Os sites atualizados continuamente, como e-commerce (WooCommerce e Easy Digital Downloads), páginas de membros e sites de comunidades, devem ser colocados no modo de manutenção durante sua migração, para evitar a perda de dados. Este artigo explica o procedimento padrão da Kinsta para migrar esses tipos de sites.

O que é Modo de Manutenção?

Colocar um site no modo de manutenção significa que o conteúdo do mesmo não pode ser atualizado. Isso geralmente é feito através da instalação de um plugin de manutenção no repositório do WordPress.org. No entanto, se você tiver um método preferencial para colocar seu site no modo de manutenção, seu processo também pode ser acomodado.

Enquanto o site está no modo de manutenção, uma mensagem de manutenção é exibida aos visitantes, pedidos não podem realizados, os usuários não podem registrar ou editar seus perfis e novos conteúdos não podem ser publicados no site.

Qual é o Processo de Migração?

Uma vez que o modo de manutenção esteja habilitado, seguimos na migração de uma cópia do site para a nossa infraestrutura. Após a conclusão, enviamos instruções sobre como visualizar o site antes que ele seja, de fato, publicado.

A cópia do site hospedado na Kinsta não estará no modo de manutenção. No entanto, não poderá ser acessada publicamente até você atualizar os registros DNS de seu domínio para que apontem o domínio para Kinsta.

Isso significa que seu site permanecerá no modo de manutenção até você atualizar o DNS e ele entrar em operação na Kinsta.

Assim que possível, após a conclusão da migração, você precisará analisar cuidadosamente seu site, testar suas funcionalidades e, em seguida, atualizar os registros de DNS do seu domínio para que seja apontado para Kinsta.

Assim que o DNS estiver atualizado e totalmente propagado, os visitantes do seu site chegarão ao site hospedado na Kinsta e poderão continuar realizando pedidos, registrar usuários e publicar conteúdo.

Por Quanto Tempo Meu Site Ficará no Modo de Manutenção?

Essa é uma pergunta difícil de responder, porque ela depende de muitas variáveis:

  • O tamanho de seu site.
  • A velocidade da transferência de dados entre nossa infraestrutura e o provedor anterior.
  • Valores de time-to-live (TTL) associados com seus registros DNS.
  • Quão rapidamente você consegue começar a revisar seu site após a migração ser concluída.
  • Quanto tempo você precisa para revisar seu site cuidadosamente após a migração.
  • Complicações não previstas que possam aparecer durante o processo de migração.

Como regra geral, a maioria das migrações demora entre uma e três horas. Em seguida, a maioria dos clientes precisa de entre uma a três horas para revisar o site. A propagação do DNS geralmente leva cerca de uma hora, mas pode demorar muito mais em alguns casos, se os valores de TTL estendidos estiverem associados aos seus registros de DNS atuais. Com Cloudflare, a propagação é muito mais rápida, levando, em geral, menos de 10 minutos.

Você pode usar essas informações para ter uma noção de quanto tempo seu site precisará permanecer no modo de manutenção, mas observe que os fatores mencionados acima significam que não podemos prever com precisão por quanto tempo especificamente seu site precisará ficar no modo de manutenção.

Como Posso Minimizar o Tempo Inativo?

Você pode minimizar o tempo inativo de algumas formas:

  • Agendar a migração para que ocorra em um momento em que você estará disponível para revisar seu site imediatamente após receber a notificação de que a migração foi concluída.
  • Observar cuidadosamente as mensagens de nossos Engenheiros, que notificam que a migração foi concluída.
  • 12 a 24 horas antes de seu período de migração previsto, reduza o valor TTL associado com seu domínio para cinco minutos (300 segundos), para acelerar a propagação do DNS. Note que você deverá aumentar esse valor, em geral para uma hora (3600 segundos), após o site começar a carregar a partir de nossa infraestrutura. Se seu site utiliza Cloudfare, você não precisa editar os valores TTL.
  • Veja nosso artigo na Base de Conhecimento sobre como visualizar um site em nossa infraestrutura, assim você compreenderá as etapas técnicas necessárias para revisar o site após a migração ser realizada.
  • Revise nosso artigo da Base de Conhecimento sobre como apontar seu domínio para Kinsta, assim você estará preparado para fazer isso assim que confirmar que o site migrado está pronto para ir ao ar.

E Se Esse Processo Não Funcionar Para Mim?

Se esse processo simplesmente não funcionar para seu website, entre em contato com nossa equipe de suporte através do sistema de bate-papo no MyKinsta, quando você estiver pronto para solicitar sua migração, para que possamos discutir outras possíveis opções.


Se você gostou deste tutorial, então você vai adorar o nosso suporte. Todos os planos de hospedagem do Kinsta incluem suporte 24/7 de nossos veteranos desenvolvedores e engenheiros do WordPress. Converse com a mesma equipe que apoia nossos clientes da Fortune 500. Confira nossos planos