Você está vendo o erro “ERR_CONNECTION_TIMED_OUT” no seu navegador? Não é uma mensagem de erro muito útil, não é? Se você é um usuário diário do WordPress, é sempre bom estar ciente de erros comuns como esse que podem impedir que você tenha acesso ao seu site.

No post de hoje, vamos nos aprofundar no erro “ERR_CONNECTION_TIMED_OUT” e examinar por que ele está acontecendo e o que você pode fazer para corrigi-lo rapidamente. Simplificando, é uma indicação de que o sistema está indisponível e o tempo dado para uma pessoa se conectar já decorreu e agora o pedido expirou. Mas o que é que isso quer dizer?

Vamos descobrir!

 

Pegamos nosso conhecimento de gerenciamento eficaz de sites em grande escala e o transformamos em um e-book e um curso em vídeo. Clique aqui para fazer o download do Guia 2020 para gerenciar mais de 40 sites WordPress!

O que é o erro ERR_CONNECTION_TIMED_OUT?

Um erro ERR_CONNECTION_TIMED_OUT normalmente significa que há algo errado com sua conexão de rede local. No entanto, nem sempre é esse o caso.

De acordo com a documentação de suporte do WordPress, um erro de limite de tempo de conexão aparece quando seu site está tentando fazer mais do que seu servidor pode gerenciar. Isso é particularmente comum em hospedagem compartilhada, em que seu limite de memória é restrito.

Quando você visita um site e ele não carrega, seu navegador tenta por cerca de 30 segundos até encerrar a conexão. Depois disso, ele retorna um erro “ERR_CONNECTION_TIMED_OUT”, indicando um problema de comunicação. No Google Chrome, isso opde ser visto como “Não é possível acessar esse site. O domínio.com demorou muito para responder.”

ERR_CONNECTION_TIMED_OUT erro no Chrome
Erro ERR_CONNECTION_TIMED_OUT no Chrome

Devido aos diferentes navegadores, sistemas operacionais e servidores, o erro pode se apresentar de várias maneiras diferentes. Mas a maioria deles tem o mesmo significado ou um significado semelhante. “ERR_NETWORK_CHANGED” e “ERR_CONNECTION_REFUSED” são dois erros intimamente relacionados que podem ser resolvidos seguindo os mesmos passos de resolução de problemas abaixo.

Outro código de erro comum que aparece em “não é possível acessar esse site” é o DNS_PROBE_FINISHED_NXDOMAIN, que é um erro DNS que essencialmente significa que o domínio solicitado não existe.

Abaixo estão alguns exemplos de como o erro pode se apresentar em diferentes navegadores.

Mozilla Firefox

No Mozilla Firefox o erro aparecerá como “A conexão expirou”. O servidor no domínio.com está demorando muito para responder.

Erro ERR_CONNECTION_TIMED_OUT no Firefox
Erro ERR_CONNECTION_TIMED_OUT no Firefox

Microsoft Edge

No Microsoft Edge, o erro será exibido como “Hmmm…. não é póssível acessar essa página”. O domínio.com demorou muito tempo para responder.” No Edge, entretanto, ele também contém o erro “ERR_CONNECTION_TIMED_OUT”.

ERR_CONNECTION_TIMED_OUT erro na Edge
ERR_CONNECTION_TIMED_OUT erro na Edge

Safari

No Safari, o erro será exibido como “O Safari não pode abrir a página”. O Safari não pode abrir a página domínio.com porque o servidor onde a página está localizada não está respondendo.”

ERR_CONNECTION_TIMED_OUT erro no Safari
Erro ERR_CONNECTION_TIMED_OUT no Safari

Como corrigir o erro ERR_CONNECTION_TIMED_OUT

Por onde você deve começar a solucionar o problema se vir esse erro em seu site WordPress? Sem muito contexto, às vezes pode ser frustrante e exaustivo saber por onde começar. Normalmente, esses são problemas do lado do cliente (problemas com sua conexão de rede ou firewall) ou um problema com o servidor no qual o site está hospedado (limites de memória, tempo de execução, etc.).

