar uma solução de backup separada para o site WordPress, especialmente se tiver múltiplos sites em um servidor. Assim, isso poderia incorrer em custos adicionais, tanto para a solução quanto para o espaço em disco para armazená-la. Veja alguns plugins WordPress de backup incremental que recomendamos.

Como os Backups Funcionam na Kinsta

Não poderia ser mais fácil usar backups na Kinsta! No nível do servidor, criamos e armazenamos snapshots de disco persistentes para cada máquina em nossa estrutura a cada quatro horas durante 24 horas e a cada 24 horas por duas semanas. Google Cloud Platform armazena automaticamente diversas cópias de cada snapshot de forma redundante em múltiplos locais, com somas de verificação automáticas para garantir a integridade dos seus dados.

Isso significa que os snapshots são armazenados em data centers diferentes do local onde foram criados originalmente. Se nossa infraestrutura de Google Cloud Platform for afetada de alguma forma, sempre teremos os snapshots para restaurá-la.

E quando se trata dos seus sites WordPress, a Kinsta oferece backups diários automáticos, backups que podem ser baixados, pontos de restauração de backup manual e até mesmo backups gerados pelo sistema, que são backups de sistema automáticos criados durante certos eventos. E como se isso não fosse o suficiente, temos um complemento de backup por hora que pode ser adquirido para criar backups a cada hora ou a cada seis horas. Os backups são armazenados junto com os snapshots de disco persistentes (em múltiplos locais).

Por causa disso, não há necessidade de instalar um plugin de backup se estiver hospedado na Kinsta. 🤘 Você pode restaurar os backups com o clique de um botão e até mesmo copiá-los para seu ambiente de testes. E o melhor é que a Kinsta não inclui os backups em sua utilização total de espaço de disco.

Backups do WordPress

Backups do WordPress

3. Proteger Seus Servidores e Sites WordPress É por Sua Conta

Quando você gerencia seus servidores, protegê-los fica por sua conta. Hardening em Linux, de forma geral, requer anos de experiência.

Você é o responsável se algum código malicioso entrar em sua rede ou se alguém estiver lançando um ataque de força fruta. Isso sem falar dos ataques DDoS que podem deixar seu servidor offline literalmente em alguns minutos. E acredite, ataques DDoS sempre aparecem na pior hora. É bom que você saiba como identificar sua fonte e seja capaz de bloqueá-la.

ecebeu um ataque DDoS sábado à noite enquanto acampava? ⛺ Esse é apenas um dos motivos pelos quais você não vai querer ser um sysadmin. Click to Tweet

Proteger seu servidor e sites WordPress pode incluir diversas tarefas diferentes, como:

  • Implementar firewalls de hardware e software (que vão desde firewalls de software no nível de serviço até aplicações na web, como Cloudflare ou Sucuri).
  • Instalar softwares de verificação de malware. Isso costuma implicar tanto no Linux quanto no WordPress.
  • Aplicar correções no Nginx/Apache ou atualizar PHP com correções de segurança.
  • Aumentar restrições de arquivos/pastas no servidor.
  • Limpar um site WordPress hackeado (não é possível proteger 100% um site WordPress, um único plugin ruim é tudo o que é necessário para algo de errado acontecer).

O WordPress é incrível, mas este ano tem sido um dos piores que já vimos em termos de vulnerabilidades de plugins. É melhor você ter certeza de que sabe como limpar malware de forma adequada em um site WordPress. Ouvimos diversas vezes usuários relatando que tentaram fazer isso por conta própria e enfrentaram essa dificuldade durante dias!

Aqui estão alguns incidentes recentes que nossa equipe na Kinsta precisou solucionar:

Alguns provedores de VPS como a Digital Ocean oferecem firewalls na nuvem. Mas ainda fica sob sua responsabilidade implementá-los e saber, por exemplo, quais regras de inbound você precisa nas portas, quais endereços IP devem ser colocados na lista negra ou lista branca, etc.

