Não existe algo como espaço em disco “ilimitado” ou largura de banda na hospedagem na web. Os hosts compartilhados do WordPress normalmente falam que têm isso, mas seguem colocando limites nos bastidores, isso se você ler os Termos de Serviço (TOS). Com o tempo, o seu site WordPress pode crescer muito rápido e, eventualmente, você pode atingir seus limites, seja 5 GB ou 20 GB. E se você atingir a cota mágica “ilimitada, recebe normalmente um mail do seu host falando que você está abusando do TOS. Então, hoje vamos compartilhar com você algumas formas de verificar o uso do disco no WordPress para que possa limpar o seu site. Existem muitos comandos de servidor que permitem isso, mas vamos nos focar em alguns métodos simples para aqueles que não se sentem confortáveis usando o SSH ou não são tão experientes assim em tecnologia.

Calculando o Uso de Disco no WordPress

Antes de a gente falar em pormenor sobre o uso de seu disco, é importante entender esse assunto. No WordPress, o uso do disco tem normalmente duas coisas; os arquivos e base de dados. Combinados, eles formam o uso total do disco que está sendo usado em seu servidor, que ocupa os recursos alocados.

Arquivos no Servidor

Os arquivos do WordPress que ocupam espaço em disco incluem coisas como:

  • Imagens e vídeos enviados para sua biblioteca de mídia (normalmente em wp-content/uploads/)
  • Arquivos e plugins do tema (PHP, CSS, JS) (normalmente em wp-content/themes/ e wp-content/plugins/)
  • Core do WordPress (seus principais arquivos de instalação WordPress) (normalmente napasta raiz ou public_html)
  • Qualquer arquivo carregado via FTP (como fontes Web personalizadas, bibliotecas, etc.)

Arquivo da Base de Dados MySQL

Seu arquivo da base de dados MySQL do WordPress armazena todas as informações do seu site WordPress, entre eles dados de postagem, dados de página, meta informações, configurações de plugins, informações de login, etc.

Uso total de disco WordPress

Uso total de disco WordPress

7 Métodos para Calcular o Uso do Disco

Muitos hosts de WordPress, como Kinsta, não usam o cPanel e têm seus próprios relatórios internos para visualizar o uso de recursos no seu site. E esses podem nem sempre facultar os dados de que você precisa. Os serviços geralmente estão focados em uma visão geral e menos detalhada. Ainda assim, alguns têm relatórios detalhados através do CSV. Então é aqui que esses métodos podem ser úteis para você ter mais informações sobre o uso do disco, arquivos e base de dados.

  1. Verifique o Uso de Disco com Plugins WordPress
  2. Verifique o Uso do Disco e o tamanho da base de dados no cPanel
  3. Verifique o Tamanho da Base de Dados Com o Plugin WordPress
  4. Verifique o Tamanho da Base de Dados com o phpMyAdmin
  5. Pergunte Para o Seu Provedor de Alojamento
  6. Entre na sua Utilização de Disco Local
  7. Verifique a Utilização de Disco via SSH

1. Verifique o Uso de Disco com Plugins WordPress

Existem dois plugins úteis WordPress que podem ajudar você a ficar sabendo mais sobre o tamanho do seu site WordPress e quais arquivos e multimédia estão ocupando mais espaço. Mas não recomendo deixar esses plugins instalados permanentemente. Plugins como esse podem desacelerar o painel back-end e algumas vezes nem funcionam devido aos limites do PHP em seu servidor. Obtenha as informações de que você precisa e depois desative os plugins.

O primeiro é o gratuito Disk Usage Sunburst da equipe RaidBoxes. Esse plugin mostra todos os arquivos do seu WordPress instalado em um gráfico circular.

Plugin WordPress Disk Usage Sunburst

Plugin WordPress Disk Usage Sunburst

Tem atualmente mais de 1,000 instalações ativas com uma classificação de 5 estrelas. Pode baixá-lo no Repositório WordPress ou procurando por ele dentro do seu painel WordPress em “Adicionar Novos” plugins. Depois de instalado, clique em “Utilização de Disco” sob ferramentas.