1. Verifique sua conexão

Google Chrome, Firefox e Edge recomendam que você verifique sua conexão de rede. Embora possa parecer óbvio, todos eles apontam para a verificação da sua conexão em primeiro lugar, pois é uma das razões mais comuns para o erro. Aqui estão algumas ações que recomendamos:

2. Desative o firewall e softwares antivírus temporariamente

Os firewalls e softwares antivírus destinam-se a proteger os usuários e seus sistemas. Eles verificam seu dispositivo regularmente e bloqueiam automaticamente qualquer atividade suspeita. No entanto, este tipo de segurança pode, às vezes, levar a problemas de conexão.

Isto é porque os firewalls podem muitas vezes bloquear páginas desnecessárias ou rejeitar conteúdo que é completamente seguro. Já vimos isso acontecer muitas vezes com softwares como o AVG. Para verificar se este é o caso, tente desabilitar o firewall e programas antivírus. Naturalmente, isso só é aconselhável se você tem certeza de que o site que pretende visitar é seguro.

Além disso, você só deve desativar este tipo de software temporariamente. Ligue-o novamente depois de verificar se o erro foi resolvido, para que você não fique vulnerável a ataques. Se você se deparar com erros repetidamente por causa do firewall ou do antivírus, convém mudar o que está usando.

Esses tipos de ferramentas também têm o que é chamado de relatório “falso-positivo” que você pode preencher. Se você tem 100% de certeza de que um site que está bloqueado não deveria estar, você pode avisar o desenvolvedor do software. Aqui estão alguns links rápidos:

3. Desative as configurações de proxy

Algumas vezes você pode ver o erro ERR_CONNECTION_TIMED_OUT se estiver utilizando um serviço de proxy. Isto normalmente é muito raro, especialmente do lado do cliente. No entanto, pode ter sido definido sem você saber. Para desabilitar ou verificar se nenhuma configuração de proxy está habilitada, siga estas etapas.

Acesse o menu Configurações no navegador Chrome. Isso abrirá o menu completo de opções. Na seção Sistema (você precisará clicar em Avançado na parte inferior para ver essa opção), você deve encontrar uma entrada intitulada Abrir configurações de proxy. Ao selecioná-la, você será levado ao menu correspondente:

Abrir configurações de proxy no Chrome
Abrir configurações de proxy no Chrome

O próximo passo depende do sistema que você está usando atualmente. Os usuários do Windows vão clicar em Configurações de LAN e desmarcar a opção Usar servidor proxy para LAN. Se você é um usuário do Mac, já deve estar no menu relevante. Você terá que desmarcar todos os protocolos proxy selecionáveis e verificar se a mensagem ERR_CONNECTION_TIMED_OUT foi resolvida.

Desmarcar proxies no Mac
Desmarcar proxies no Mac

Se você estiver no Windows, verá uma janela “Configurações de rede local (LAN)”. Você deseja confirmar que a opção “Usar um servidor proxy para sua LAN” está desmarcada.

Desativar configurações de proxy Chrome no Windows
Desativar configurações de proxy do Chrome no Windows

O mesmo vale se você estiver usando uma VPN como ExpressVPN ou TunnelBear. Certifique-se de que você não esteja conectado sem querer.

4. Altere os servidores DNS

A próxima coisa que você pode tentar é alterar os servidores DNS. Por padrão, os servidores DNS são automaticamente designados pelo seu provedor de acesso à Internet. Mas você pode tentar alterar temporariamente para um servidor DNS público, como o Google ou o Cloudflare.

Dica: Se você já está usando um servidor DNS gratuito e está tendo problemas, removê-lo e voltar para os servidores DNS do seu provedor às vezes corrige o problema.

O Google e o Cloudflare não são perfeitos 100% do tempo e, em alguns casos, notamos que voltar a configuração resolveu o problema. Isto é especialmente verdade se você estiver usando um hotspot wi-fi em um aeroporto ou cafeteria.

