Quando você hospeda seu site WordPress com a Kinsta, é preciso direcionar seu domínio e/ou DNS para nós, assim nossos servidores podem entregar seu site para os visitantes. Siga as instruções abaixo.

Como o DNS Funciona (Conceitos Básicos)

Quando alguém digita no seu domínio (seusite.com) no navegador, o computador usa o sistema DNS para procurar quais Servidores de Nomes ele pode contatar para obter informações sobre o DNS. Ele retornará algo como:

  • ns-155.awsdns-22.com
  • ns-326-awsdns-15.net
  • ns-1352-awsdns-29.org
  • ns-1536-awsdns-08.co-uk

Em seguida, o computador do visitante entra em contato com um desses servidores de nomes para procurar o endereço IP do domínio. Ele procura o registro DNS A, que contém o endereço IP, direcionando para o servidor em que está hospedado. Nesse caso, você deseja que seu registro A aponte para o IP da Kinsta. O computador do visitante se conecta ao IP da Kinsta para carregar seusite.com.

Importante: Quando você faz uma alteração no DNS de um determinado domínio, como a atualização de um registro DNS ou a troca de servidores de nomes, essas alterações demoram algum tempo para entrar em vigor. Esse tempo é chamado de propagação de DNS. Na maioria dos casos, isso geralmente é de 1 a 4 horas. No entanto, em alguns casos, pode ser mais longo. Isso é determinado pelo valor de TTL em seus registros de DNS, que são controlados pelo registrador de domínios ou pelo provedor de DNS. Portanto, Kinsta não pode acelerar a propagação do DNS. Você pode usar uma ferramenta online como o whatsmydns.net para testar se as alterações do DNS terminaram de se propagar.

Apontar Domínio para Kinsta

Você tem duas opções diferentes ao apontar seu domínio (DNS) para Kinsta. A primeira é simplesmente apontar seu domínio para o seu endereço IP atribuído. A segunda, que é a recomendada, é usar o recurso de DNS premium da Kinsta com o Amazon Route 53. Você pode ler mais sobre por que o DNS premium é importante. Se você já estiver utilizando um provedor de DNS de terceiros, a opção 1 também funcionará corretamente.

Opção 1: Apontar o Domínio para Kinsta com um registro

A primeira coisa que você deve fazer é garantir que tenha adicionado seus domínios ao painel MyKinsta, na seção “Domínios”. Geralmente, isso envolve adicionar seu domínio principal (sem-www) e a versão com www. Ou vice-versa.

Passo 1 – Adicionar Domínio para MyKinsta

A primeira coisa que você deve fazer é garantir que tenha adicionado seus domínios ao painel MyKinsta na seção “Domínios”. Geralmente, isso envolve adicionar seu domínio principal (não-www) e a versão www. Ou vice-versa.

Adicionar domínios

Adicionar domínios

Em seguida, você precisará localizar o endereço IPv4 do seu site WordPress. Ele pode ser encontrado no seu painel do MyKinsta, na guia “Informações” do seu site.

Endereço IPv4 do WordPress

Endereço IPv4 do WordPress

Passo 2 – Criar/apontar domínio para um registro no seu registrador

Em seguida, você precisará acessar o registrador de domínios ou o provedor de DNS de terceiros e configurar/apontar o registro A do domínio para o endereço IP acima. Aqui estão alguns links sobre como configurar um registro A com os registradores DNS mais populares:

Opção 2: Apontar o Domínio para Kinsta com Servidores de Nomes

Fizemos uma parceria com a Amazon Route 53, uma rede global Anycast. Eles oferecem failover de DNS, bem como roteamento de latência e geolocalização, para ajudar a garantir que seu site esteja sempre on-line e estável. O roteamento é muito importante, pois garante que seu DNS seja roteado para o local mais próximo com a menor latência. O DNS premium da Amazon Route 53 é gratuito para todos os clientes da Kinsta. Siga as etapas abaixo para usar esse método.

Passo 1 – Adicionar domínio para Kinsta

A primeira coisa que você deve fazer é garantir que tenha adicionado seus domínios ao painel MyKinsta, na seção “Domínios”. Geralmente, isso envolve adicionar seu domínio principal (sem-www) e a versão com www. Ou vice-versa.

Adicionar domínios

Adicionar domínios

Em seguida, em seu painel MyKinsta, clique em “Kinsta DNS.”

Kinsta DNS - Amazon Route 53

Kinsta DNS – Amazon Route 53

Clique em “Adicionar Domínio” na parte superior.