Ferramentas de utilização de disco WordPress

Ferramentas de utilização de disco WordPress

Você verá então o gráfico circular e poderá passar o mouse sobre uma área grande para identificar rapidamente as pastas que estão ocupando mais espaço. Sem surpresa, no nosso exemplo, é a pasta de uploads que está fazendo isso, já que armazena todos os arquivos multimédia. Você pode clicar em cada área/pasta para aceder a um nível mais profundo.

Gráfico circular Sunburst do WordPress

Gráfico circular Sunburst do WordPress

Podemos ver que é a pasta 2016 que está ocupando mais espaço.

Uso de disco na pasta de uploads 2016

Uso de disco na pasta de uploads 2016

E você pode ir mais fundo, até mesmo aos arquivos. (Apesar de a interface do usuário não ser tão boa quando você vai até ao nível inferior, pois fica bem difícil de ver). Em nossa instalação, determinámos que exista muitas imagens na pasta de 04 de abril de 2016 que nunca foram otimizadas. Ou seja, apesar de tudo, pode ser um ótimo plugin de solução de problemas para identificar rapidamente arquivos e pastas de grandes dimensões ocupando espaço no servidor.

O segundo é o plugin gratuito My Simple Space de Michael Mann. Esse plugin ativa um widget simples no seu painel de administrador WordPress.

Meu Plugin Simple Space do WordPress

Meu Plugin Simple Space do WordPress

Tem atualmente mais de 1,000 instalações ativas com uma classificação de 4.5 estrelas. Pode fazer o download no Repositório WordPress ou procurar por ele no seu painel do WordPress em “Adicionar Novos” plugins. Depois da instalação, ele simplesmente aciona um widget em seu painel de administrador do WordPress que mostra detalhes no seu site WordPress, como o tamanho da base de dados, todo o site e também uma breve perspetiva geral de outras pastas.

Widget de espaço em disco

Widget de espaço em disco

Apesar de não ser possível obter dados pormenorizados com esse plugin, ele pode ajudar você a identificar rapidamente um problema.

2. Verifique o Uso do Disco e o Tamanho da Base de Dados no cPanel

Se seu host usa o cPanel, você pode aceder facilmente a uma visão geral do uso total do disco na barra lateral.

Visão geral do uso do disco no cPanel

Visão geral do uso do disco no cPanel

Também pode consultar os relatórios de uso de disco para obter dados mais pormenorizados. Só precisa clicar em “Utilização de Disco” no separador Arquivos.

Uso do disco no cPanel

Uso do disco no cPanel

Na parte inferior da tela poderá entrar em detalhes de pastas e ordená-las segundo a utilização do disco.

Detalhes do uso do disco do cPanel

Detalhes do uso do disco do cPanel

Você também pode ver o tamanho da sua base de dados MySQL. Só precisa clicar em “Bases de Dados MySQL” no separador Base de Dados.

Bases de dados MySQL no cPanel

Bases de dados MySQL no cPanel

Nas bases de dados atuais, ele mostrará o tamanho total da base de dados.

Tamanho da base de dados MySQL no cPanel

Tamanho da base de dados MySQL no cPanel

3. Verifique o Tamanho da Base de Dados com o Plugin WordPress

Você quer ver dados pormenorizados sobre o tamanho da sua base de dados WordPress? Por exemplo, ficar sabendo apenas o tamanho total não é muito útil se você estiver tentando determinar aquilo que está ocupando espaço na base de dados. É aí que entra o plugin WP-Optimize. É essencialmente uma ferramenta para analisar e limpar a sua base de dados.

Plugin WP-Optimize do WordPress

Plugin WP-Optimize do WordPress

Tem atualmente mais de 600,000 instalações ativas com uma impressionante avaliação de 5 estrelas. Você pode baixar no Repositório WordPress ou procurar por ele em seu painel WordPress em “Adicionar Novos” plugins. Após instalado, pode clicar no WP-Optimize no seu painel WordPress e depois no separador “Informações de Tabela”. Existem muitas otimizações que pode fazer nesse plugin, mas não vamos falar sobre elas hoje, estamos focados em identificar o que está ocupando mais espaço na sua base de dados.