Windows

No Windows simplesmente abra o prompt de comando pressionando a tecla de logotipo do Windows e R. Em seguida, digite “painel de controle” e pressione Enter.

Executar o painel de controle do Windows
Executar o painel de controle do Windows

Clique em “Rede e Internet” e depois em “Central de Rede e Compartilhamento”. Do lado esquerdo, clique em “Alterar configurações do adaptador”.

Alterar as configurações do adaptador
Alterar as configurações do adaptador

Clique com o botão direito em sua conexão atual, que será uma conexão de área local ou uma conexão de rede sem fio com base em como você está se conectando. Em seguida, clique em “Propriedades”.

Propriedades de conexão sem fio
Propriedades de conexão sem fio

Selecione Internet Protocol Version 4 (ou Version 6, se preferir) e clique em “Propriedades”.

Propriedades do IPV 4
Propriedades do IPV 4

Tome nota de quaisquer definições existentes no caso de ter de voltar atrás. Clique em “Usar os seguintes endereços de servidor DNS”. Insira o seguinte ou substitua o existente por estes:

Para IPv4: 1.1.1.11.0.0.1
Para IPv6: 2606:4700:4700::11112606:4700:4700::1001

Endereços de servidores DNS
Endereços de servidores DNS

Clique em OK e, em seguida, em Fechar. Reinicie seu navegador.

Mac

Para alterar os servidores DNS em um Mac, vá para Preferências do Sistema…

Preferências de sistema Mac
Preferências de sistema Mac

Clique no ícone de rede e depois clique em “Avançado”.

Rede Mac avançada
Rede Mac avançada

Clique na guia “DNS”.

DNS Mac
DNS Mac

Em seguida, adicione os endereços de servidor DNS do Cloudflare.

Para IPv4: 1.1.1.11.0.0.1
Para IPv6: 2606:4700:4700::11112606:4700:4700::1001

5. Limpe/renove o DNS

Você também pode tentar limpar seu cache DNS local. Isto é semelhante a limpar o cache do navegador. Pode ser que o site que você está tentando visitar não esteja resolvendo o endereço IP correto. Se você acabou de migrar seu site do WordPress para um novo host, é importante esperar que as coisas se propaguem totalmente. Às vezes, isso pode levar até 24 horas, embora possa levar apenas alguns minutos. Isso depende do seu provedor DNS e do valor TTL dos seus registros DNS.

Cansado de ter problemas com o seu site WordPress? Obtenha o melhor e mais rápido suporte de hospedagem com Kinsta! Confira nossos planos

Windows

No Windows, simplesmente abra o prompt de comando e digite o seguinte:

ipconfig /flushdns
Prompt de comando - flush DNS
Prompt de comando – flush DNS

Você deve ver uma mensagem “Successfully Flushed the DNS Resolver Cache” se tiver funcionado.

Mac

Usuários de macOS podem inserir o seguinte no terminal:

dscacheutil -flushcache
Cache de descarga do Mac
Liberação de cache do Mac

Nota: Não há mensagem de sucesso no Mac.

6. Verifique o arquivo hosts

Cada computador tem o chamado arquivo de hosts locais. Este é um arquivo que contém entradas DNS manuais que são mapeadas para endereços IP específicos. Normalmente, isso só é editado quando você deseja visualizar seu DNS antes de mudar os domínios para um novo host. Ou talvez você tenha um site de teste local rodando usando uma ferramenta como DevKinsta, Vagrant ou Docker.

Este arquivo pode ter sido alterado ou editado de várias maneiras diferentes. Portanto, é sempre bom verificar se o site que você está tentando acessar não está lá. Basta seguir os passos abaixo.

Windows

O arquivo de host normalmente requer acesso adicional. Então o primeiro passo é executar seu editor de texto como administrador. Simplesmente clique no menu inicial, procure pelo editor de texto, clique com o botão direito do mouse sobre ele e selecione “Executar como administrador”. Isto pode ser feito em qualquer editor de texto como Notepad, Notepad+++, Atom, etc. Nós estamos usando Sublime em nosso exemplo abaixo.