Segurança do Sysadmin

Segurança do Sysadmin (Fonte de imagem: Reddit)

Descanse Tranquilo à Noite com a Segurança da Kinsta ao Estilo Fort Knox

Você realmente deseja passar seu final de semana tentando afastar em hacker ou parar um ataque DDoS? E pelo menos sabe como fazer isso? É por isso que é inútil ter bons conhecimentos técnicos quando se trata de segurança: é apenas uma questão de tempo até se deparar com um problema sério de proteção que te deixa desesperado.

Ao optar por uma hospedagem WordPress gerenciada como a Kinsta, cuidamos de tudo isso por você. Aqui estão apenas alguns recursos de segurança que oferecemos em todos os nossos planos de hospedagem.

  • A Kinsta detecta ataques DDoS, monitora o tempo no ar e bane automaticamente IPs que tiveram mais de seis tentativas de login fracassadas em um minuto.
  • Apenas conexões SFTP e SSH criptografadas (sem FTP) são suportadas ao acessar seus sites WordPress diretamente.
  • Firewalls de hardware, juntamente com medidas ativas e passivas adicionais de segurança, ficam em vigor para impedir acesso aos seus dados.
  • Nas solicitações no front-end, ocultamos tanto a versão do WordPress quanto de PHP que você está usando. Nossas restrições open_basedir também não permitem a execução de PHP em diretórios comuns que sejam propensos a scripts maliciosos.
  • A Kinsta usa contêineres Linux (LXC) com Google Cloud Platform (GCP), o que oferece um isolamento completo não apenas para cada conta, como também cada site WordPress separado. Esse é um método muito mais seguro que o oferecido pelos concorrentes. GCP também aplica criptografia de dados em repouso.
Arquitetura da Kinsta

Arquitetura da Kinsta

  • A Kinsta roda as versões suportadas de PHP: 7.2, 7.3, e 7.4 (excluindo o tempo de eliminação progressiva). Versões não suportadas de PHP são perigosas por não receberem mais atualizações de segurança e serem expostas a vulnerabilidades sem nenhuma correção.

Nada é sempre 100% seguro contra hacks e é por isso que a Kinsta oferece correções gratuitas de hacks para todos os clientes. É isso mesmo! Naquelas vulnerabilidades recentes em plugins como Social Warfare, WP Google Map, etc., nossa equipe avisou os clientes e fez a limpeza dos sites afetados. Em alguns casos, nossos sysadmins até mesmo fizeram as correções no nível do servidor. Levamos segurança muito a sério e somos proativos quando se trata de proteger seus sites WordPress.

4. Certifique-se de Escolher a Solução de Cache Correta

Quando se trata de desempenho no WordPress, nada é mais importante que o cache!

Cache é o processo de armazenar recursos de uma solicitação e reutilizá-los para solicitações subsequentes. Basicamente, ele reduz a quantidade de trabalho necessário para gerar uma visualização de página. Você deve servir seu site WordPress a partir de cache o máximo possível. É isso que resulta em altas velocidades.

Quando se gerencia seus próprios servidores, há uma decisão a tomar. Você deve implementar uma solução de cache no nível do servidor (como o módulo de cache nginx fastcgi) ou optar por um plugin WordPress de cache como o WP Rocket? Uma abordagem híbrida também seria outra opção.

A menos que você tenha testado dezenas de soluções e tecnologias diferentes, como saberá qual é a melhor ou mais rápida? Como um sysadmin, você deve entender a diferença entre cache bytecode, cache de objeto, cache de página, Varnish, Redis, etc. e como eles interagem com o servidor e os plugins. Ter uma solução de cache afinada pode significar a diferença entre um site WordPress lento ou rápido.

A Kinsta Cuida do Cache por Você (Sem Precisar de Plugins)

Se você tem sua hospedagem com a Kinsta, nós cuidamos do cache automaticamente no nível do servidor. Nossos servidores usam o módulo de cache nginx fastcgi para entregar cache de página veloz.

O cache de página é configurado para funcionar imediatamente com sites padrão WordPress, BuddyPress, WooCommerce e Easy Digital Downloads. Você não precisa fazer nada! Basta lançar seu site WordPress e o cache de página começará a ser armazenado.

