Quando se trata do GitLab vs GitHub, qual é a melhor plataforma de desenvolvimento para sua equipe em 2021? Qual é a melhor solução para o seu caso de uso?

Essas são as perguntas-chave que estamos respondendo hoje.

Tanto GitLab quanto GitHub são plataformas de desenvolvimento com um forte foco no sistema Git de código aberto para controle distribuído de versões. 87,2% dos desenvolvedores entrevistados confiam em Git para o controle de versão, colaboração e implementação mais suave.

Git se tornou uma ferramenta fundamental para desenvolvedores em startups, empresas e até mesmo posições governamentais. Você também pode usar Git em Kinsta.

É por isso que escolher a ferramenta certa para sua equipe é tão importante.

Vamos fazer um mergulho profundo nas diferenças do GitLab e GitHub, seus benefícios e desvantagens, e que você deve escolher.

Noções básicas de Git e Repositórios de Git baseados em nuvens

Se você é um iniciante completo e novo no Git, você deve aprender alguns fundamentos antes de escolher a opção certa. Mas se você for um usuário experiente de Git, sinta-se à vontade para pular esta seção.

Git é um sistema de controle de versão de código aberto (VCS) que permite salvar “snapshots” de um projeto de software. Em essência, ele mantém registro de todas as mudanças que você faz em qualquer programa.

O que o torna diferente do controle da versão tradicional é que você pode trabalhar em diferentes versões de filiais do software e gerenciá-las todas ao mesmo tempo.

Você pode então testá-los fundindo-os com um branch de teste, e depois com a versão ativa quando você tiver finalizado uma variante melhor.

Ramos de Git

branch Git (Fonte)

Somente com Git você tem esta liberdade para trabalhar em uma grande variedade de versões de uma só vez. É uma obrigação para qualquer equipe que queira fazer um desenvolvimento baseado em características.

Com Git, tudo isso acontece localmente em seu computador. Mas você também pode solicitar e dar acesso a outros desenvolvedores manualmente – sobre uma LAN, por exemplo.

Repositório compartilhado Git

Repositório compartilhado Git (Fonte)

Ao trabalhar com equipes remotas ou distribuídas maiores, a maioria das empresas recorre a soluções baseadas nas nuvens. Entre no GitLab e no GitHub.

Eles oferecem armazenamento ilimitado baseado em nuvem para repositórios. Desenvolvedores de todo o mundo podem facilmente colaborar em código. E eles podem fazê-lo sem ter que configurar uma LAN virtual ou compartilhar manualmente os repositórios.

Mas os repositórios de Git baseados em nuvens como GitHub e GitLab vão além da funcionalidade básica de Git. Eles também incluem gerenciamento de projetos, colaboração e ferramentas de implantação para ajudar a melhorar o fluxo de trabalho de desenvolvimento.

Nosso artigo Git vs GitHub explica estes aspectos com mais detalhes.

Agora, vamos ver como GitLab e GitHub se empilham um contra o outro.

💥 GitLab vs. GitHub 💥 Qual é o ideal para você e sua equipe? 👩‍💻Click to Tweet

GitLab vs GitHub: O básico

Vamos começar com o básico, explorando rapidamente cada plataforma e o que cada empresa traz para a mesa.

O que é o GitLab?

Página inicial do GitLab

Página inicial do GitLab

GitLab é uma plataforma Git e DevOps baseada em nuvem que ajuda os desenvolvedores a monitorar, testar e implantar seu código.

Um repositório de Git de nuvem costumava ser o principal ponto de venda do GitLab. Mas a plataforma evoluiu além de suas origens simples. Hoje, GitLab oferece uma ampla gama de recursos DevOps, como integração contínua, segurança, e até mesmo ferramentas de implantação de aplicativos.

GitLab começou como uma alternativa de código aberto auto-hospedado ao GitHub. Agora ele oferece planos SaaS gratuitos e pagos também.

Também oferece ferramentas essenciais de gerenciamento de projetos para monitorar e controlar os membros da sua equipe. Não é apenas um sistema de controle de versão para o código fonte do seu software.

O que é GitHub?

Página inicial do GitHub

Página inicial do GitHub

GitHub é uma das plataformas originais de Git baseadas em nuvem que permite aos desenvolvedores hospedar e monitorar suas mudanças de código. Ele também evoluiu para se tornar uma plataforma de desenvolvimento completa.