Executar editor de texto como administrador
Executar editor de texto como administrador

Dentro do editor de texto, clique em Arquivo → Abrir e navegue até o seguinte local:

C:\Windows\System32\drivers\etc\

Clique no arquivo hosts e “Abrir”.

Abrir arquivo hosts
Abrir arquivo hosts

Verifique novamente e certifique-se de que o site que está a tentar visitar não está listado lá. Se estiver, remova-o.

Mac

Para verificar o arquivo de hosts em um Mac, recomendamos obter o Gas Mask. É um aplicativo gratuito que pode ser usado como gerenciador de arquivos hosts, editor de arquivos hosts e alternar entre eles. Isso torna tudo rápido e fácil! Caso contrário, você pode seguir os passos abaixo para editar manualmente o arquivo de hosts no Mac.

Vá até Utilitários e clique em “Terminal”.

Terminal de utilitários Mac
Terminal de utilitários Mac

Insira o seguinte comando e pressione Enter (você provavelmente terá que inserir sua senha de administrador também).

sudo nano /private/etc/hosts

Certifique-se de que o site que está tentando visitar não está listado no seu arquivo hosts. Se estiver, remova-o.

Editar arquivo de hosts no Mac
Editar arquivo de hosts no Mac

7. Verifique o DNS do seu domínio

Você também deve verificar se o DNS do seu domínio está corretamente apontado para o seu provedor de hospedagem. Se você é um cliente Kinsta, temos uma postagem detalhada sobre como apontar seu domínio e/ou DNS para o Kinsta. Se você migrou recentemente seu site WordPress para um novo host, pode ser que o DNS tenha sido armazenado em cache incorretamente no seu computador. Nesse caso, a etapa 5 acima deve resolver isso. Ou pode simplesmente ser muito cedo e você tenha que esperar algumas horas para que o DNS se propague completamente.

8. Limpe o cache do navegador

Os navegadores armazenam informações em cache no seu computador. Isso inclui seu histórico de navegação, dados de login salvos e cookies – todos eles são registrados para carregar as páginas relevantes mais rapidamente na próxima vez que forem visitadas.

Embora sejam úteis, os caches podem causar inúmeros problemas quando se tornam obsoletos. Felizmente, este problema é facilmente resolvido através da limpeza do cache.

Mas antes de fazer isso, você pode facilmente verificar se é um problema de cache do navegador, abrindo o navegador no modo de navegação anônima primeiro. Ou você pode tentar um navegador diferente. Se você ainda estiver vendo o erro, faça a limpeza do cache.

Neste exemplo, iremos utilizar o Google Chrome. Comece abrindo o menu principal (no canto superior direito da janela do seu navegador). A partir daí, selecione Mais ferramentas: Você pode clicar em Limpar dados do navegador.

Dados de navegação nítidos do Chrome
Limpeza de dados de navegação no Chrome

Na página resultante, você precisará verificar se todas as categorias de arquivo listadas estão selecionadas. Se não estiverem, o Chrome não conseguirá esvaziar todo o cache. Em vez disso, ele simplesmente removerá as entradas mais recentes, o que não resultará no efeito desejado:

Limpar dados de navegação
Limpar dados de navegação

Um método alternativo para completar este processo é inserir o seguinte URL na barra de endereços:

chrome://settings/clearBrowserData

A tela resultante deve dar acesso às mesmas opções que descrevemos acima. Aqui estão alguns outros links úteis para limpar o cache.

9. Veja o tempo máximo de execução

O restante das etapas de solução de problemas que iremos abordar são aquelas relacionadas à configuração de seu site ou servidor WordPress que podem ajudar a corrigir o erro “ERR_CONNECTION_TIMED_OUT”.

A primeira é o tempo máximo de execução definido para o local. Na maioria dos servidores, o tempo padrão é de 30 segundos. Esta é a quantidade de tempo que um script PHP tem permissão para rodar (após o qual ele expira). Em hosts compartilhados, isto é tipicamente definido como baixo ou deixado no padrão.

