Um dos aspectos do WordPress que pode confundir as pessoas é saber se o WordPress é gratuito.

A resposta pode ser complicada e provavelmente este é o motivo que confunde as pessoas. Um site WordPress pode ser gratuito ou ter algum custo a ele atrelado. Mas o software do WordPress em si – conhecido como núcleo do WordPress – é gratuito e sempre será. E não se trata apenas do custo financeiro do WordPress: ele também é gratuito no sentido de que você tem a liberdade para aperfeiçoá-lo, estendê-lo e usá-lo como quiser.

Neste post, desmistificaremos as seguintes perguntas:

  • O WordPress é realmente gratuito?
  • Por que o WordPress é gratuito?
  • Quais aspectos do WordPress não são gratuitos?

Explicarei os dois sentidos de gratuito que se aplicam e identificarei as principais situações nas quais você pode ter um site WordPress de graça, juntamente com aspectos específicos do WordPress que pode optar entre receber de graça ou pagar por eles.

Então, vamos começar!

Os Dois Sentidos de Gratuito Aplicados ao WordPress

Antes de olharmos se o WordPress é gratuito, o que pode nos ajudar é entender os dois sentidos dessa palavra.

Às vezes, esses conceitos são chamados como “gratuito como uma cerveja” e “gratuito como um discurso”.

O primeiro sentido que a maioria das pessoas pensam quando perguntam se o WordPress é gratuito é o senso monetário: gratuito como uma cerveja. Uma cerveja pode ser gratuita em termos monetários, o que significa que não te custará nenhum centavo para recebê-la. No entanto, ela nunca será gratuita como um discurso.

O segundo sentido de gratuito é no sentido de liberdade de discurso. Em outras palavras, se você tem uma cópia do software do WordPress, pode usá-la como quiser, sem nenhuma restrição? A resposta é definitivamente “sim!”, conforme veremos em um minuto.

Por isso, vamos nos aprofundar nas formas em que o WordPress é gratuito.

Gratuito como um Discurso

O software do WordPress é gratuito nos dois sentidos da palavra. Você pode fazer o download de uma cópia do WordPress de graça e, uma vez com ela, poderá usá-la ou aperfeiçoá-la como quiser.

O software é publicado sob a Licença Pública Geral GNU (GPL), o que significa que é gratuito não apenas para fazer seu download, mas também para editá-lo, personalizá-lo e usá-lo. É um modelo de software conhecido como código aberto.

As principais características dessa licença podem ser resumidas da seguinte forma:

  • Você pode usar o WordPress da forma que deseja e sem restrições.
  • Você pode personalizar, adicionar ou remover o que quiser no WordPress sem restrições.
  • Você pode reembalar, criar uma nova marca, vender e distribuir o WordPress sem restrições, com a exceção de que ele também precisará ser lançado sob a licença GPL.

Esse terceiro ponto é importante. Ele significa que você pode pegar o WordPress, alterá-lo, reembalá-lo e vendê-lo para outras pessoas para ter lucro, desde que também aplique a licença GPL. Em outras palavras, seus clientes podem pagar pelo código, mas você precisa dar a eles acesso para que possam modificá-lo por conta própria.

Para pessoas acostumadas a lidar com empresas de software que não são de código aberto, isso pode ser surpreendente. Eu sei. Mas é verdade!

Então você poderia fazer o download do WordPress e aperfeiçoar seu código para que funcione de forma diferente. Na verdade, o WordPress começou dessa forma, quando em 2003 Matt Mullenweg e Mike Little pegaram outro sistema de blogs de código aberto, chamado b2/catalog, e o adaptaram. O que eles construíram se tornou o WordPress: inicialmente era outra plataforma de blogs, mas com o passar do tempo se transformou no Sistema de Gerenciamento de Conteúdo mais usado por todos os tipos de websites.

Mesmo que você possa editar o código do núcleo do WordPress, isso não é uma boa ideia. Se quiser personalizar o WordPress, as melhores práticas dizem para você “empacotar” suas personalizações em um novo plugin ou usar um que já esteja disponível. Isso significa que, quando você atualiza a versão do seu WordPress, suas personalizações não serão perdidas, porque serão armazenadas nos arquivos do seu plugin.

Conforme veremos mais adiante, alguns plugins são gratuitos como uma cerveja, outros não: mas todos eles são gratuitos como um discurso.