Adicione um domínio ao DNS

Adicione um domínio ao DNS

Passo 2 – Ponto de domínio para Kinsta Nameservers no registrador

Você precisará apontar seu domínio junto ao seu registrador de domínios para os servidores de nome recém-criados. Você pode visualizá-los para cada um de seus domínios na página principal de “Kinsta DNS”.

Servidores de nomes DNS

Servidores de nomes DNS

Aqui estão alguns artigos sobre como alterar nomes de servidores com os registradores DNS mais populares:

Passo 3 – Adicionar e Gerenciar Registros DNS

Após apontar seu domínio para nossos servidores de nomes, seu site WordPress precisará de pelo menos um Registro A e um CNAME para funcionar corretamente. Se você clicar em seu domínio, ele solicitará que você adicione seu primeiro registro DNS.

Adicionar o primeiro registro DNS

Adicionar o primeiro registro DNS

Registro A

O primeiro registro que você deve adicionar é o Registro A.

  • Deixe o campo “nome do host” em branco, para ser associado ao seu domínio principal.
  • Adicione seu endereço IPv4 da Kinsta no campo “Endereço IPv4”.
  • Recomendamos uma hora de TTL para todos os registros (uma hora é o valor padrão já definido). Quanto menos frequentes as solicitações por DNS são, menor será o tempo de carregamento de seu site.
Adicionar Registro A

Adicionar Registro A

Registro CNAME

O segundo registro que você deve adicionar é um CNAME. Para adicionar mais registros, basta clicar em “Adicionar um Novo Registro DNS” na parte superior.

  • Um registro CNAME cuida do mapeamento de um subdomínio, como apontar a versão com “www” para seu domínio. Se você precisa redirecionar um endereço com www para um sem www ou vice versa, você pode definir uma regra de redirecionamento.
  • Isto é definido com base em suas preferências pessoais para seu site.
Adicionar registro CNAME

Adicionar registro CNAME

Você pode gerenciar todos os seus registros na tela principal da Kinsta DNS. Todos os registros DNS oferecem suporte à edição imediata para permitir alterações rápidas.

Gerenciar registros DNS

Gerenciar registros DNS

Registros Adicionais

Também suportamos inclusão e gerenciamento dos seguintes registros DNS adicionais:

Eles não são obrigatórios para o seu site funcionar, mas podem ser necessários se você hospeda um e-mail com um provedor de terceiros, precisa fazer a ativação de seu site no Google Search Console, etc. Nos aprofundaremos em cada um deles abaixo.

Registro(s) MX

Registros MX são utilizados ​​para rotear e-mails. Eles variam de acordo com o que o seu provedor de e-mail lhe oferece. Para uma análise detalhada desse registro, confira nosso artigo sobre Registros MX. Mas vamos cobrir o conceito básico abaixo.

Clique em “Adicionar um Registro DNS” na parte superior. Neste exemplo, estamos adicionando um dos registros MX do Mailgun. Mailgun é um provedor de serviços de email transacional

  • Escolha MX como o tipo e insira mxa.mailgun.org como local para onde ele será apontado. Você pode deixar o campo de “nome de host” em branco para apontar para seu domínio principal.
  • Escolha prioridade 10.
Adicionar registro MX

Adicionar registro MX

Adicionar registros MX do Gmail ao novo domínio

Usando o G Suite? Facilitamos a adição de seus registros MX do Gmail. Se você estiver adicionando seu domínio pela primeira vez na ferramenta DNS da Kinsta, basta marcar a caixa de seleção para “Adicionar registros MX do Gmail”. E pronto! Os cinco registros MX do Gmail são adicionados junto com seu domínio.

Adicionar registros MX do Gmail

Adicionar registros MX do Gmail

Adicionar Registros MX do Gmail ao Domínio Existente

Já tem um domínio adicionado e configurado no Kinsta DNS? Sem problemas. Basta clicar no botão “Adicionar registros MX do Gmail” no topo.

Kinsta DNS adicionar registros MX do Gmail

Kinsta DNS adicionar registros MX do Gmail

Em seguida, clique em “Adicionar 5 registros”. E você está pronto.

Lutando com tempo de inatividade e problemas no WordPress? Kinsta é a solução de hospedagem projetada para economizar seu tempo! Confira nossos recursos
Adicione registros aspmx.l.google.com

Adicione registros aspmx.l.google.com

Registro TXT

Registros TXT são usados ​​para diversas situações. Normalmente, eles são usados ​​para verificação. Por exemplo, você pode verificar seu nome de domínio com o G Suite usando um registro TXT. E é isso o que vamos utilizar neste exemplo.

Clique em “Adicionar um Novo Registro DNS” no topo.