Sempre que você faz edições em uma página ou em um post do blog, o cache da página é limpo automaticamente, bem como as páginas arquivadas. Isso garante que seus visitantes vejam conteúdo novo e atualizado. Também impomos um tempo mínimo de aceleração em páginas arquivadas, para garantir alta disponibilidade a todo momento.

E, embora não seja tecnicamente um plugin de cache, nosso plugin must-use (MU) é instalado em todos os sites, o que te oferece maior controle granular sobre seu cache. É possível limpar com facilidade o cache do seu site através da barra de administração do WordPress ou adicionar caminhos personalizados para realizar a limpeza sempre que seu site é atualizado.

Controles granulares de cache na Kinsta

Controles granulares de cache na Kinsta

Você também pode limpar todo o cache do seu site WordPress no painel MyKinsta com um clique simples.

Limpar cache do WordPress no painel MyKinsta

Limpar cache do WordPress no painel MyKinsta

Também oferecemos formas adicionais para analisar os dados do seu cache em nossa ferramenta de analytics no MyKinsta e nos registros de cache da Kinsta. Eles podem ajudar a determinar se há solicitações BYPASS GET que podem ser armazenadas em cache ou solicitações POST que poderiam ser eliminadas.

A pilha de componentes de cache (conforme exibido abaixo) permite que você veja o status de cada solicitação, para saber se foi marcada como HIT, BYPASS, MISS ou EXPIRED. Também é possível filtrar os dados pelas últimas 24 horas, sete dias ou 30 dias.

Pilha de componentes de cache na Kinsta

Pilha de componentes de cache na Kinsta

O gráfico dos componentes de cache oferece uma visão da proporção do seu cache. Quanto mais solicitações você serve a partir do cache, melhor. Como pode ser visto no exemplo abaixo, esse site WordPress está com uma taxa de HIT do cache de 96,2%. O que é muito bom!

Gráfico de componentes de cache na Kinsta

Gráfico de componentes de cache na Kinsta

A seção de principais caches ignorados permite que você veja quais solicitações não estão sendo servidas a partir de cache. Geralmente, elas podem incluir CRON jobs, solicitações admin-ajax, páginas de checkout de e-commerces, strings de consulta, parâmetros UTM, etc.

Principais caches ignorados no WordPress

Principais caches ignorados no WordPress

5. O Ambiente de Testes Não Existe Magicamente

Ambientes de testes oferecem uma forma livre de riscos para testar atualizações (de plugins, núcleo do WordPress, temas), depurar código e fazer o trabalho de desenvolvimento sem impactar o site de produção. Muitos de nós veem os sites de testes como uma garantia hoje. Mas imagine: e se você não tivesse um? O que você faria?

Se estiver gerenciando seus próprios servidores, precisará implementar sua própria solução. Se estiver usando um provedor de VPS como Digital Ocean ou Linode, é possível clonar sua máquina, mas esta não é uma solução rápida e gratuita.

Se desejar uma solução mais focada no WordPress, existem algumas boas, como é o caso do WP Stagecoach (a partir de US$120 por ano) e o ManageWP (a partir de US$2/mês por website). Mas, novamente, nenhuma delas é gratuita.

É importante ter isso em mente se estiver comparando o preço de seus próprios servidores e da hospedagem WordPress gerenciada.

A Kinsta Oferece Ambiente de Testes de um Clique

Na Kinsta, todos os sites WordPress vêm acompanhados de ambiente de testes de um clique. Tudo o que você precisa fazer é clicar em “Criar um Ambiente de teste” e instantaneamente terá uma cópia do seu site de produção. Isso facilita muito o teste de recursos.

Criar um ambiente de testes WordPress

Criar um ambiente de testes WordPress

Quando estiver pronto, você pode publicar as alterações para o ambiente real apertando apenas um botão. É possível até mesmo restaurar backups do WordPress do seu site de produção para o ambiente de testes.