Informações de tabela WP-Optimize

Informações de tabela WP-Optimize

Essas tabelas de base de dados terão normalmente nomes semelhantes ao nome do plugin usado por elas. Conseguimos imediatamente detetar “desperdícios de base de dados”. Por exemplo, as tabelas “ab_press_optimizer” são usadas pelo plugin AB Press Optimizer que não estava mais sendo usado no site analisado. Além disso, a tabela “icl_translations” é usada pelo plugin para instalações multilíngues WPML. No entanto, esse não é multilíngue. Uma desvantagem do WP-Optimize é que você não pode organizar as linhas por tamanho de dados.

Muitas vezes os plugins são instalados e logo de seguida removidos, mas as tabelas da base de dados são deixadas para trás. Você pode normalmente eliminar essas bases de dados com segurança (iremos detalhar isso no passo phpMyAdmin). Contate um desenvolver se você não se sentir confortável fazendo isso.

Desperdício de base de dados

Desperdício de base de dados

Outra grande tabela identificada foi “tve_leads”. Ela é usada pelo plugin popular Thrive Leads. No entanto, o site em questão não usou esse plugin. Ou seja, uma vez mais, se você verificar o seu site WordPress, provavelmente encontrará muitas tabelas que devem ser limpas ou removidas. O plugin WP-Optimize pode ser uma forma rápida de verificar e identificar as suas tabelas MySQL.

Tabela Thrive Leads

Tabela Thrive Leads

4. Verifique o Tamanho da Base de Dados com o phpMyAdmin

Também pode verificar o tamanho da sua base de dados e analisar suas tabelas com o phpMyAdmin. Muitos hosts oferecem um atalho para você ter acesso a ele no seu painel de controle ou talvez um link no seu email de configuração. Se você é usuário Kinsta você pode entrar no phpMyAdmin clicando no seu site, navegando para baixo na seção Base de Dados e clicando em “Abrir MYSQL”.

Acesso phpMyAdmin no WordPress

Acesso phpMyAdmin no WordPress

Clique na sua base de dados no lado esquerdo. Poderá organizar as tabelas da sua base de dados de acordo com o tamanho total. No site WordPress que analisámos, mais de 70% das maiores tabelas de base de dados foram criadas por plugins que não estavam mais sendo utilizados no site. O que significa que a nossa base de dados estava usando muito mais espaço em disco do que o necessário.

Tabelas da base de dados phpMyAdmin

Tabelas da base de dados phpMyAdmin

Você pode excluir facilmente essas tabelas não utilizadas, ao fazer a sua seleção e escolhendo “Largar” na lista suspensa. Recomendamos que faça um backup da sua base de dados antes desse passo. Confira nosso tutorial rápido e fácil sobre como Fazer backup da sua base de dados MySQL usando o phpMyAdmin.

Tabelas suspensas do phpMyAdmin

Tabelas suspensas do phpMyAdmin

5. Pergunte para Seu Provedor de Alojamento

Outro método para verificar o atual uso detalhado do disco e o tamanho da base de dados é pedir um relatório para seu host. Muitas vezes, o provedor de alojamento pode rapidamente executar comandos do servidor para gerar um relatório de árvore/granular nos diretórios, mostrando a você o que está ocupando mais espaço. Pode não ser um relatório bonito, mas dará os dados de que você precisa. Um host deve estar sempre pronto para ajudar você a encontrar formas de limpar os dados não utilizados, já que isso é benéfico para ambos.

Lutando com tempo de inatividade e problemas no WordPress? Kinsta é a solução de hospedagem projetada para economizar seu tempo! Confira nossos recursos

Também é importante saber se o seu host inclui os seus sites de teste no seu uso total de disco. Na Kinsta, tentamos dar para os clientes o máximo de espaço possível e, por conseguinte, os sites de teste são excluídos dos nossos relatórios ao calcular o uso total de espaço em disco. Apenas sites ativos contam para o uso de espaço em disco.

6. Entre na Sua Utilização de Disco Local

Outro método para analisar o uso do disco WordPress é entrar localmente nos dados do seu computador. Isso exige a conexão ao seu site via FTP e o download de todo o site. É importante lembrar que, caso o host cobre pela largura de banda, isso irá usar parte da sua cota mensal. Então não recomendamos fazer isso o tempo todo, talvez uma vez a cada 6 meses. Ou, se tiver um site mais pequeno, isso não deverá ser um problema. Mas essa pode ser uma das formas mais poderosas de analisar seu uso de disco, já que pode dissecar os dados muito rapidamente e usar uma ferramenta da sua preferência.