Mas é menos um pacote “pronto” do que o GitLab, optando por dar aos desenvolvedores a opção de implementar aplicativos e integrações livremente através do mercado GitHub.

O foco está em utilizar a vibrante comunidade GitHub e deixá-los contribuir com a funcionalidade que lhes falta.

GitLab e GitHub são a mesma empresa?

Não, os dois serviços online são oferecidos por empresas completamente diferentes. A GitLab Inc. é uma empresa privada, totalmente remota, com 1.303 funcionários.

GitHub é uma empresa filial da Microsoft, com sede em São Francisco e emprega mais de 1.600 pessoas em todo o mundo.

Embora esta seja uma pergunta freqüente – e uma concepção errônea – as duas empresas não estão relacionadas, exceto que elas são concorrentes. É um pouco como pensar que Coca-Cola e Pepsi são a mesma empresa.

A Microsoft também possui o GitLab?

Não, a Microsoft não é proprietária do GitLab somente GitHub.

GitLab é uma empresa privada com participações minoritárias detidas por vários investidores de capital de risco e fundos de investimento de capital de risco. Em particular, Goldman Sachs e Iconiq Capital são investidores significativos no GitLab.

GitLab costumava hospedar seus serviços no Microsoft Azure, mas mudou-se para a plataforma Google Cloud depois que a Microsoft adquiriu o GitHub.

GitLab vs GitHub: Semelhanças

Ok, então agora sabemos que apesar de oferecer – à primeira vista – serviços muito semelhantes, as empresas são 100% diferentes.

A seguir, vejamos algumas das semelhanças mais específicas além do nível da superfície do nome e da página inicial. Vamos começar com as características.

GitLab vs GitHub: Características

Quando se trata das características gerais de alto nível, há poucas diferenças entre os dois serviços. A maior parte do que o GitLab oferece, GitHub também tem no menu, e vice versa.

Destaque GitLab GitHub
Git
Versão auto-hospedada ✓ (Com plano da empresa)
Integração e entrega contínua ✓ (Com aplicativos de terceiros)
Documentação baseada em Wiki
Pré-visualização de mudanças de código
Rastreador de problemas
Revisão do código
Cessionários de Múltiplos Assuntos ✓ (Plano pago) ✓ (Somente Repositório Público em Plano gratuito)
Quadros de gerenciamento de projetos
Discussões da equipe
Rastreamento do tempo ✓ (Com App)
Ferramentas de Segurança e Conformidade
Teste de desempenho de carga ✓ (Plano pago) ✓ (Com App)
Teste de desempenho do navegador ✓ (Plano pago) ✓ (Com App)
Iterações e Planejamento de Sprint (Incluindo a Carta de Burndown) ✓ (Plano pago) ✓ (Com App)
Dependências de Emissão ✓ (Plano pago)

Não há áreas significativas onde um provedor oferece apoio e o outro não. A diferença está em como você pode acessar estes recursos.

Em muitos casos, você precisa usar um aplicativo ou integração de terceiros com o GitHub. Você pode obter o mesmo resultado – o recurso – mas você precisa pular por alguns arcos extras para chegar lá. Cobriremos esta diferença com mais detalhes mais tarde, pois localizamos onde os serviços diferem uns dos outros.

Vamos além da lista de características, e ver mais de perto como as duas correspondem especificamente a Git.

Controle de versão e funcionalidade Git

A funcionalidade do Git e os comandos básicos permanecem na maioria das vezes os mesmos entre as duas plataformas:

Além da renomeação dos pedidos pull para fundir (merge) que pode fazer mais sentido intuitivo – há pouca diferença na real funcionalidade básica Git entre eles.

Mas quando se trata do fluxo de trabalho recomendado usando estes recursos, elas são bem diferentes. GitLab e GitHub têm visões díspares sobre como é um fluxo de trabalho de codificação ideal, e vamos cobrir essas diferenças em nossa próxima seção.

O sistema de controle de versão e Git estão, naturalmente, no centro do que essas ferramentas têm a oferecer, mas hoje em dia elas se tornaram apenas os alicerces de um serviço completo.

Ambas as plataformas oferecem uma ampla gama de colaboração, revisão de código e ferramentas de gerenciamento de projetos.