Você não pode modificar isso facilmente do WordPress, pois o arquivo php.ini está localizado no seu servidor. Para modificar, recomendamos entrar em contato com seu provedor de hospedagem para ver se ele pode ajudar. No Kinsta, definimos o tempo máximo de execução padrão para 300 segundos.

Cansado de ter problemas com o seu site WordPress? Obtenha o melhor e mais rápido suporte de hospedagem com Kinsta! Confira nossos planos

Se você quiser tentar modificar por conta própria, isso geralmente pode ser feito com uma das seguintes opções. Ambas dependerão de como o provedor de hospedagem configura seus servidores.

Opção 1 – Modificar o tempo máximo de execução no arquivo php.ini

Se você tiver um arquivo php.ini em seu diretório inicial, encontre o parâmetro max_execution_time e modifique-o. Por exemplo, se estiver definido para 30 segundos, você pode aumentá-lo para 300 segundos.

max_execution_time = 300

Opção 2 – Modificar o tempo máximo de execução no arquivo .htacess

Se a opção acima não funcionar, você pode ser capaz de alterá-la em seu arquivo .htaccess. Assim como com o arquivo php.ini, ele normalmente está localizado no seu diretório pessoal. Insira o seguinte no topo do arquivo .htaccess:

php_value max_execution_time 300

10. Desabilite temporariamente seus plugins

Como acontece com a maioria dos erros do WordPress, um plugin pode definitivamente ser a raiz do problema. Para determinar se é isso que está acontecendo, você precisa desativar todos os plugins do seu site. No entanto, se você está recebendo o erro “ERR_CONNECTION_TIMED_OUT”, quer dizer que você não tem acesso à área administrativa do WordPress. Isso significa que você vai precisar de SFTP em seu site. Recomendamos a utilização do FileZilla.

Quando seu cliente SFTP estiver pronto, conecte-se ao seu site através dele e navegue até a pasta raiz do WordPress. Caso você não consiga encontrá-lo, ele é normalmente chamado public_html, html, public, www, ou o nome do seu site. Se você é um cliente Kinsta, é sua pasta pública.

Pasta raiz do WordPress SFTP
SFTP da pasta raiz do WordPress

Abra essa pasta e navegue até o diretório wp-content. Dentro, você verá uma pasta chamada plugins, que contém subdiretórios individuais para cada um dos plugins instalados em seu site (tanto ativos quanto inativos).

O que você vai fazer agora é clicar com o botão direito do mouse na pasta plugins e renomeá-la para outra coisa. Recomendamos plugins.old ou plugins.desativados, assim você pode reconhecê-la facilmente mais tarde.

Pasta de plugins do WordPress renomeada
Pasta de plugins do WordPress renomeada

O WordPress agora não será capaz de encontrar qualquer um dos seus plugins. Quando isso acontecer, ele irá desativar automaticamente esses plugins.

Agora, tente acessar seu painel do WordPress. Se o erro de tempo limite tiver desaparecido, então você pode supor que um de seus plugins era o culpado. Tudo o que você precisa fazer é descobrir qual deles.

Retorne ao diretório wp-content e renomeie sua pasta de plugins original corretamente. Então, desative cada um de seus plugins, um a um, até encontrar o culpado.

Para fazer isso, abra o diretório wp-content/plugins. Lá, você encontrará uma pasta para cada um dos seus plugins. O processo a seguir é o mesmo de antes:

  1. Comece com a primeira pasta e renomeie-a para o que quiser.
  2. Verifique o site para ver se o erro desapareceu.
  3. Se não, retorne a pasta plugin do passo anterior para seu nome original.
  4. Vá para o próximo plugin da lista, repetindo os passos acima.

Este processo pode levar algum tempo se você tiver muitos plugins, mas é vital verificar um de cada vez. Se em algum momento você identificar o plugin que está causando o erro, você pode desinstalá-lo ou substituí-lo por outra ferramenta.