Para te oferecer o máximo de espaço possível, os sites de testes são excluídos de nossos relatórios quando calculamos seu uso total de espaço em disco. Apenas as versões dos sites no ar entram nessa conta.

6. Não Se Esqueça do Monitoramento

A última coisa que você deseja que aconteça é que seu website saia do ar numa sexta-feira às duas da manhã e que não perceba até segunda pela manhã. Isso diz respeito tanto ao seu servidor quanto aos seus sites WordPress, uma vez que cada um deles poderia ter um conjunto de problemas que poderia deixá-los offline.

Tempo fora do ar do website pode te impactar de muitas formas.

  1. Sua receita será impactada.
  2. É ruim para sua marca e credibilidade.
  3. Dependendo da duração do tempo fora do ar, sua taxa de rastreamento e ranqueamento de pesquisa poderiam ser prejudicados.

Assim, você precisa monitorar seu servidor e seus sites 24/7/365 para se certificar que tudo esteja bem e rodando corretamente. Se estiver gerenciando seus próprios servidores, significa que precisará de soluções de tempo no ar para te alertar.

Updown

Updown

Embora provedores de VPS como Digital Ocean e Linode ofereçam soluções de monitoramento de servidores, eles não fazem o mesmo por sites WordPress. Dependendo do número de sites que você tem e dos tipos de alerta que precisa, é provável que tenha que pagar por um serviço separado. Abaixo estão algumas das soluções mais populares:

Não Se Preocupe, a Kinsta Te Dá Cobertura 24/7/365

Se estiver hospedado com a Kinsta, você não precisa se preocupar com o que ocorre pelo lado do servidor. Nossa equipe de sysadmins cuida disso! Se houver um problema, você receberá uma notificação em seu painel MyKinsta ou poderá verificar nossa página de status.

No que diz respeito aos seus sites WordPress, nós incluímos monitoramento premium de tempo no ar para todos os clientes, via New Relic. Verificamos o status de todos os websites que hospedamos a cada dois minutos. Isso se traduz em 720 verificações em cada um de seus sites WordPress todos os dias.

Adotamos uma abordagem proativa. Isso significa que se seu website sair do ar, seremos os primeiros a ser notificados e nossos engenheiros vão cuidar disso! Se necessário, entraremos em contato caso notemos que há algo de errado com seu site. Dessa forma, você não precisa se preocupar em ficar fazendo verificações constantemente ou durante feriados.

7. Você Precisará de Certificados SSL

Seus sites WordPress devem rodar em HTTPS. A forma mais fácil e barata de fazer isso é através de certificados SSL Let’s Encrypt. O problema é que, se você estiver usando uma máquina barebone ou provedor VPS, precisará de um sistema em execução para instalação e renovação automática (os certificados Let’s Encrypt expiram a cada 90 dias).

O método mais comum provavelmente é usar o Certbot. Mas isso implica em:

  1. Instalar o Certbot no seu servidor
  2. Configurar Nginx
  3. Habilitar HTTPS através do firewall
  4. Obter um Certificado SSL da Let’s Encrypt
  5. Verificar a renovação automática do Certbot

Outro método seria usar uma solução como ServerPilot juntamente com seu provedor VPS. Mas ele não é gratuito. Os planos do ServerPilot são disponibilizados a partir de US$5/mês.

A Kinsta Possui SSL Gratuito a um Clique

A Kinsta torna a instalação de certificados SSL incrivelmente fácil! Basta fazer login em seu painel MyKinsta, procurar por seu site e clicar em “Gerar um Certificado HTTPS gratuito”. Seu site WordPress começará a rodar instantaneamente em HTTPs. Não precisa se preocupar com as renovações, nosso sistema automatizado cuida de tudo.

Ao invés disso, você prefere adotar um certificado SSL personalizado? Sem problemas, também é possível instalá-lo com facilidade no painel.

SLL gratuito com um clique

SLL gratuito com um clique

Administrando uma loja online? Consulte o nosso guia detalhado sobre WooCommerce e SSL.