Colaboração, Código e Gerenciamento de Projetos

Ambas as plataformas incluem ferramentas embutidas de colaboração e revisão de código. Isso faz parte do kit essencial incluído em ambas as versões gratuitas.

Por exemplo, você pode visualizar e discutir pedidos pull (ou fundir) em tempo real, fazer alterações e obter uma visão completa das diferenças de código.

Ferramentas de revisão de código GitHub

Ferramentas de revisão de código GitHub

Estas ferramentas destacam todas as mudanças e facilitam a revisão do código para quem quer que esteja revendo. Pode ajudar a detectar erros precocemente, reduzindo a chance de erros fatais ou falhas de segurança.

Enquanto a captura de tela acima destaca o GitHub, o GitLab oferece ferramentas igualmente poderosas de colaboração e revisão de códigos.

Ambas as plataformas também incluem ferramentas essenciais de gerenciamento de projetos.

Por exemplo, no GitLab, você pode criar uma hierarquia lógica entre as questões, adicionar listas de tarefas e descrições, e atribuir diferentes desenvolvedores a diferentes branch.

Ferramentas de gerenciamento de projetos do GitLab

Ferramentas de gerenciamento de projetos do GitLab

Também dá a seus gerentes acesso a gráficos de progresso como gráficos queimados e outras ferramentas de visualização.

No GitHub, você também pode categorizar questões, pedidos e notas em projetos específicos. Além disso, você pode definir e rastrear marcos e medir a produtividade com vários gráficos e relatórios.

Há também mais de 500 aplicativos de gerenciamento de projetos e integrações disponíveis no mercado GitHub.

Páginas GitHub vs Páginas GitLab

Tanto GitHub como GitLab oferecem páginas web estáticas gratuitas com informações sobre seu projeto e repositório de software.

Os desenvolvedores em qualquer uma das plataformas podem então facilmente bifurcar o projeto para começar a fazer suas mudanças e experimentar com eles.

Páginas de GitHub

Páginas de GitHub

GitHub tem um tutorial básico de instalação, incluindo alguns temas básicos para ajudá-lo a criar seu site.

Nem o GitHub nem o GitLab oferecem processamento dinâmico do lado do servidor, como você precisaria com arquivos PHP ou ASP. Você só pode publicar conteúdo estático do site como HTML e CSS.

Embora isto signifique que você não pode mover seu site WordPress diretamente para GitHub ou GitLab, você ainda pode ter controle de versão no WordPress se você tiver a configuração adequada. Com Kinsta, você pode mover diretamente do seu repositório Git usando SSH.

Plano Gratuito com Repositórios Ilimitados

Ambos os serviços oferecem planos gratuitos com repositórios ilimitados (públicos e privados). Eles também limitam o acesso a recursos avançados de gerenciamento, segurança e conformidade em suas opções gratuitas.

Estas últimas características estão no topo de qualquer lista de prioridades empresariais, mas pequenas equipes e freelancers não vão sentir muita falta delas.

Com tudo considerado, as duas opções são bastante semelhantes. É claro, isso provavelmente não ajuda muito na escolha de uma em detrimento da outra.

Então vamos cavar um pouco mais fundo e explorar algumas das diferenças entre estas plataformas de Git.

GitLab vs GitHub: Principais diferenças

Como você provavelmente adivinhou pelos nomes deles, GitLab e GitHub têm mais em comum do que não.

Mas isso não significa que eles estão sem suas diferenças. Nesta seção, vamos cobrir as principais discrepâncias entre as duas plataformas.

Integração contínua

Talvez a diferença mais significativa na experiência do usuário seja a dedicação do GitLab à integração contínua e ao fluxo de trabalho DevOps.

As ferramentas CI GitLab permitem construir, implementar e executar códigos automaticamente sem a necessidade de atualizações manuais ou integrações pesadas e personalizadas.

GitLab para CI

GitLab para CI

Se você já utiliza uma solução PaaS como a Kubernetes hospedada, a integração GitLab permitirá que você implante, encene, teste e escale seus aplicativos automaticamente.

Trabalhando somente dentro do GitLab, sua equipe de desenvolvimento pode se concentrar em fazer pequenas atualizações ao vivo várias vezes por dia, em vez de transformá-las em grandes lançamentos.

Uma das coisas cruciais que faz isso acontecer é a ferramenta de teste automatizado que automaticamente varre o código em busca de potenciais riscos de segurança.