  • Escolha TXT como o tipo. Você pode deixar o campo de “nome do host” em branco para apontar para seu domínio principal.
  • Altere o TTL para aquele que o provedor te informar. Neste caso, o Google recomenda um TTL de 3600 segundos, que é o padrão de uma hora.
  • Adicione o conteúdo do registro TXT que eles fornecerem. Por exemplo:  google-site-verification=rXOxyZounnZasA8Z7oaD3c14JdjS9aKSWvsR1EbUSIQ
Adicionar registro TXT

Adicionar registro TXT

Registro SPF

Os registros SPF são usados ​​pelos ISPs para verificar o endereço IP do remetente, bem como os IPs do site. Se eles combinarem, então está tudo funcionando corretamente. Provedores de e-mail de terceiros e serviços de e-mail de transações podem configurar um registro SPF. No entanto, os registros SPF agora estão obsoletos (RFC 7208) e, portanto, geralmente podem ser inseridos como um registro TXT. Ambos são essencialmente a mesma coisa.

Clique em “Adicionar um Novo Registro DNS” na parte superior.

  • Escolha TXT como o tipo. Você pode deixar o campo “nome do host” para apontar para seu domínio principal.
  • Em geral, um TTL de uma hora é uma boa escolha.
  • Adicione os Parâmetros de Política que eles fornecerem. Neste exemplo, estamos utilizando o MailChimp.  v=spf1 include:servers.mcsv.net ?all
Adicionar um registro TXT (SPF)

Adicionar um registro TXT (SPF)

Confira nosso post aprofundado sobre autenticação de e-mail.

Registro SRV

Um registro SRV é usado quando um serviço precisa de informações adicionais, como um número de porta. Eles são mais comumente utilizados ​​com configurações SIP, VOIP e IM. Neste exemplo, adicionaremos um registro para o Skype for Business do Office 365.

Clique em “Adicionar um Novo Registro DNS” na parte superior.

  • Escolha SRV como o tipo. Se seu provedor possuir valores de “serviço” e “protocolo”, você pode colocar estes números em seu nome de host (como visto abaixo).
  • Insira o alvo que eles informarem e os valores específicos de prioridade, peso e porta. A ordem para o campo de destino deve ser service.protocol.hostname
Adicionar registro SRV

Adicionar registro SRV

Registro AAAA

Um registro AAAA é semelhante ao registro A, mas permite apontar o domínio para um endereço IPv6. Atenção: não utilizamos endereços IPv6 aqui na Kinsta, mas talvez você queira apontar seu domínio ou subdomínio para um provedor externo.

Clique em “Adicionar um Novo Registro DNS” na parte superior.

  • Escolha AAAA como o tipo. Você pode deixar o campo de “nome do host” em branco para apontar para seu domínio principal.
  • Insira o alvo que eles informarem e os valores específicos de prioridade, peso e porta. A ordem para o campo de destino deve ser service.protocol.hostname
Adicionar registro AAAA

Adicionar registro AAAA

Registro DKIM

DKIM significa DomainKeys Identified Mail. Essa é uma camada extra de autenticação de email normalmente usada por software de email marketing e provedores de email transacional.

Na MyKinsta DNS, não há uma opção separada para o DKIM, pois eles são normalmente inseridos como um registro CNAME ou registros TXT, dependendo do serviço. Neste exemplo abaixo, estamos adicionando um registro DKIM para Mailgun.

Registro DKIM

Registro DKIM

Os registros TXT têm um limite de 255 caracteres. Esse limite não está do nosso lado, mas sim imposto pelo próprio protocolo DNS. Pode haver uma hora em que um serviço exigirá que você adicione um registro DKIM com mais de 255 caracteres.

Nesse caso, você precisará dividir seu DKIM em várias strings para o registro TXT. Você pode fazer isso através do console, digitando cada string encapsulada entre aspas, uma string por linha. Aqui está um exemplo. Importante: Preste atenção nas marcas de cotação. Existe um único espaço entre cada um.

Registro Split DKIM TXT

k=rsa; p=MIGfMA0GCSqGSIb3DQEBAQUMIGfMA0GCSqGSIb3DQEBAQUMIGfMA0GCSqGSIb3DQEBAQUMIGfMA0GCSqGSIb3DQEBAQUMIGfMA0GCSqGSIb3DQEBAQUMIGfMA0GCSqGSIb" "3DQEBAQUMIGfMA0GCSqGSIb3DQEBAQUMIGfMA0GCSqGSIb3DQEBAQUMIGfMA0GCSqGSIb3DQEBAQUkIGfMA0GCSqGSIb3DQEBAQUMIGfMA0GCSqGSIb3DQEBAQUMIGfMA0GCSqGSIb3DQEBAQUMIGfMA0GCSqGSIb3D
239
Shares