Se você chegar ao final dessas etapas sem encontrar uma solução, poderá passar para o próximo estágio da solução de problemas.

11. Temporariamente reverta para o tema padrão

Agora que você descartou seus plugins como a causa do erro de tempo limite, é hora de fazer o mesmo com seu tema ativo. Na verdade, seu tema também pode estar criando problemas de compatibilidade.

Infelizmente, o processo não funciona da mesma forma que o anterior. O WordPress não reverterá para o tema padrão se você simplesmente renomear a pasta do tema, você terminará com um erro como “O diretório do tema “nome do tema” não existe.” Ou se tentar renomear toda a pasta do diretório do tema, acabar com “ERROR: O diretório de temas está vazio ou não existe. Verifique sua instalação.”

Portanto, você precisa acessar seu banco de dados do WordPress acessando o phpMyAdmin. Se você é um cliente Kinsta, isso pode ser encontrado na seção “Info” do painel de controle do MyKinsta.

MyKinsta phpMyAdmin
MyKinsta phpMyAdmin

Clique na tabela “wp_options”, depois clique na guia “Pesquisar”. Você vai querer pesquisar em “option_name” por modelo.

tabela phpMyAdmin wp_options
tabela phpMyAdmin wp_options

Na coluna “option_value” você verá o nome atual do seu tema. Altere para um dos temas padrão, como “twentynineteen“.

wp_options nome do modelo
wp_options nome do modelo

Verifique novamente o seu site para ver se isso corrigiu o erro. Em caso afirmativo, simplesmente significa que é um problema com seu tema do WordPress e você pode tentar reinstalá-lo ou reverter para o backup mais recente.

12. Aumente o limite de memória

O parâmetro WP_MEMORY_LIMIT permite especificar a quantidade máxima de memória que pode ser consumida pelo PHP. Se você estiver usando hospedagem compartilhada, é mais provável que ele seja definido em um valor baixo, como 64M. No Kinsta, definimos o limite de memória padrão em 256M.

Você pode aumentar o limite de memória adicionando o seguinte ao seu arquivo wp-config.php. Isso deve ser colocado acima da inclusão wp-settings.php.

define( 'WP_MEMORY_LIMIT', '256M' );
WP_MEMORY_LIMIT in wp-config.php
WP_MEMORY_LIMIT in wp-config.php

Não tem certeza de qual é o seu limite de memória PHP atual? Se você tiver acesso ao painel do WordPress e estiver executando o WordPress 5.2 ou superior, você pode ver o limite de memória do PHP na ferramenta “Saúde do site”.

WordPress site saúde saúde PHP limite de memória
WordPress site saúde saúde PHP limite de memória
Não consegue acessar seu site por causa da mensagem de erro *ERR_CONNECTION_TIMED_OUT*? Aqui estão 12 maneiras possíveis de corrigi-lo! 💻😱Click to Tweet

Resumo

Erros de conexão e tempo limite nunca são divertidos de solucionar, mas espero que você tenha um pouco mais de conhecimento em seu conjunto de ferramentas agora para ajudar a resolvê-los rapidamente.

É importante lembrar que o erro “ERR_CONNECTION_TIMED_OUT” é resultado de um problema do lado do cliente, como sua conexão de rede, ou um problema com o servidor onde o site WordPress está hospedado. Tem outras dicas para resolver este erro? Compartilhe conosco nos comentários abaixo.

(Leitura sugerida: Aprenda a corrigir o erro ERR_CACHE_MISS no Chrome)


Economize tempo, custos e otimize o desempenho do seu site com:

  • Ajuda instantânea de especialistas em hospedagem do WordPress, 24/7.
  • Integração do Cloudflare Enterprise.
  • Alcance global com 29 centros de dados em todo o mundo.
  • Otimização com nosso monitoramento integrado de desempenho de aplicativos.

Tudo isso e muito mais em um plano sem contratos de longo prazo, migrações assistidas e uma garantia de 30 dias de devolução do dinheiro. Confira nossos planos ou entre em contato com as vendas com as vendas para encontrar o plano certo para você.