Enquanto você pode estabelecer um fluxo de trabalho CI/CD com GitHub, você precisa trabalhar com uma ferramenta CI de terceiros como TravisCI ou CircleCI. Você não tem a mesma plataforma de recursos de CI que interagem diretamente com seu repositório GitHub.

GitHub Flow vs GitLab Flow

Embora a tecnologia e as características subjacentes da Git sejam praticamente idênticas, o fluxo de trabalho recomendado não é o mesmo. Nem de perto.

GitHub enfatiza a velocidade, enquanto GitLab enfatiza a confiabilidade. Essa é a essência da diferença entre as duas plataformas de repositório de nuvens.

Fluxo GitHub vs fluxo GitLab

Fluxo GitHub vs fluxo GitLab (Fonte)

GitHub defende uma abordagem de desenvolvimento rápida e focada em recurso para fundir (incluir) novas branchs com a branchs mestre. Este fluxo de trabalho é perfeito para equipes e projetos Agile menores.

Lutando contra o tempo de inatividade e problemas com o WordPress? Kinsta é a solução de hospedagem projetada para economizar seu tempo Confira nossas características

A branch mestre está sempre pronto para ser implantado, garantindo que você possa rapidamente restabelecer o status quo se algo der errado. Você pode voltar para a versão anterior em segundos.

No fluxo de trabalho do GitLab, você cria múltiplos branchs estáveis além do master, geralmente pelo menos a produção e pré-produção. Isso significa um processo de teste em múltiplas etapas onde uma única revisão de código após a solicitação de fusão não é suficiente.

Para equipes menores, ele pode retardar o processo até que um novo recurso esteja viva na produção. Mas se você tiver uma equipe de QA dedicada, é uma maneira de deixar sua equipe RandD trabalhar livremente em novas funcionalidades sem se preocupar em testar cada minuto de mudança de código.

Alguns concluem que isto faz do GitLab a plataforma GitLab mais segura, mas o GitHub também suporta o mesmo fluxo de trabalho. É que ele não o recomenda oficialmente.

Plataforma completa vs Mercado

GitLab adotou a abordagem de uma plataforma completa e embalada, em vez de dar a todos a opção de construir sua plataforma com diferentes aplicativos.

Isso não significa que é completamente vazio de integrações. GitLab suporta integrações com Asana, Jira, Microsoft Teams, Slack, Gmail, e mais de 30 outros aplicativos e plataformas.

Mas enquanto você tem opções, elas são muito mais limitadas do que se você for com GitHub. GitHub atualmente tem 374 aplicativos gratuitos em seu mercado, com um alto número de opções pagas para iniciar.

GitHub marketplace

GitHub marketplace

Mas você tem que lembrar que é através destas integrações de terceiros que GitHub oferece algumas das características out-of-the-box do GitLab.

Por exemplo, GitLab oferece recursos como integração contínua, rastreamento de tempo e backups por padrão. Com GitHub, porém, você precisaria de um aplicativo para essa funcionalidade, como o aplicativo gratuito CI Jenkins.

GitHub Ações automatizadas tornam possível o CI/CD sem ferramentas de terceiros, mas você não terá o mesmo nível de supervisão.

Nota: Mesmo que o aplicativo GitHub em si seja gratuito, o serviço de terceiros ainda custa dinheiro.

Instalação auto-hospedada para servidor privado

O GitLab começou como uma plataforma de código aberto auto-hospedada. Dito isto, você ainda tem a opção de hospedar uma versão privada do GitLab em suas máquinas virtuais.

E você pode fazer isso com um plano GitLab gratuito, enquanto com GitHub, ele só está disponível para os planos empresariais GitHub.

Código Aberto

GitLab oferece recursos gratuitos de plano empresarial e até 50.000 minutos CI para organizações ou equipes menores que trabalham com software de código aberto.

GitLab para Código Aberto

GitLab para Código Aberto

O próprio GitLab é software de código aberto, e a versão auto-hospedada é gratuita para qualquer pessoa usar.

Isso não quer dizer que o GitHub não seja uma boa opção para código aberto, pois oferece acesso instantâneo à maioria desses desenvolvedores. GitHub também os incentiva a contribuir com o código aberto toda sexta-feira, expandindo regularmente o número de recursos públicos disponíveis.