Gratuito como uma Cerveja

O WordPress é e continua sendo gratuito porque não é de propriedade de uma empresa. Ao invés disso, ele é de propriedade da Fundação WordPress sem fins lucrativos, que foi criada para “garantir acesso gratuito, perpetuamente, para os projetos de software que suportamos”. Sua missão é oferecer uma base de código estável para muitas gerações que ainda estão por vir e educar as pessoas sobre o WordPress e softwares de código aberto relacionados. A Fundação WordPress não tem nenhum lucro desenvolvendo ou distribuindo o WordPress: é tudo trabalho voluntário.

O WordPress possui milhares de plugins, alguns dos quais são gratuitos e outros pagos, mas todos eles são livres como um discurso. Se você fizer o download ou comprar um plugin, estará livre para modificá-lo, adaptá-lo e vender seu código da mesma forma que funciona com o núcleo do WordPress, desde que o publique sob a licença GPL. A melhor forma de fazer isso é escrever outro plugin que expanda o plugin original, mas existem muitos exemplos de pessoas que pegaram um plugin e escreveram um plugin completamente novo baseado nele. Como se trata de software de código aberto, tudo isso é permitido.

Sistema operacional GNU

Sistema operacional GNU

Então, aqui está a ideia: WordPress, plugins e temas são todos de código aberto e publicados sob a licença GPL. Você tem a liberdade para trabalhar com eles e adaptá-los. Mas quando se trata dos aspectos financeiros do seu site WordPress, as coisas são um pouco mais complicadas.

O software em si é gratuito, mas se você deseja rodar um website, precisará de espaço no servidor para hospedá-lo. A menos que tenha seus próprios servidores (e as habilidades para usá-los para hospedar um website), isso significa que terá que pagar por uma hospedagem. Um provedor de hospedagem como a Kinsta alugará um espaço para você em seus servidores para que possa usá-lo para hospedar seu site WordPress. Porém não se tornam donos do seu site: ele continua sendo seu e você pode editá-lo, personalizá-lo ou movê-lo quando quiser.

Gerenciar servidores e oferecer hospedagem custa dinheiro: existem requisitos de infraestrutura física e suporte envolvidos no processo. Mas não te custará tanto assim, pelo menos não quando comparado a construtores de websites que oferecem muito menos flexibilidade.

Como o WordPress éO WordPress é livre para usar? Há algum custo (escondido) por trás dos sites do WordPress? E quanto aos temas e plugins do WordPress? Receba todas as respostas de uma vez por todas. Financiado?

Após aprender que o WordPress é administrado por uma fundação sem fins lucrativos e que centenas de desenvolvedores contribuem com sua base de código gratuitamente, talvez você esteja se perguntando como isso é possível.

Afinal, custa dinheiro hospedar o site WordPress.org em si. Custa dinheiro administrar a infraestrutura que permite que grandes equipes colaborem com o WordPress. E exige tempo das pessoas que estão envolvidas.

A realidade é que milhares, se não forem milhões de empresas, desenvolvedores e entusiastas se beneficiam com o WordPress. Eles reconhecem que, sem o suporte de pessoas como eles mesmos, o WordPress não existiria e não teriam esse incrível software com o qual ganham suas vidas. É por isso que escolhem retribuir um pouco com a comunidade do WordPress: contribuindo com a base de código, oferecendo suporte através de fóruns de suporte do WordPress ou administrando eventos como o WordCamps e encontros locais relacionados ao WordPress.

Como Ter um Site WordPress de Graça

Existe uma forma de ter um site WordPress de graça e isso é possível ao se cadastrar para um plano gratuito no WordPress.com. O WordPress.com é propriedade de uma empresa privada, a Automattic. Ela hospeda milhões de sites em seus próprios servidores e, se você fizer um cadastro para um plano gratuito, consegue ter um site de graça.

WordPress.com

WordPress.com

Existem limitações, no entanto. Seu site no WordPress.com é gratuito como uma cerveja, mas não é livre como um discurso. Você não tem acesso ao código, fica limitado aos temas que podem ser usados e não tem acesso a plugins. Você não poderá usar seu próprio nome de domínio e existirão anúncios em seu site, sobre os quais não tem nenhum controle (essa é uma das formas pelas quais ele é financiado).