9. Você É um Especialista em Resolução de Problemas de Desempenho no WordPress?

É o começo de uma manhã de segunda-feira e seu site WordPress, de repente, ficou muito lento. Por onde você começa a resolução dos problemas de desempenho? Algo está consumindo todos os recursos no servidor ou é algo que está ocorrendo no próprio site WordPress? Existem, literalmente, centenas de fatores que causam problemas de desempenho no WordPress.

Se você estiver rodando um site de e-commerce ou de assinaturas, está destinado a se deparar com questões de desempenho em algum momento, já que esse tipo de site tem seu próprio conjunto de problemas. Veja nossa lista com o que fazer e o que não fazer ao hospedar sites WordPress de assinaturas.

A forma mais fácil de solucionar um problema de desempenho e descobrir o que está acontecendo é usar uma ferramenta premium, como New Relic. O problema? Essa ferramenta com as configurações mínimas custa US$75/mês.

A Plataforma da Kinsta é Escalável e Podemos Ajudá-lo a Identificar Problemas de Desempenho

Você não precisa se preocupar com os recursos do servidor na Kinsta. Usamos máquinas virtuais alocadas em diversos data centers Google Cloud Platform. Cada uma das nossas máquinas possui até 96 CPUs e centenas de gigabytes de RAM. Em regiões disponíveis, utilizamos suas máquinas virtuais otimizadas para computação (C2). Elas oferecem o mais alto desempenho por núcleo que a GCP oferece no Compute Engine e são otimizadas para cargas de trabalho intensivas em computação. Recursos de hardware (RAM/CPU) são alocados em cada contêiner de site automaticamente pelas nossas máquinas virtuais, baseado na necessidade de cada um.

Utilizamos hospedagem LXD gerenciada e contêineres orquestrados de software LXC para cada site. Isso significa que todos os sites WordPress são hospedados em seu próprio contêiner isolado, que possui todos os recursos de software necessários para executá-lo (Linux, Nginx, PHP e MySQL). Os recursos são 100% privados e não são compartilhados com mais ninguém, nem mesmo com seus demais sites.

Bancos de dados MySQL são hospedados no host local, não em servidores remotos. Isso garante que não haja latência entre máquinas, o que resulta em consultas mais rápidas e tempos de carregamento de páginas reduzidos.

Quando se trata de seus sites WordPress, utilizamos New Relic na Kinsta para identificar gargalos de desempenho. Precisa de ajuda? Basta abrir um ticket junto à nossa equipe de suporte e poderemos habilitar o New Relic por um período de tempo para ter um panorama melhor do que está acontecendo com seu site WordPress.

Poderia ser um serviço externo excedendo o tempo de carregamento, um plugin ou o tema ativo causando problemas, ou o banco de dados com dificuldade para acompanhar a taxa de consultas. Qualquer que seja o problema, costumamos ser capazes de reduzir as possibilidades e oferecer sugestões de como fazer correções.

Problema de desempenho corrigido no WordPress

Problema de desempenho corrigido no WordPress

A resolução de problemas de desempenho ou de um plugin/tema é algo que nossa equipe faz diariamente. Você está em boas mãos aqui na Kinsta. Nossa equipe de suporte inteira é formada por desenvolvedores WordPress e engenheiros de hospedagem Linux. Fique tranquilo, você conversará com alguém capaz de oferecer conselhos acionáveis.

Se quiser explorar o New Relic por conta própria, também temos suporte para seu monitoramento New Relic personalizado.

10. Atualizar Softwares Pode Demorar Bastante

Como você prefere passar seu tempo: desenvolvendo seus negócios ou atualizando softwares? Quando se gerencia os próprios servidores, é preciso atualizar os softwares o tempo todo, verificar correções de segurança e fazer novas instalações, como das versões mais recentes de PHP.

Na maioria dos casos, é necessário fazer essas atividades através de SSH com uma linha de comando. Por isso, esteja preparado para usar seus comandos sudo apt-get update.

