Na página Configurações do seu aplicativo, você pode encontrar detalhes sobre seu aplicativo, assim como gerenciar configurações como buildpacks, conexões internas e variáveis de ambiente. Aqui também é onde você pode excluir seu aplicativo.

Detalhes básicos

Esta seção mostra os seguintes detalhes:

  • Nome do aplicativo
  • Repositório e branch do Git
  • Localização do centro de dados
  • Caminho de build
  • Se a implantação automática está ativada ou não

Editar Detalhes

Você pode mudar o seguinte clicando em Editar detalhes:

  • Nome do aplicativo: Este é o nome do seu aplicativo no MyKinsta.
  • Branch: A branch do repositório Git.
  • Implantação automática no commit: Quando essa caixa está marcada, seu aplicativo será implantado automaticamente toda vez que um commit for feito na branch selecionado acima.

Ambiente de build

  • Nixpacks: Use o Nixpacks para criar um contêiner para o seu aplicativo com base no seu repositório.
    • Caminho de Build: Este é o caminho no repositório para os arquivos necessários para construir o aplicativo. A maioria dos aplicativos é construída a partir da raiz do repositório e o caminho de build é definido como padrão (.). Se você tiver um caminho de build diferente, especifique aqui. Por exemplo, se o seu aplicativo precisa ser construído a partir de um subdiretório chamado app, insira app no campo Caminho de Build. Isso também é útil se você estiver usando um monorepo.
  • Buildpacks: Use Buildpacks para criar um contêiner para o seu aplicativo com base no seu repositório.
    • Caminho de build: Esse é o caminho no repositório para os arquivos necessários para compilar o aplicativo. A maioria dos aplicativos são criados a partir da raiz do repositório, e o caminho de build tem como padrão esse (.). Se você tiver um caminho de build diferente, especifique aqui. Por exemplo, se o seu aplicativo precisar ser criado a partir de um subdiretório chamado app, digite app no campo Caminho de build. Isso também é útil se você tiver um monorepo.
  • Dockerfile: Use um Dockerfile (armazenado no seu repositório) para criar um contêiner para o seu aplicativo.
    • Caminho do arquivo Dockerfile: Este é o caminho para o seu Dockerfile em relação à raiz do repositório. Por exemplo, se o seu Dockerfile estiver na raiz do repositório, insira Dockerfile nesse campo. Se o seu Dockerfile estiver em um subdiretório chamado app, insira o caminho para o Dockerfile: app/Dockerfile.
    • Contexto: Isso se aplica apenas aos arquivos Dockerfile. Este é o caminho no repositório ao qual precisamos ter acesso para que possamos construir o seu aplicativo. A maioria dos aplicativos é construída a partir da raiz do repositório (.) no campo Contexto. Por exemplo, se o seu aplicativo precisa ser construído a partir de um subdiretório chamado app, insira app no campo Contexto.

Se você alterar qualquer coisa além do nome do aplicativo, deverá implantar manualmente seu aplicativo novamente, o que pode ser feito na página Implantações.

Buildpacks

Esta seção só estará visível se a imagem do contêiner do seu aplicativo for criada com um Buildpack. Você pode visualizar e gerenciar os buildpacks do seu aplicativo aqui. Se você adicionar ou editar buildpacks, você deve implantar manualmente o seu aplicativo novamente, o que você pode fazer na página Implantação de Aplicativos.

Conexões internas

Na seção de conexões internas, você pode visualizar e gerenciar as conexões internas do seu aplicativo com bancos de dados ou outros aplicativos hospedadas na Kinsta. Não copie e cole os detalhes da sua conexão interna nas variáveis do seu ambiente. Clique em Adicionar conexão e selecione a opção Adicionar variáveis de ambiente para acessar o banco de dados. Isso irá preencher automaticamente as variáveis de ambiente do banco de dados ou outro aplicativo ao qual você está se conectando.

Se você adicionar ou remover uma conexão, você deve implantar manualmente o seu aplicativo novamente, o que você pode fazer na página Implantação de Aplicativos.

Variáveis de ambiente

Variáveis de ambiente alimentam suas informações de aplicativos de fora da execução do aplicativo. Elas tipicamente definem coisas como detalhes de conexão do banco de dados e chaves API. Para mais detalhes, veja nosso guia de Variáveis de Ambiente.

Se você adicionar, editar ou remover variáveis de ambiente, você deve implantar manualmente seu aplicativo novamente, o que você pode fazer na página de implantações.

Suspender ou Retomar Aplicativo

Suspender o seu aplicativo interrompe o funcionamento dele sem excluí-lo. Isso não altera ou remove nada no próprio aplicativo. As conexões com o aplicativo permanecem no local, mas não funcionarão enquanto o aplicativo estiver suspenso. Você não incorrerá em nenhum custo pelo aplicativo durante a suspensão.

Clique em “Suspender aplicativo” e confirme a suspensão clicando novamente em “Suspender aplicativo” na janela modal/pop-up.

Quando estiver pronto para reiniciar o seu aplicativo, clique em “Retomar aplicativo” e confirme o reinício clicando novamente em “Retomar aplicativo” na janela modal/pop-up.

Excluir aplicativo

Se você não precisa mais do aplicativo, clique em “Excluir aplicativo” para removê-lo completamente. A exclusão do aplicativo remove completamente os seguintes itens:

  • Todos os arquivos
  • Configurações
  • Discos de armazenamento persistente
  • Conexões com outros aplicativos ou bancos de dados.

Documentação relacionada

Conteúdo relacionado