Para alguns usuários, isso não é um problema, e eles ficarão felizes em usar o WordPress.com para criar um blog de hobby ou até mesmo um site de portfólio. Mas se quiser um website profissional, precisará de algo a mais.

Sugestão de leitura: 12 Melhores Opções de Plugin para WordPress Portfolio para Mostrar seu Trabalho.

Outra alternativa é se registrar para um plano premium do WordPress.com: ele te dá a capacidade de usar seu próprio nome de domínio e recursos extras. No entanto, você ainda não terá acesso ao código. Se fizer o cadastro para esse plano do WordPress.com, terá um site que não é gratuito em nenhum dos aspectos. Você estará pagando por ele e não terá muita liberdade para modificá-lo. E poderá descobrir que as taxas mensais são maiores que as que você pagaria para hospedar um site por conta própria.

É por isso que recomendo ter um site WordPress por sua conta e pagar por uma hospedagem separadamente.

Por Que Vale a Pena Pagar Por Hospedagem WordPress

Se você optar por ter um site WordPress por conta própria ou migrar do seu plano gratuito do WordPress.com para ele, saiba há uma diferença-chave.

Ao invés de o site ser hospedado no WordPress.com, você instala o WordPress no espaço de servidor que aluga junto a uma empresa de hospedagem. A principal diferença é que o site pertence a você (ou aos seus clientes). É possível definir quais temas e plugins deseja rodar, se torna dono do site e do conteúdo e pode movê-lo ou alterá-lo quando quiser. Você fica livre para escolher como seu site será administrado, o que adicionará a ele e como o operará (dentro dos limites da lei).

Isso te dá a liberdade presente no sentido do “discurso gratuito”.

Existe um custo financeiro em websites WordPress hospedados por conta própria, mas para todos aqueles que desejam ter um site de qualidade, os benefícios superam com facilidade qualquer dinheiro desembolsado. A hospedagem não é cara quando você considera os potenciais benefícios para os negócios de um website profissional. Um site gratuito no WordPress.com não reflete bem a imagem da sua marca ou te permite adicionar os recursos que precisa para administrar um website profissional. Ele não te oferece o controle necessário.

Você pode pensar que um site gratuito no WordPress.com seja suficiente neste momento. Mas, à medida que seu site cresce e evolui ao longo do tempo, as chances são de que você não alcançará suas necessidades de longo prazo. A boa notícia é que migrar de um site no WordPress.com para um site hospedado por conta própria não é difícil.

Quais Aspectos do WordPress São Gratuitos?

Mesmo se você não tiver um site WordPress gratuito, existem outros aspectos da instalação do WordPress que podem ser grátis. Alguns são sempre gratuitos, enquanto outros, como plugins e temas, podem sair de graça ou apresentar opções premium.

Receber algo de graça pode parecer bom demais para ser verdade. E, algumas vezes, é mesmo. Mas as pessoas que desenvolvem temas e plugins gratuitos para o WordPress o fazem por motivos válidos: elas querem retribuir à comunidade ou têm uma versão gratuita de um plugin que pode ter um upgrade para uma opção premium. Nesse caso, a versão gratuita age como uma introdução à paga.

Isso não significa que não existam fontes de código gratuito para o WordPress que sejam legítimas. Aqui, observarei os diferentes aspectos do WordPress que você pode conseguir de graça e te ajudarei a fazer isso sem comprometer a segurança ou qualidade do seu site.

Aspectos do WordPress hospedado por conta que são (ou podem ser) gratuitos:

  • Núcleo do software
  • Suporte
  • Temas
  • Plugins
  • Atualizações

Falaremos sobre cada um deles por vez.

Software Gratuito

O WordPress em si é gratuito. Se estiver fazendo o download do WordPress, sempre o realize através da página oficial de download.

Na Kinsta, oferecemos uma ferramenta que você pode usar para instalar o WordPress sem precisar fazer o download do código. Um instalador automático como esse é seguro, confiável e te economizará tempo e esforço.

Suporte Gratuito

Um provedor de hospedagem de qualidade te oferece suporte como parte do plano, para te auxiliar com sua hospedagem, gerenciamento de domínio e instalação do WordPress.

Se você precisa de ajuda com outros aspectos do WordPress, como aprender como gerenciar seu site, escrever seus próprios plugins e corrigir problemas em seus temas ou plugins, precisará encontrar outras fontes de suporte para WordPress.