A Kinsta Sempre Oferece o que Há de Melhor e Mais Recente

Você não precisa instalar nada quando está hospedado na Kinsta. Usamos somente as melhores tecnologias aqui, desde o hardware em nosso servidor até o software que rodamos. Não importa qual conjunto de desenvolvimento você use, sempre temos as últimas versões do framework instaladas e atualizadas.

Costumamos disponibilizar a versão mais recente de PHP dentro de algumas semanas após seu lançamento oficial! É isso mesmo, ao contrário do que ocorre com nossos concorrentes, você não precisa ficar esperando meses ou anos. Buscamos até mesmo lançar versões beta caso você queira testá-las antecipadamente.

Por que isso é tão importante? Porque em nossos benchmarks PHP recentes, ao comparar PHP 7.3 com PHP 5.6, foi possível perceber que ele é capaz de lidar com três vezes mais solicitações (transações) por segundo! PHP 7.3 também é, em média, 9% mais veloz que PHP 7.2. As versões mais recentes de PHP não só podem ajudar a acelerar seu site, como também impactam a responsividade de seu painel de administração no WordPress.

Benchmarks PHP com WordPress 5.0

Benchmarks PHP com WordPress 5.0

Maiores velocidades juntamente com segurança aprimorada são os motivos pelos quais a Kinsta sempre oferece as versões mais recentes de PHP. Você consegue alterar entre versões PHP com um só clique.

Alterar para PHP 7.4

Alterar para PHP 7.4

11. Você Precisa Gastar Seu Tempo Procurando por Respostas

Não importa quão bom você seja no gerenciamento de servidores, é inevitável que em algum momento se depare com um problema com o qual terá que gastar algum tempo procurando por respostas. Seja navegando pelo StackOverflow ou pedindo ajuda de um colega, essa provavelmente não será uma boa utilização de seu tempo.

Constantemente vemos clientes que migram seu site WordPress para a Kinsta porque estavam com dificuldade em depurar um problema de tempo fora do ar com suas VPS.

Tirinha sobre Sysadmin

Tirinha sobre Sysadmin (Fonte da imagem: The Underfold, por Brian Russell)

Economize Seu Tempo, Use o Suporte 24/7 de Nível Mundial da Kinsta

Ao invés de depender do Google para encontrar suas respostas, tire vantagem da equipe de suporte formada por especialistas da Kinsta que fica a apenas um clique de distância, até mesmo na noite de Ano Novo.

Suporte Kinsta 24×7

Suporte Kinsta 24/7

Literalmente mudamos a forma como o suporte funciona! Não temos representantes de suporte de nível 1 ou nível 2. Nossa equipe inteira de suporte é formada por desenvolvedores WordPress e engenheiros de hospedagem Linux, muitos dos quais já gerenciaram seus próprios servidores, criaram temas e plugins e contribuíram para o núcleo da plataforma. Isso assegura que você receba orientações de alguém que usa e desenvolve ativamente WordPress.

Todos os clientes Kinsta falam com os mesmos membros de equipe que suportam grandes empresas e companhias da Fortune 500. Um fato interessante: contratamos menos de 1% dos candidatos que se inscrevem para assumir uma posição como membro em nossa equipe de suporte. Você não encontrará um time mais bem-informado em nenhum outro lugar da indústria!

12. Você Precisa Estar Preparado Para o Tráfego Viral

Você acabou de alcançar a página inicial da Hacker News ou do Reddit? Embora isso seja incrível, também significa que seu servidor precisa estar preparado. Seu droplet de US$10 provavelmente não suportará o tráfego. Se você tiver conteúdo que não está em cache para ser servido, esqueça!

Pico de cache no WordPress

Pico de cache no WordPress

Use a Tecnologia de Escala Automática da Kinsta

Na Kinsta, a tecnologia de escala automática essencialmente significa que nossa infraestrutura está pronta para lidar com surtos repentinos de tráfego e carga. Com nossa tecnologia de contêiner de software isolado, recursos de hardware são alocados em cada contêiner de site automaticamente por nossas máquinas virtuais, conforme sua necessidade. O resultado é uma configuração de hospedagem segura e privada em seu design, ao mesmo tempo em que permite que os recursos do servidor sejam escalados para cima ou para baixo, de acordo com as demandas do site.