As equipes de desenvolvedores da GitHub também contribuem para projetos open source especificamente Git LFS e outros projetos relacionados a Git.

Planos e preços pagos: GitHub Enterprise vs GitLab Ultimate

Embora ambos os planos gratuitos ofereçam repositórios públicos e privados ilimitados, há uma notável disparidade nas etiquetas de preço dos planos pagos.

O plano Premium do GitLab começa em $19 por usuário/mês. Ele dá aos gerentes acesso ao gerenciamento do projeto e aos controles de integridade do código.

Preços do GitLab

Preços do GitLab

Da mesma forma, os planos pagos para GitHub também se concentram em ferramentas avançadas de colaboração (para repositórios privados), bem como recursos de segurança e conformidade.

Mas há uma grande diferença entre as duas plataformas no preço.

O plano da Equipe GitHub começa em $4 por usuário/mês.

GitHub preços

GitHub preços

GitLab Ultimate lhe dará um retorno de $99 por usuário/mês contra $21 por usuário/mês para GitHub Enterprise.

GitLab posiciona seu plano gratuito como um concorrente do plano da Equipe GitHub e seu plano Premium como sua contraparte do plano Enterprise.

Mas em termos de segurança e ferramentas de conformidade, você vai precisar do plano mais caro do GitLab para espelhar as características do GitHub.

GitLab vs GitHub: Qual é a melhor opção?

Infelizmente, como a maioria das coisas na vida, não há aqui uma “melhor escolha para todos” clara. Depende da sua equipe, maior organização, objetivos e casos de uso únicos.

Em termos de funcionalidade out-of-the-box e auto-hospedagem, o GitLab sai por cima. Mas GitHub está em uma posição única como líder de mercado. Tem um número muito maior de integrações e aplicativos.

Depende também das ferramentas que suas equipes já utilizam e dominam. Se o GitLab não oferece uma integração com uma ferramenta que você usa regularmente, mas o GitHub oferece, isso fará dele a escolha óbvia para você.

E como GitHub oferece mais de 300 integrações do que GitLab, este não é um cenário rebuscado.

Por que o GitHub é mais popular que o GitLab?

Uma das principais razões pelas quais GitHub é mais popular do que GitLab é que GitHub teve um avanço. Ele foi lançado em 2008, enquanto GitLab começou como um projeto de código aberto em 2011.

Mas com recursos integrados de integração contínua e uma opção gratuita para servidores privados e auto-hospedados, o GitLab está começando a se recuperar. De acordo com uma pesquisa, GitLab ganhou uma participação de mercado de 4,6% de 2018-19, enquanto GitHub caiu 0,4%.

Mas mesmo assim, na última pesquisa de desenvolvimento Stack Overflow 2020, 82,8% dos entrevistados dizem usar GitHub, e apenas 37% dizem usar GitLab.

Uso de ferramentas de colaboração em código

Uso de ferramentas de colaboração em código (Fonte)

Embora GitHub ainda seja a escolha padrão para novos desenvolvedores, isso está mudando lentamente à medida que GitLab se desenvolve em uma plataforma especializada com características e benefícios únicos.

87,2% dos desenvolvedores confiam no Git para controle de versão, colaboração e implantação mais suave. 👩‍💻 Certifique-se de que sua equipe está usando a ferramenta correta com a ajuda deste guia ✅Click to Tweet

Resumo

Como desenvolvedor em 2021, você não pode se dar ao luxo de ignorar ferramentas como Git ou grandes provedores de repositório de nuvens como GitHub e GitLab.

A grande maioria dos desenvolvedores, equipes e empresas utilizam estas ferramentas para garantir que cada código seja revisado cuidadosamente antes de entrar em funcionamento, e que a contribuição de ninguém desapareça.

Embora as diferenças entre as ferramentas pareçam mínimas na superfície, a principal diferença é esta: O GitLab oferece uma plataforma DevOps abrangente. Em contraste, GitHub oferece uma profunda extensibilidade através de seu mercado de aplicativos.


Se você gostou deste artigo, então você vai adorar a plataforma de hospedagem WordPress da Kinsta. Turbine seu site e obtenha suporte 24/7 de nossa experiente equipe de WordPress. Nossa infraestrutura baseada no Google Cloud se concentra em escalabilidade automática, desempenho e segurança. Deixe-nos mostrar-lhe a diferença Kinsta! Confira nossos planos