Algo que vale repetir: suporte gratuito é oferecido por voluntários, especialistas em WordPress que estão retribuindo à comunidade ou pessoas cujos empregadores permitem que tenham tempo para atuar nos fóruns de suporte. Como você não está pagando pelo suporte, deve adequar suas expectativas de acordo e não esperar uma resposta imediata.

Temas Gratuitos

Existem milhares de temas gratuitos disponíveis no diretório de temas do WordPress.

Diretório de temas do WordPress

Diretório de temas do WordPress

Eles são criados por diversos desenvolvedores, incluindo desenvolvedores de temas comerciais, voluntários e a equipe do WordPress.com. Todos passam por testes rigorosos antes de serem disponibilizados, por isso você pode ter a confiança de que são bem escritos, confiáveis e seguros.

O diretório de temas do WordPress é o único local onde você pode fazer o download seguro de temas gratuitos. É possível baixá-los diretamente lá ou instalá-los através da página de Temas em sua área de administração do seu site.

Não faça o download de temas gratuitos de outras fontes! Se o tema é robusto e seguro, o desenvolvedor deveria distribuí-lo através do diretório oficial. Do contrário, você pode se deparar com o risco de instalar um tema em seu site que inclua código com spam ou até mesmo que seja malicioso.

Plugins Gratuitos

Assim como temas, existem milhares de plugins WordPress gratuitos disponíveis através do diretório de plugins. Eles vão desde pequenos plugins que adicionam algumas linhas de código ao seu site ou painel, até plugins amplos e complexos, como o WooCommerce, que adiciona uma loja repleta de recursos ao seu site.

Talvez você esteja perguntando por que as pessoas passariam tempo desenvolvendo um plugin e o disponibilizariam de graça. E essa é uma boa pergunta. Desenvolvedores de plugins gratuitos geralmente se encaixam em uma dessas três categorias:

  • São entusiastas do WordPress que querem compartilhar seu código e retribuir à comunidade.
  • São agências que desenvolveram um plugin para usar com seus clientes e desejam que outras pessoas se beneficiem do código (além de também receber um pouco de publicidade).
  • São fornecedores profissionais de plugins que desenvolveram uma versão gratuita de um plugin na expectativa de que uma parcela das pessoas que o utilizam faça o upgrade para a versão premium ou adquira seus complementos.

Isso significa que as pessoas criam plugins gratuitos porque pode ser algo lucrativo ou simplesmente por razões altruístas. Mas, assim como nos temas, se um plugin é oferecido de graça sua inclusão no diretório de plugins do WordPress significa que ele foi testado e provavelmente é seguro e confiável. Não é possível garantir isso para todos os plugins da história, pois eles podem ter sido afetados por atualizações, mas um bom desenvolvedor de plugins os atualizará para garantir sua compatibilidade com a versão mais recente do WordPress. Quando você instala um plugin, é alertado sobre sua última atualização e se ele é compatível com sua versão do WordPress.

Compatibilidade dos plugins

Compatibilidade dos plugins

Atualizações Gratuitas

A atualização do núcleo do WordPress é gratuita. Seu painel de administração inclui uma tela que pode ser usada para atualizar o software sempre que um novo lançamento é feito.

É uma boa ideia rodar as atualizações em uma versão de testes do seu site primeiro. Os planos de hospedagem da Kinsta incluem uma cópia de testes do seu site que não é visível para o mundo externo. Se tiver problemas ao atualizá-la (talvez devido a uma incompatibilidade com um de seus plugins), você pode optar por não fazer essa atualização em seu site real até que o plugin seja atualizado ou ainda desativar tal plugin.

Atualizações gratuitas serão aplicadas ao núcleo do WordPress e a temas e plugins gratuitos. A possibilidade de atualizar um tema ou plugin premium de graça dependerá do modelo de cobrança adotado. Alguns plugins/temas exigem que você pague uma assinatura anual e só consegue fazer as atualizações se essa taxa estiver em dia. Outras empresas fazem uma cobrança única para acesso vitalício, assim você pode atualizar o tema/plugin para sempre sem pagar taxas adicionais.