Esteja você viralizando, aparecendo no Shark Tank ou cobrindo um evento, a Kinsta te dá cobertura!

Se você tiver conhecimento antecipado sobre um evento, pode dar um passo além e capitalizar sobre picos e surtos de tráfego exponenciais. Durante esse processo, nossa equipe observará seu site WordPress e os dados de analytics disponíveis em nossa plataforma e identificará áreas de melhoria – como reduzir chamadas do admin-ajax.php, desabilitar plugins que consomem muito tempo, implementar uma CDN e fazer alterações para aumentar o uso de cache de página pelo site.

Quanto vale seu tempo? Você realmente está economizando dinheiro?

Se estiver pensando em se tornar um sysadmin ou gerenciar seus próprios servidores, primeiro deve se perguntar quanto vale seu tempo. E, ao fazer isso por conta própria, realmente estará economizando dinheiro? Vamos olhar alguns números:

  • Para uma VPS decente, estamos falando de, pelo menos, US$15/mês.
  • Some mais US$5/mês para ter uma solução de backup/armazenamento externo.
  • Adicione mais US$5/mês por uma CDN. A Kinsta inclui largura de banda gratuita em CDN em todos os planos.
  • Some mais US$2/mês por um site de testes.
  • Adicione mais US$5/mês por uma solução de monitoramento de tempo no ar decente (servidor + sites WordPress) com múltiplos métodos de alerta.
  • Some mais US$75/mês por uma licença New Relic APM para resolução de problemas de desempenho.
  • Digamos que você avalie seu tempo em US$30/hora e gaste, pelo menos, cinco horas por mês para fazer atualizações no servidor, limpar o malware, resolver problemas, etc. Isso significa mais US$150.

Seu total é de US$257/mês.

Na Kinsta, nossos planos de hospedagem estão disponíveis a partir de US$30/mês e fazemos todos o trabalho pesado por você.

Eu era cético quanto a utilizar um provedor WordPress gerenciado quando gerenciávamos nossa própria hospedagem, mas a Kinsta vale a pena. Sua plataforma funciona perfeitamente sem precisar de ajustes. Se você tem sites de alto tráfego problemáticos como nós, vai adorar o serviço de migração deles — eles cuidaram de tudo e até identificaram alguns problemas em plugins que foram instalados por antigos membros da nossa equipe. Sem a ajuda deles, eu teria gasto horas com a migração por causa do tamanho do site. E para completar, a equipe de suporte é muito responsiva — respondendo a tudo em minutos. Obrigado, Kinsta!

James Bradach
James Bradach, Gerente de Dados na People’s Action Institute
Análise na Trustpilot

Resumo

Temos o maior respeito pelos sysadmins! A equipe de sysadmins da Kinsta mantém os sites WordPress dos nossos clientes online. Conforme a Opensource.com destaca, “Sysadmins são os heróis anônimos do mundo tecnológico”.

Se você é uma pessoa especialista em tecnologia e gosta de trabalhar com servidores de todas as formas, ser um sysadmin e fazer tudo por conta própria pode ser o caminho a seguir. Mas é importante analisar todos os números, incluindo seu tempo.

Hospedagem WordPress gerenciada, em muitos casos, é capaz de te fazer economizar muito dinheiro. Você não precisa se preocupar com nenhum problema técnico. Ao invés disso, é possível se focar em outras coisas, como a melhor forma de conduzir seus negócios, criar conteúdo, marketing, vendas, etc.

Você concorda ou discorda? Adoraríamos ouvir sua opinião na seção de comentários abaixo.


Se você gostou deste artigo, então você vai adorar a plataforma de hospedagem WordPress da Kinsta. Turbine seu site e obtenha suporte 24/7 de nossa experiente equipe de WordPress. Nossa infraestrutura baseada no Google Cloud se concentra em escalabilidade automática, desempenho e segurança. Deixe-nos mostrar-lhe a diferença Kinsta! Confira nossos planos