O primeiro passo seria conectar o seu WordPress via SFTP e baixearsua pasta /wp-content/. Dependendo do tamanho do seu site, isso pode demorar um pouco.

Baixar pasta wp-content

Baixar pasta wp-content

Você depois pode usar uma ferramenta gratuita de dimensionamento de diretório para analisar seu site. Para o Windows, recomendamos o software TreeSize, que usaremos nesse exemplo. Para Mac, pode verificar o OmniDiskSweeper.

Você pode selecionar sua pasta wp-content que baixou e o programa fará uma análise rápida para analisar o tamanho exato de tudo o que tem nela. Como pode ver abaixo, isso é muito melhor do que qualquer plugin ou exportação feita pelo seu servidor. Se você analisar os dados localmente, poderá realmente aproveitar algumas boas ferramentas como essa.

Pasta wp-content no TreeSize

Pasta wp-content no TreeSize

Se consultarmos a pasta de maior dimensão nos uploads, conseguimos ver de imediato algumas imagens/fotos muito grandes que foram enviadas e que provavelmente não foram otimizadas. O one-mind-blown.gif tem mais de 3.5 MB, algo muito grande para uma imagem otimizada. Existem alguns métodos simples para comprimir GIFs animados, algo que deveria ter sido feito aqui. E não deixe de conferir nossa publicação detalhada sobre como otimizar imagens para web. O TreeSize é incrível para escavar rapidamente o seu site e detetar problemas em segundos.

Imagens grandes ocupando espaço em disco

Imagens grandes ocupando espaço em disco

7. Verifique o Uso de Disco via SSH

A última forma de analisar seu uso de disco é através do SSH. Embora isso seja efetuado por especialistas em tecnologia, pensámos em incluir esse ponto, já que é bem fácil de fazer. Só precisa de fazer login no seu host via SSH. Depois use os comandos abaixo. O primeiro irá navegar até à sua pasta wp-content usando o comando “change directory” (cd). Nota: Essa localização pode variar em determinados hosts.

cd public/wp-content

Depois pode usar o comando abaixo para organizar a pasta com os arquivos menores na parte superior e maiores na parte inferior.

du -sh * | sort -h

Você pode ir tão fundo quanto precisar até descobrir aquilo que está ocupando mais espaço no seu site. Nesse caso, é a nossa pasta de uploads.

Verifique o uso do disco via SSH

Verifique o uso do disco via SSH

Como pode ver abaixo, a nossa pasta 04 (abril) 2016 está ocupando muito mais espaço do que os nossos outros meses e anos.

Pasta grande no SSH

Pasta grande no SSH

Após entrar nesse diretório, percebemos que isso acontecia devido a alguns GIFs muito grandes, assim como arquivos .webp que não estavam mais sendo usados.

Arquivos grandes no SSH

Arquivos grandes no SSH

Reduzir o Uso de Disco no WordPress

Abaixo ficam algumas recomendações simples e rápidas para reduzir o uso de disco no seu site WordPress.

  • Otimizar as suas imagens
  • Use um plugin comoo Media Cleaner para eliminar a mídia não utilizada no seu site
  • Excluatemas e plugins antigos
  • Limpe tabelas da base de dados não utilizadas, criadas por plugins que não estão mais sendo usados
  • Verifique sua instalação WordPress usando algumas das dicas acima para garantir que os arquivos grandes têm razão para continuarem existindo
  • Desabilite ou limite as revisões WordPress para manter seu banco de dados pequeno
  • Removaantigos arquivos de registro
  • Remova arquivos backup e armazene eles externamente
  • Limpe e exclua comentários nas pastas spam ou lixo

Resumo

Como viu, existem algumas formas diferentes de verificar o uso do disco e o tamanho da base de dados no WordPress, mesmo para quem não tem grande experiência em tecnologia. Você precisa lembrar que, ao longo do tempo, já acumulou muitos extras dispensáveis no seu site, ou seja, arquivos e tabelas na sua base de dados. Fazer um check-up a cada seis meses pode ser uma boa forma de garantir um uso mínimo do disco, diminuindo os custos de armazenamento e acelerando seu site.

Você conhece outros truques simples para verificar o uso do disco no seu site WordPress? Se sim, fique à vontade para compartilhar abaixo nos comentários.