Aspectos do WordPress que Não São Gratuitos

Existem muitos aspectos do WordPress que são gratuitos, o que é um dos fatores incríveis sobre essa plataforma. Os novatos no WordPress frequentemente ficam confusos com o fato de um software de alta qualidade e tão útil ser gratuito. E se você estiver acostumado a comprar softwares de empresas como Microsoft ou Adobe, que podem cobrar muito por atualizações ou assinaturas, isso pode parecer até estranho. Mas como um software de código aberto, o núcleo do WordPress sempre será gratuito.

No entanto, isso não significa que administrar um site WordPress profissional seja algo sem custo. Ele dependerá das necessidades do seu site e o quanto você está satisfeito em pagar pela conveniência de ter um plugin premium, por exemplo, quando um gratuito pode fazer o mesmo trabalho ou algo semelhante, porém com um pouco mais de esforço.

Aspectos do WordPress com os quais você precisar dispender dinheiro são:

  • Hospedagem
  • Suporte premium
  • Atualizações de plugins/temas premium
  • Temas premium
  • Plugins premium

Novamente, vamos olhar para cada um deles por vez.

Pagar por Hospedagem

Se optar por hospedar se site WordPress por conta, o que te dará mais flexibilidade e liberdade que o WordPress.com, você precisará pagar por um provedor de hospedagem.

Além de tornar possível que você realmente tenha um site hospedado por conta, um bom pacote de hospedagem oferecerá outros benefícios:

Antes de escolher seu provedor de hospedagem, verifique se ele oferece todos esses detalhes. Pode ser tentador optar por uma hospedagem barata, mas acabará descobrindo que seu site rodará mais lento ou que o suporte não será tão útil quanto espera. Se deseja ter um site profissional, vale a pena pagar um pouco a mais pela qualidade.

Mesmo se estiver no WordPress.com e fizer o upgrade do plano gratuito para o premium, acabará pagando por sua hospedagem no final das contas.

Se me perguntar, direi que pagar por hospedagem e ter liberdade para rodar seu próprio site é o melhor investimento a ser feito.

Pagar por Suporte

Seu provedor de hospedagem pode oferecer suporte para te ajudar com os aspectos do seu site que sejam relacionados à hospedagem.

E se precisar de suporte adicional e canais gratuitos não forem suficientes para você, é possível comprar suporte premium. Existem diversos provedores que te oferecem suporte em troca de uma assinatura.

Pagar por Temas

Se você não puder encontrar um tema gratuito que atenda às suas necessidades ou deseja um tema com uma interface de arrastar e soltar (frequentemente chamado de construtor de páginas), pode comprar um tema WordPress premium.

Existem três tipos principais de temas premium:

  • Temas desenhados para serem fáceis de usar, como o tema Astra.
  • Temas projetados para serem estendidos, como o tema Divi com construtor de páginas.
  • Temas individuais vendidos em marketplaces como ThemeForest.

Antes de pagar por um tema, lembre-se de verificar se ele atende às suas necessidades e se é seguro instalá-lo em seu site. Em especial:

  • Verifique sua licença: ele é distribuído sob GPL?
  • Consulte outros usuários e desenvolvedores WordPress.
  • Leia análises e artigos que o utilizem/avaliem.
  • Obtenha recomendações pessoais.
  • Verifique se há uma versão de testes gratuita, garantia de devolução do dinheiro ou prazo de arrependimento.

Se o tema não atender às suas necessidades, não desperdice seu dinheiro.

Para mais informações sobre como encontrar temas premium de qualidade, veja nosso guia de temas WordPress gratuitos versus premium.

Pagar por Plugins

Além dos plugins gratuitos que você pode instalar através do diretório, é possível se deparar com a necessidade de comprar plugins premium.

Isso é muito comum: existem coisas que plugins premium simplesmente fazem melhor que seus concorrentes gratuitos.

Situações em que você pode precisar pagar por um plugin premium incluem:

  • Quando você usa a versão gratuita de um plugin e percebe que precisa de recursos adicionais oferecidos pela versão premium.
  • Quando os plugins gratuitos não te oferecem a funcionalidade ou facilidade de uso que precisa.
  • Quando precisa instalar diversos plugins criados pelo mesmo desenvolvedor, que oferece uma opção de assinatura para ter acesso completo.
  • Quando você deseja adicionar recursos extras a um plugin gratuito, comprando complementos premium, como aqueles que podem ser adquiridos para o WooCommerce.

Se você investir nos plugins premium certos, eles poderão te fazer economizar muito tempo e dar um impulso significativo para o seu site. Quando decide instalar um plugin premium, você deve ser tão cuidadoso quanto seria com um tema premium. Portanto, deve verificar:

  • Se o fornecedor também tem plugins publicados no diretório de plugins (empresas com má reputação não permanecem lá por muito tempo).
  • Análises sobre o fornecedor e o plugin.
  • Se o plugin é distribuído sob GPL.
  • Qual tipo de suporte será oferecido para te ajudar a usar o plugin e resolver qualquer problema que apareça.
  • Se há garantia de devolução do dinheiro. É muito frustrante instalar um plugin, perceber que ele não faz o que precisa e perder seu dinheiro investido.

A melhor fonte de informações sobre plugins premium sempre serão as recomendações pessoais. Converse com outros usuários e desenvolvedores WordPress, veja fóruns sobre o WordPress ou grupos do Facebook e verifique se outras pessoas estão satisfeitas com o plugin antes de comprá-lo.

Pagar por Atualizações

Se você instalou um tema ou plugin premium, normalmente receberá pelo menos um ano de atualizações e suporte gratuitos. Como a maioria dos plugins e temas premium funcionam com um modelo de assinaturas, provavelmente será necessário pagar novamente para receber a versão atualizada do software e continuar recebendo suporte ativo.

No entanto, existem exceções: alguns fornecedores de plugins exigem apenas que você realize um único pagamento para ter acesso vitalício a ele.

Eu sei, é tentador não renovar sua assinatura. Afinal, o plugin ou tema continua funcionando e você não perde o código mesmo que não compre o último lançamento. Mas e se o plugin ou tema apresentar um problema de segurança e uma nova atualização for disponibilizada com a correção? E se uma nova versão do WordPress for publicada e seu tema ou plugin não funcionar mais? Seu site – ou algumas funcionalidades dele – quebrará. E isso é algo que você não quer que aconteça. Nunca!

Pagar por Desenvolvimento

Se não puder encontrar nenhum tema/plugin gratuito ou premium capaz de atender às suas necessidades e não tem tempo ou as habilidades necessárias para codificar o seu próprio, existe a opção de contratar um desenvolvedor.

Isso pode variar entre diversos tipos de ação, seja para desenhar e criar seu site, até escrever um plugin ou personalizar seu tema WordPress. Tudo depende das suas necessidades específicas, tempo e orçamento.

O WordPress é projetado para que você não precise contratar um especialista e tenha que pagar um extra para ter um website excelente. Mas se estiver criando um site altamente sob medida ou administrando um negócio e não possui o tempo ou habilidades para fazê-lo por conta própria, então esse pode ser um bom investimento.

Novamente, isso é algo opcional. Mas para alguns usuários WordPress, pode ser um detalhe pelo qual eles optariam por pagar.

O WordPress é 100% gratuito? O que significa ser um software de código aberto? Fizemos nossa lição de casa 🤓 e reunimos as respostas para essas perguntas (e para outras também). Dá uma olhada! Click to Tweet

Resumo

O software do núcleo do WordPress sempre será gratuito: gratuito como um discurso e gratuito como uma cerveja.

O software é gratuito para ser baixado e gratuito para usar da forma que quiser. Você pode personalizá-lo, estendê-lo, redistribuí-lo e até mesmo vendê-lo, desde que use a licença GPL.

Mas se deseja ter um website de arrasar, existem detalhes pelos quais precisará pagar.

Um site hospedado por conta significa que você terá que pagar por hospedagem (observação: oferecemos migrações gratuitas se estiver interessado em mudar seu provedor de hospedagem), alguns plugins e/ou temas premium e suporte.

Quanto você consegue de graça e quanto você acaba pagando fica a seu critério. Mas como o software em si é gratuito, um website WordPress continua representando um valor extraordinário. E vale muito a pena pagar um pouco a mais para ter um website profissional de alto desempenho.


Se você gostou deste artigo, então você vai adorar a plataforma de hospedagem WordPress da Kinsta. Turbine seu site e obtenha suporte 24/7 de nossa experiente equipe de WordPress. Nossa infraestrutura baseada no Google Cloud se concentra em escalabilidade automática, desempenho e segurança. Deixe-nos mostrar-lhe a diferença Kinsta! Confira nossos planos